O blog JIdiario agora é portal JInews.com.br, com muito mais interatividade e conteúdo atualizado a todo momento. Acesse e confira.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

CAPA: Edição1.978 - Içara, 28 de outubro de 2010

Preservando meio ambiente
(Alex Cichela/Jornal Içarense)


Mina 101 volta a funcionar e Fundai contesta autorização
(Alex Cichella/Jornal Içarense)


Festival de Teatro Amador encerra hoje
(Daniela Soares/Jornal Içarense)

EDITORIAL - Acabou-se a ideologia política

No dicionário, a palavra ideologia se apresenta co-mo a ciência que trata da for-mação de ideias. Já o termo partido, equivale à associa-ção de pessoas que seguem a mesma doutrina política. Mas, a expressão “ideologia partidária”, pelo que se ob-serva na prática, torna-se distante do pensamento utó-pico de um grupo político movido pelo mesmo ideal.
Basta ver o que está a-contecendo nessas eleições. Contrariando as decisões políticas, vereadores, pre-feitos e outras lideranças a-póiam candidaturas de ad-versários da sigla do qual faz parte pensando no in-teresse próprio e não do grupo. Isso é politicagem.

CHARGE

De bem com a VIDA com Jairo MARTINS


Meu Tempo

Gostaríamos de entender o que é ser “mais velho”, mais maduro?, mais responsável? Mais conformado? Mais feliz e extrovertido? Quem sabe entender o que os outros não entendem ou deixar de nos enganar achando que sabemos tudo quando, na verdade, não aprendemos nada.... Na verdade não queremos ser mais velhos. Queremos ser mais humanos. Que tal se a nossa idade fosse medida pelo acú-mulo de realizações onde se creditassem louvores aos pensamentos direcionados ao bem?
Na verdade queremos ser mais novos. Descobrir a ca-da dia , uma nova oportunidade, um novo desafio onde se acumularão novas experiências. Queremos nascer de novo a cada dia. Temos a certeza que entendemos que nem sempre quem sorri está alegre e nem sempre quem estende a mão quer ajudar, mas temos certeza que todos retornarão ao pó de onde vieram. Essas diferenças já não terão mais importância e no tempo, tudo será parte do passado. Na verdade sabemos o que somos e cada dia aprendemos a ser o novo “eu” para que consigamos entender mais e compreender melhor, suportar mais e descobrir que o homem completo não vive, apenas de si mesmo, mas de um todo que o faz ser “gente”.
Somamos o nosso tempo e descobrimos que temos de responder aos nossos questionamentos: Será que amamos e somos amados?
As pessoas estão felizes ao nosso lado? Somos alegria ou medo de viver ? estamos saboreando a vida ?
Apenas queremos saber se somos intensos, se estamos concretizando nossos sonhos e vivendo nossas palavras, enfim se esta-mos vivendo e, não apenas existindo, pois se vivemos hoje e procuramos ser felizes é porque na vi-da tudo tem um sentido e o melhor lugar sempre será a dedicação a vida.
As coisas somarão e a-crescentarão para que a-manhã não estejamos ar-rependidos mas tenhamos um coração cada vez mais voltado ao amor...

POLÍTICA - Lodetti (PP) fala sobre aliança com Gentil em prol de Dilma

O PP de Santa Catarina se posicionou a favor da candidata Dilma Rousseff (PT) e isso impli-cou na união dos adversários políticos Arnaldo Lodetti Júnior (PP) e Gentil da Luz (PMDB).

(Divulgação)

O presidente do Partido Progressista de Içara, Ar-naldo Lodetti Júnior, tem sido visto nos últimos dias de campanha dos candidatos à Presidência da República ao lado do prefeito Gentil da Luz (PMDB). Ambos apoiam a candidatura de Dilma Rousseff (PT).
A aliança não seria estranha se não se tratasse de a-dversários políticos ferrenhos. Lodetti é o responsável pelo processo de cassação ao prefeito içarense, que tramita na Justiça Eleitoral de Içara e em Brasília.
De acordo com progressista, a atitude de se aliar ao prefeito visa um objetivo maior, que é a eleição de Dilma. “No primeiro turno, apoiamos a candidata ao governo Angela Amin (PP) e a candidata à presidência Dilma Rousseff (PT). Caso houvesse segundo turno ao Governo do Estado entre Angela e Ideli Sal-vatti (PT), com certeza Dil-ma estaria aqui. Agora, no segundo turno, estou sendo coerente com o apoio que havia dado no primeiro. Por coincidência, o prefeito também tem a mesma opinião. Mas, isso não quer dizer que eu concorde com as atitudes dele no município”, destaca Lodetti.
O presidente do PP de Içara diz que nos dois anos de mandato, a administração municipal têm sido “bastante confusa” e que “o prefeito não conseguiu montar uma equipe”.
Apesar das críticas, Lo-detti chega a esboçar elogios à administração, dizendo que “em algumas coisas o prefeito está certo” e, ao ser perguntado sobre a recente atitude de Da Luz de se focar no atendimento à infraestrutura do município, o progressita opina. “Nesse ponto acho que ele se acordou. Isso é muito bom para o município. Só não pode esquecer das outras áreas essenciais, como a saúde e educação”.
Quanto ao processo que a coligação ‘Por Uma Içara Mais forte’ (PP/PT/PTB/PSDB) moveu contra o prefeito e o vice José Zanolli (DEM), para a retirada de diploma, Lodetti informa que um dos advogados responsáveis, Fabiano José Castanhetti, deixou o caso, por motivos pessoais. O outro advogado de acusação, Gabriel de Souza, permanece à frente do processo, que não tem previsão de data para julgamento.

COLUNISTA - Maso Nyetto,


“A Secretaria de Saúde está ciente do o problema interno na unidade, tirou a enfermeira-chefe mas a situação não se resolveu”. Presidente da União dos Conselhos Locais de Saúde de Içara, Jane da Silva, sobre o desentendimento entre equipe de atendimento e médica do ESF do Loteamento Jussara.

Tucanos de Içara
se reuniram na associação dos funcionários da Co-operaliança nesta quarta-feira para tratar da campanha e de estratégias pró-Serra no município.
O deputado estadual eleito Adilor “Dóia” Guglielmi agradeceu os votos e pediu que todos se empenhassem em favor do candidato à presidência pelo partido nas e-leições do segundo turno, nesse domingo, 31 de outubro.

O presidente do PP
Arnaldo Lodetti Júnior informou que vai fazer uma reunião nesta quinta-feira, dia 28, no diretório do partido, às 19h30min, para tratar sobre as ele-ições da Cooperaliança.
Pedro Deonísio Gabriel e Valmor Rosso devem passar pelo crivo dos 45 membros da Executiva e do Diretório.

O ex-secretário
de Assistência Social e do Trabalho e Renda, A-dair Benjamin de Souza, o China, entrou em pé de guerra contra o ex-prefeito Gentil da Luz, que o demitiu do cargo sem mais delongas. Está buscando documentos pra detonar o pe-emedebista.
Vem chumbo grosso por aí. Podem esperar.

O chefe do Cartório Eleitoral de Içara
Marcos Moraes, alerta aos mesários que trabalharam no 1º turno das Eleições 2010 que a convocação é válida para os dois turnos, ou seja, no dia 31 de outu-bro, todos devem apresentar-se nos mesmos horários e locais previstos na convocação recebida da 79ª Zona Eleitoral.

O prefeito de Içara
Gentil da Luz, vistoriou na terça-feira os trabalhos da sScretaria de Obras no Poço Oito, onde morado-res fecharam a rua visan-do melhorias. Os serviços devem ser finalizados nesta semana, segundo o encarregado de Obras, Márcio Realdo Toretti
Todos os dias o chefe do Executivo está a frente da Secretaria de Obras vistoriando e planejando cada frente de trabalho.
Espero que ele agüente o pique. Deveria aprovei-tar e fiscalizar mais de perto as construtoras que invadem as ruas no Cen-tro da cidade.

João Pizzolatti (PP)
que contratou uma leva de advogados para defen-dê-lo e acreditava na libe-ração na ficha suja para assumir a Câmara Federal em janeiro de 2011, pode pegar o boné e ír pra casa no dia 31 de de-zembro.
Ele recebeu mais de 100 mil votos, sendo 1.877 em Içara, mas com a a valida-de da Ficha Limpa nestas eleições, a sua candida-tura é nula e não cabe re-curso.
Outro que está fora da Câmara Federal é Paulo Maluf (PP-SP), que levou mais de 500 mil votos mas está na Ficha Suja.

Frase
“Político honesto é que nem Unicórnio, eu nunca vi, mas deve existir” (Autor desconhecido).

GERAL - Impasse permeia os trabalhos na Mina 101

Serviços na Mina 101, na localidade de Santa Cruz, foram retomados ontem, após dois meses de interrupção; Fundai afirma que ato é irregular e empresa teria tutela de redução de embargo.

(Alex Cichela/Jornal Içarense)

Após quase dois meses de interrupção dos trabalhos, ontem os funcionários da Mina 101, na localidade de Santa Cruz, voltaram à ativa. No entanto, o presidente da Fundação do Meio Ambiente de Içara (Fundai), Geraldo Baldis-sera, declarou que o ato é irregular.
Ele disse ainda que no fi-nal da tarde um fiscal iria até o local e caso fosse averiguado que a execução dos trabalhos, seria aplicado multa à Indústria Car-bonífera Rio Deserto. “Com a suspensão do embargo do Tribunal Superior de Justiça permanece o da Fundai”, ressalta.
A assessoria da empresa informou que entrou com uma ação anulatória de embargo e ganhou tutela antecipada para dar seguimento aos trabalhos. A tutela prevê a redução do embargo de 10 metros, para cinco metros da suposta nascente. A assessoria afirmou ainda que a medida permite que as atividades voltem ao normal no restante do empreendimento.
Conforme o procurador municipal Walterney Ré-us, o município e o órgão não foram informados a respeito da decisão, o que indicaria que não teriam si-do citados na ação. “Não temos conhecimento sobre nenhuma decisão”, ressalta. Réus sustenta que a irre-gularidade da normalização dos trabalhos e aplicação de notificação.
Na tarde desta terça-feira, 26, o Tribunal de Justiça de Santa Catarina, negou por unanimidade o a-gravo de instrumento que suspendia as licenças do empreendimento. Há dois meses, as licenças haviam sido suspensas sob alegação de ausência de parecer de uma equipe multidisci-plinar da Fatma. Já o embargo provido pela Fundai sustentava a existência de uma nascente de rio.

POLÍCIA - Demanda de agressão nas escolas é recorrente no Conselho Tutelar

Estudante chegou a agredir merendeira em uma escola no município; pelo menos dez atendimentos de agressão física são feitos durante o mês e caso de bullying está sob apuração do Ministério Público.

(Alex Cichella/Jornal Içarense)

Ser alvo de atitudes a-gressivas, receber apelidos, sofrer isolamento; essa é a rotina dos estudantes vítimas de bullying. O termo da língua inglesa, cada vez mais presente na sociedade, pode provocar con-sequências para a vida a-dulta.
Em Içara, uma ação de a-puração da prática foi instaurada pelo Ministério Público, no mês de agosto. Mas, os registros no Conselho Tutelar ainda são de poucos casos.
A conselheira Rainildes Luciano, explica que casos de violência verbal são u-sualmente resolvidos nas escolas, com a intermedia-ção de psicólogos, quando disponível. Em situações em que não há conciliação, o conselho é acionado.
Já as agressões físi-cas escolares, que não se aplicam na prática, respondem por pelo menos 10 a-tendimentos mensa-is do conselho. Den-tre os quais, está o caso de um estudante que chegou a agredir a merendeira de uma escola em Içara.
Se o conflito apre-sentar gravidade ou causar danos materi-ais, os pais são orien-tados a registrar Bole-tim de Ocorrência. Como a agressão a-tendida na última se-mana, em que um es-tudante quebrou o dente de outro com uma pedrada.
Para prevenir a recorrên-cia de bullying ou outro ti-po de violência, a conse-lheira Gislaine Batista Bar-bosa orienta os respon-sá-veis a dialogarem com os filhos e estabelecerem re-gras. “Em muitos casos falta a imposição de limites pelos pais”, comenta.

VARIEDADES - Festival de Teatro Amador de Içara termina nesta quinta

(Bruna Borges/Jornal Içarense)

(Bruna Borges/Jornal Içarense)




Criar na população da Região Sul do Estado o gosto pelas artes, especificamente, cênicas, é um dos objetivos do Festival de Teatro Amador de Içara, que chega a 9ª edição em 2010.


A 9ª Edição do Festival de Teatro Amador de Içara começou nesta quarta-feira, dia 27, e termina hoje, dia 28, com apresentações na Casa da Cultura Padre Bernardo Junkes. Partici-pam grupos teatrais e esco-las do Estado.
Na quarta-feira as apre-sentações iniciaram às 9h, com término às 20h. Hoje o espetáculo começa às 14h.
No total, doze peças tea-trais foram inscritas na ca-tegoria de teatro adulto.
“Vale ressaltar que o Fes-tival de Teatro Amador de Içara não tem caráter com-petitivo, e cada grupo rece-berá um troféu de partici-pação”, salientou a coorde-nadora de artes do municí-pio, Lílian Philippi.
O evento tem como pro-posta fomentar a criação e produção teatral no Sul de Santa Catarina.

ESPORTE - FME/Içara preparada para as atividades de Verão

Com a aproximidade da temporada a FME de Içara começa os preparativos para realização das principais atividades, e as reuniões do Praião e do Coroa Bom de Bola já tem datas marcadas.

(Arquivo/Jornal Içarense)

Mais um ano que chega ao fim, e uma temporada de verão que se aproxima, todos sabem que nesta época o encontro certo é no Distrito Balneário Rincão. Com isso todo o foco de atividades feito no centro se volta às areias da praia.
A Fundação Municipal de Esportes (FME) de Içara, através da comissão té-cnica realizou uma reuni-ão nesta segunda-feira, dia 25, para as definições das atividades esportivas da entidade durante o verão.
A FME divulgou as primeiras datas da principal atividade do verão. Contudo, o início das competiçõ-es está para ser confirmado.
O calendário oficial será um dos aspectos a ser definido nos congressos técnicos, que ainda irão acontecer. Aos interessados em garantir a permanência na Série A do Praião, a reunião ocorrerá no próximo dia 8 de novembro. O encontro da Segunda Divisão será definido no dia 10. Já o Coroa Bom de Bola terá debate iniciado com as equipes no dia 12. Todas as discussões ocorrerão na sede da FME, no Complexo Esportivo João Ramos Rous-senq, a partir das 19h.
Além das atividades tradicionais do Praião e do Coroa Bom de Bola a fundação programa para o verão os projetos brincando nas férias, e também o acompanhamento físico de profissionais de Educação Física em atividades esportivas e aeróbicas na beira-mar.
A equipe da Fundação Municipal de Esportes afirma que atividades como essa são de extrema importância para os veranistas e moradores do Rincão, sendo que a valorização da saúde deles sempre esteve na pauta da entidade.
O presidente da FME de Içara, Flávio Felisberto, afirmou que, além dessas competições tradicionais, a fundação também deve fazer parcerias para diversificar as atividades e atrair ainda mais o público que participa fielmente das a-trações oferecidas pela Ad-ministração Municipal de Içara, principalmente, durante a temporada.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

CAPA: Edição1.977 - Içara, 27 de outubro de 2010

Caminhão carregado de cêramica pega fogo e motorista sai ileso
(Alex Cichela/ornal Içarense)


Pelo bem de Içara
Diego dos Antos/Divulgação)


Moradores de Vila Nova reclamam da poeira nas estradas
(Alex Cichella/Jornal Içarense)

EDITORIAL - PMDB e PP unidos pelo “bem” de Içara

Que a política é dinâmi-ca e todos sabem disso. E que a ideologia partidária não é mais uma das pri-oridades das siglas, os eleitores estão percebendo nestas últimas eleições.
O interesse em se manter no poder faz com que par-tidos inimigos historica-mente unam as forças, co-mo está ocorrendo com o PMDB e PP de Içara, em favor de Dilma Rousseff (PT) e de Michel Temer (PMDB), contrariando as determinações de líderes catarinenses dos partidos.
Depois do segundo tur-no a rivalidade continua e os xingamentos também, até porque o PP é oposição do PMDB em Içara.

CHARGE

COLUNISTA - Elza de Mello


Nuances de Vidas
em Crônicas (65)


Quando floresciam os ipês e as matas parecia um imenso manto dourado, parece que havia todo um ritual da natureza. O sol anunciava os dias bem mais cedo, e a mata ecoava os gor-jeios da passarada em festa. Era comum o início do trabalho na roça, entrecortado pelo voo da passarada. Era no tempo da flo-rada do ipê que se dava o plantio das manivas de mandioca pa-ra a farinha e do aipim para o uso culinário; a se-meadura da melancia, da moranga, da abóbora, do pepino, do melão, do a-mendoim e do milho. A terra arada e desnuda esperava o plantio do produto econômico que o homem europeu conheceu e desenvolveu da cultura indígena, a mandioca. Era quando floresciam os ipês que a juventude, especialmente, usava todo o romantismo na confecção dos rendilhados e nas rimas dos caprichados pão por Deus. Receber um pão por Deus era o compromisso do envio de um mimo como presente de Natal. Era ainda um tempo em que o Natal simbolizava o nascimento do Menino de Belém e, entre as cantorias dos ternos de Reis e o folguedo do boi-de-mamão, as comunidades louvavam ao Filho de Deus nascido no lar de Nazaré. Era belo quando floresciam os ipês! A natureza em festa parecia louvar a Criação, e a Criatura retribuía na faina do seu dia-a-dia.
Hoje ainda florescem os ipês. Abro as janelas de minha casa e vejo as ondas amarelas nas restingas verdes dos bosques. A natureza ainda envia o seu aceno verde e amarelo nas primaveras brasileiras, mas as pessoas desconhecem o fazer cultural de um tempo de colonização. As novas gerações desconhecem a construção cultural de seus antepassados e, se não for trabalhada nas escolas, desconhecerão as raízes de sua cultura. É tão mais fácil consumir a cultura de massa, aos apelos da propagada, ao consumismo que a net propõe e a qual os pais, geralmen-te, não participam. Os filhos da classe trabalhadora passam o período de infância dividindo o seu dia entre a babá eletrônica (a televisão), e a escola pública. A sua adolescência continua a ser assistida pelos mesmos recursos. Os diálogos foram escasse-ados pela falta da presença de pais e também de amigos. Filhos únicos, na maioria, os pais afastam as amizades na tentativa de protegê-los. E são esses filhos únicos e solitários que não sabem dividir com outros, tendo-se uma geração egocêntrica. Como não aprenderam na sua formação de valores, não saberão preservar a família e honrar os pais na velhice. Não poderemos condená-los, não lhes foi repassado os valores mais no-bres da humanidade, o amor. O amor altruísta, aquele que se promove sem interesses individuais.
Mas...se ainda florescem os ipês, se ainda existe amor, se ain-da há pessoas abnegadas que promovam a paz e a fraternidade, ainda poderão ser retomados valores básicos para a formação do ser humano. E estes valores são transmitidos através de diálogos familiares, escolares e religiosos, recursos de comuni-cação oral tão necessário nos pilares da educação. Para a transmissão servem os meios onde se promova a educação informal ou formal. Se ainda florescem os ipês e se preserva o meio ambiente com tanta veemência em nosso meio, ainda é tempo de relembrar os ensinamentos que tivemos no decorrer da formação, e repassarmos para novas gerações. Ainda é tempo de valorizarmos a sabedoria de nossos idosos além dos corpos frágeis pelas perdas que a vida nos premia como troféu da longevidade. Vive bem quem adquire sabedoria para administrar sabiamente os desgastes da vida e, assim, depurar os valores humanos que sublimam o espírito na imortalidade.

POLÍTICA - CDR deixa de aprovar projeto de Içara por falta de quórum

A SDR de Criciúma realiza mensalmente assembleia entre os Conselhos de Desenvolvimento Regional (CDRs) dos 11 municípios da regional, para análise e aprovação de recursos estaduais.

(Divuçgação)

O Conselho de Desenvol-vimento Regional (CDR) se reuniu, em assembleia or-dinária, na Câmara de Ve-readores de Nova Veneza, na tarde de sexta-feira.
Na ocasião, foram apro-vados projetos encaminha-dos pelos municípios que compõem a Secretaria de Desenvolvimento Regio-nal de Criciúma.
Criciúma, Nova Veneza e Urussanga tiveram os projetos votados. Mas, os de Içara e de Orleans não foram analisados e nem votados por ausência da maioria dos membros do CDR dos dois municípios.
O CDR é formado pelos prefeitos, presidentes das Câmaras de Vereadores e dois representantes da so-ciedade civil organizada.
Em Içara, os conselhei-ros são: o prefeito Gentil da Luz; o presidente da Câma-ra, Acirton Costa; o coorde-nador da Unisul, Sandro Giassi Serafim; e o presi-dente da ACII, Adalberto Pizzetti. Destes, apenas o último compareceu.
“Nestes três anos que es-tou no conselho, faltei ape-nas uma vez. Enquanto que os outros faltam fre-quentemente. Isto prejudi-ca o município. Deixamos de ganhar R$ 40 mil, na úl-tima reunião, por falta de quórum”, explica Pizzetti.
Acirton Costa e Sandro Giassi Serafim informaram que tiveram outros com-promissos pré agendados e não puderam ir à reuni-ão. O presidente da câ-mara destacou que não há problema, porque “os pro-jetos voltam para votação na próxima assembleia”.
De acordo com o diretor da SDR, Walter Tiscoski, Içara tinha em pauta para votação apenas um projeto, o recurso para a compra de um trator com lâmina. A-pesar da falta de quórum, os projetos de Içara e Orle-ans chegaram a ser coloca-dos em votação. Mas, a ma-ioria votou contra, pelo fato dos representantes não estarem presentes.
O prefeito Gentil da Luz explicou que não compare-ceu por uma questão de in-satisfação quanto aos ou-tros recursos aprovados que não foram recebidos. “Este ano, com o período eleitoral, não adianta apro-var projetos, pois não ha-verá mais repasse de recur-so até o fim do mandato. O governo do Estado cance-lou quase R$ 2 milhões que nós tínhamos conseguido. Eu ficaria muito satisfeito se eles pelo menos cum-prissem com os compro-missos já firmados. Esta-mos esperando por recur-sos de vários projetos já a-provados pelo conselho”, explica o prefeito.
Da Luz destacou ainda que Içara é o município da regional com mais convêni-os e projetos na SDR.

COLUNISTA - Maso Nyetto,


“Não importa quem é que está na administração a comunidade está precisando e tem que fazer. Fizeram o Carna Rincão, o Cão Amigo, a Mesa do Prefeito e a comunidade do Nossa Senhora de Fátima ficou para tras”. Vereador Itamar da Silva (PP), sobre o abandono do Poder Público com os moradores do Bairro Nossa Senhora de Fátima, que sofrem há mais de dois anos com a precariedades das pontes, sendo que a marioria ainda continua sem consertos.


Os progressistas
Rodrigo Gonçalves, Arnaldo Lo-detti Júnior e Júlio César De Luca, junto com a sena-dora Ideli Sal-vatti (PT), se-gunda-feira, em São José, no encontro pró-Dilma Rousseff (PT) e Michel Te-mer (PMDB). Prefeitos progressistas de SC também participaram do encontro, promovido pelo secretário Nacional de Saneamento, Leodegar Tiscoski.
O prefeito de Içara, Gentil da Luz, também participou do encontro e tirou uma foto com os progressistas.
Ele, que foi um dos coordenadores da campanha no primeiro turno, continua o trabalho forte na Região Sul do estado, “Estamos aqui para mostrar o empenho e a força de Içara na campanha Dilma-Temer, o presi-dente do PP de Içara, Arnaldo Lodeti Jr, é nosso aliado nesta causa e está aqui também representando a nossa cidade”, argumentou da Luz, completando, “Ganha-mos no primeiro turno e vamos ganhar no segundo”.
Ontem Gentil participou do encontro Supraparti-dário em Criciúma, na quinta-feira recepcionará Te-mer, Presidente Nacional e candidato a vice na chapa de Dilma, em Florianópolis, e na sexta-feira estará junto com Tarso Genro (PT), em visita á Criciúma.


Representantes
do Sindserpi estiveram segunda-feira na Câmara de Vereadores de Içara, para justificar e pedir o a-poio dos vereadores ao Projeto de Lei nº PE/095/10, que insere dispositivo no art. 21 da Lei nº 1522, de 27 de dezembro de 19-99, que trata do Plano de Carreira dos profissiona-is do magistério.
De acordo com a presi-dente do sindicato, Vera Regina Vieira, com a alte-ração da lei em 1999, três professores ficaram de fo-ra do benefício de pro-gressão por desempenho.
“Na época da alteração da lei, estes professores já tinham atingido a letra máxima do plano de car-reira, por isso deixaram de receber a progressão de 4%, prevista no art. 20 da lei. Porém, nós não a-chamos justo que eles não recebam, pois continuam exercendo a profissão”, explicou a presidente do sindicato dos servidores.

O Tribunal
Regional de Trabalho, atendendo o recurso do Sindicato dos Empregados Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional do Estado de Santa Catarina (Se-nalba), deu provimento em favor dos ex-trabalhadores da Associação Feminina de Assistência Social de Içara (AFASI).
Isto porque denotou contrariedade em decisão anterior do colegiado sobre a falta de responsabilidade do Poder Público aos direitos trabalhistas àqueles que prestavam serviços ao município.
A revista no julgamento, pelo juiz Gilmar Cavalie-ri, foi divulgada no início da semana, em Diário Oficial. Contudo, já está expe-dida desde o dia 14., o que significa que um novo julgamento deverá ocorrer no Tribunal Superior do Trabalho, com expectativa pa-ra desfecho em 2011.

GERAL - Caminhões deixam comunidade sob poeira no bairro Vila Nova

Famílias da localidade levaram abaixo-assinado à Administração Municipal e ao Ministério Público solicitando melhorias; prefeito afirma que irá procurar a comunidade em busca de solução.

(Alex Cichella/Jornal Içarense)

A chuva do último fim de semana amenizou o maior empecilho das famílias que vivem no bairro Vila Nova, próximo à Urussanga Vel-ha: a poeira. Isso se deve ao fluxo intenso de caminhões de extração de areião na re-gião. Conforme os morado-res, veículos fazem de 80 a 100 viagens diárias.
Na última semana, um a-baixo-assinado com 230 no-mes foi entregue ao Ministé-rio Público de Içara. O mes-mo documento foi repassa-do à Administração Munici-pal há cerca de quatro me-ses, mas não houve respal-do do Poder Público.
Portador de asma e bron-quite, Hilário Colonetti, diz que a saúde da família tem sido comprometida com a e-minência da poeira. Mo-rando no local há 20 anos, ele aponta ainda que os ca-minhões representam perigo aos pedestres, já que muitos motoristas dirigem em alta veloci-dade na estrada.
“Um caminhão che-gou a arrancar uma pa-rada de ônibus, que até hoje não foi arrumada”, acrescentou.
O proprietário do ma-ior areial da localidade, Adilton Tramontim, ressalta que a pista é molhada nas ocasiões em que extraí o mate-rial. “Eu não posso me responsabilizar por todos os caminhões que passam”, disse.
O chefe do Executivo, Gentil da Luz, informou que irá entrar em contato com a comunidade na busca por u-ma solução. O prefeito a-crescentou que o bairro Ur-ussanga Velha está com o projeto de pavimentação encaminhado, mas não sou-be estimar uma data para a obra. O cronograma de pa-trolamento e revestimento de areião devem seguir nos ba-irros Poço Oito, Coqueiros, Mãe Luzia, Terceira Linha e Ponta do Mato.

POLÍCIA - Motorista perde controle e capota após pneu estourar

Caminhão de transporte de material cerâmico capotou ontem no fim da manhã no Anel Viário, entre Içara e Criciúma; e motorista conseguiu deixar o veículo antes do início do incêndio.

(Alex Cichella/Jornal Içarense)

Curiosos e motoristas que trafegavam pelo local, tiveram as atenções voltadas a um caminhão que tombou no Anel Viário, en-tre Criciúma e Içara. Por volta das 12h50min, o veículo de carga Scania Bi-trem, placas MHE-3598, de Tubarão, caiu após ter um dos pneus furados.
A cabine e parte da caçamba foram consumidas pelo fogo, que foi controlado pelos batalhões do Corpo de Bombeiros de Içara e de Criciúma. No total foram utilizados quase seis mil litros de água. Além do produto A3F, que atua co-mo gerador de espuma na contensão das chamas.
Conforme o soldado Jo-nas, o condutor A.M., 36 a-nos conseguiu sa-ir do veículo pouco antes do início do incêndio. O caminhão estava carregado de pisos, que ficaram espalhados pela pista até o início da tarde.
Na madrugada do último domingo, 24 de outubro, o Corpo de Bombeiros de Içara foi acionado para conter um incên-dio no bairro Ibi-rapuera, em Morro da Fumaça.
Por volta das 23h45min, um estabelecimento cerâmico de 500 metros quadrados foi atingido pelas chamas. Cerca de nove mil litros de água foram utilizados para conter o fogo.

VARIEDADES - Gilcec Contabilidade já atende em novo endereço

O Escritório de Contabilidade Gilcec mudou de endereço e conta agora com sede própria, no Centro de Içara, com mais espaço e conforto para atender aos clientes, além de um estacionamento amplo.

(Bruna Borges/Jornal Içarense)

A Gilcec Contabilidade e Assessoria passou a aten-der em novo endereço na última semana.
A empresa estava locali-zada na Rua Anita Garibal-di, nº 220, Centro de Içara. Agora, atende na rua Hen-rique Lage, nº 37, também no Centro da cidade.
“Nós já estávamos pen-sando nesta mudança há algum tempo. Pois, quería-mos um lugar que propor-cionasse mais comodidade aos clientes. Agora temos um estacionamento amplo. Em Içara, as pessoas têm dificuldade de encontrar lugar para estacionar. Os clientes elogiaram muito”, comenta o contador Gil-mar Celoy Custódio, um dos proprietários.
A empresa possui sete funcionário, que traba-lham oferecendo serviços de registros e baixa de em-presas, escrituração contá-bil, setor pessoal, imposto de renda de pessoa física e jurídica, entre outros.
Além da sede própria, a empresa possui, desde o a-no de 2002, filial no Distrito Balneário Rincão, na Aveni-da Leoberto Leal, nº 349.
“Vou ao escritório no Rincão todos os dias e lá temos uma atendente que fica à disposição no horário comercial”, diz Custódio.
De acordo com o conta-dor, os funcionários bus-cam se aperfeiçoar cons-tantemente, através de cursos na área contábil.
Gilmar Celoy Custódio, natural do Distrito Balneá-rio Rincão, formou-se em Ciências Contábeis em 19-90, pela Universidade do Extremo Sul de Santa Cata-rina (Unesc). Além disso, fez pós-graduação em Au-ditoria Empresarial.
O sócio Eraldo Santos Teixeira, é formado em Ci-ência Contábeis, em 2007, pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul).
O primeiro local em que começou a funcionar o es-critório, no início da em-presa, em 11 de novembro de 1992, foi na Galeria For-tulino. Depois de seis anos, foi transferida para a Rua Anita Garibaldi e, agora, para a Henrique Lage.
A empresa, há 17 anos no mercado, atende hoje cerca de 120 clientes.
“Quando iniciamos a em-presa foi um pouco difícil, porque tínhamos que conse-guir clientes. Mas, com o tempo, as pessoas passaram a reconhecer nosso trabalho e as coisas foram melhoran-do. É importante continuar atendendo bem para manter os que temos e conquistar novos clientes”, explica Gil-mar Custódio.
Santa Catarina possui 4.594 escritórios ativos de contabilidade e 11.954 pro-fissionais registrados, se-gundo o Conselho Federal de Contabilidade.
O atual presidente do Conselho Federal, que fica em Brasília, é um catari-nense: Juarez Domingues Carneiro.

ESPORTE - Campo do Jorge recebe mais dois jogos da LESC

Nesta noite serão realizadas mais duas partidas no Campo do Jorge, no bairro Jaqueline, válidos por mais uma rodada do 2° Campeonato de Futebol Suíço da Liga Esportiva do Sul Catarinense.

(Arquivo/Jornal Içarense)

Dois jogos nesta quarta-feira dão continuidade do 2° Campeonato de Futebol Suíço da Liga Esportiva Sul Catarinense (LESC), disputado no Campo do Jorge, no bairro Jaqueline, em Içara.
A equipe da Lage Silva enfrenta o Marlan Embalagens, enquanto a partida de fundo fica por conta de Fina Estampa Estamparia x Posto Pelegrin.
Na segunda-feira dia 25, o Brasil Pedreiras/Abimar Supermercados venceu o Bairro Esperança pelo placar de 2 a 1,, Já a segunda partida terminou com a vitória de 3 a 1 da Farmácia São Donato sobre o Pinhei-rinho Auto Peças.
Até o momento a organização técnica da competição contabilizou em 16 jogos, 79 gols marcados uma média de quatro gols por partida. As penalidades por cartões amarelos já se totalizam em 35, enquanto cartões vermelhos somam seis. O goleador da rodada é França, atleta da Marlan Embalagens, com seis gols.
O presidente da LESC Valdir Damiani Alves, afirmou que os resultados superam as expectativas e que a competição deste a-no está com um índice técnico muito bom.
A liderança na Chave A está com a Lage Silva, enquanto na B, o Fina Estampa está na frente. Ambas equipes estão com sete pontos em três jogos.

DISTRITO - Inscrições para guardavidas encerram nesta quinta-feira

A última Operação Veraneio foi iniciado curso com 40 pessoas, mas somente 29 atuaram como guardavidas; inscrições podem ser feitas até amanhã nos batalhões de Criciúma e de Içara.

(Arquivo/Jornal Içarens)

Interessados em contribuir para o sucesso da Operação Veraneio, tem até amanhã para se inscrever no processo seletivo para guarda-vidas. As inscrições podem ser feitas nos batalhões do Corpo de Bombeiros de Içara e de Criciúma. Homens e mulheres maiores de 18 anos, aptos para a função, podem participar.
Na sexta-feira, 29, será realizada a prova de natação na Lagoa dos Freitas, em que os candidatos deverão nadar 500 metros quadrados, no período de 15 minutos. Provas como a atravessar rebentação do mar e corrida também serão aplicadas.
O sargento Cleiton Albino, explica que durante as provas será realizada uma escalada de seleção entre os que apresentaram melhor desempenho nas atividades. Posteriormente, o grupo recebe um curso com duração de um mês, em que são ensinadas as técnicas necessárias para o trabalho de salvamento.
O sargento aponta que existe grande desistência da função após o cur-so, já que muitos o realizam por experiência. Na temporada passada, a operação no distrito Balneário Rincão foi iniciada com 40 pessoas e terminou com 29.
“Após as desistências não é possível chamar outras pessoas, porque não tem como ensinar tudo novamente. Então trabalhamos com o que temos. Não é o ideal, mas primamos pela qualidade no atendimento”, pontua o militar.
Para realizar a inscrição é necessária a apresentação de duas fotos 3x4 atuais, fotocópias do documento de identidade, CPF e comprovante de residência, além de atestado de boa saúde.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

CAPA: Edição1.976 - Içara, 26 de outubro de 2010

Moradores fecham rua
(Alex Cichella/Jornal Içarense)


Descontentes discutem chapa de oposoção a Pedro Deonísio Gabriel
(Bruna Borges/Jornal Içarense)


Acidente entre moto e carro deixa trânsito lento na SC
(Alex Cichella/Jornal Içarense)

EDITORIAL - Moradores querem melhorias urgentes

A comunidade içarense, depois de quase dois de co-branças, cansou de esperar pelas melhorias nas ruas e começa a se manifestar pa-ra que o Prefeito Gentil Do-ry da Luz, agora como responsável da Secretaria de Obras, dê início a pavimentação e patrolamento das estradas como prometeu, como é o caso do Poço Oito.
Gentil terá que arregaçar a manga e cumprir o que vir a prometer, porque a malha viária de Içara é grande, e precisa muito mais do que uma centenas de caçambas de areão. U-ma coisa é certa: se pisar na bola, vai ser cobrado.

CHARGE

De olhovivio na Cultura

Festiva de Teatro Amador

A 9ª edição do Festival de Teatro Amador de Içara será realiza nos dias 27 e 28 de outubro, na Casa da Cultura Pa-dre Bernardo Junkes. Conforme o regulamento é aberta a participação de grupos teatrais e escolas de Santa Catarina.
Na quarta-feira as apresentações iniciam às 9h e vão até às 20h. Já no dia 28 o espetáculo começa às 14h.
Entre inéditas e já publicadas ou apresentadas em outros festivais, doze peças teatrais estão inscritas na categoria de teatro adulto, tendo a duração mínima de 10 minutos e no máximo 60 minutos. “Vale ressaltar que o festival não tem caráter competitivo, e cada grupo receberá um troféu de participação”, explicou a coordenadora de artes Lílian Phi-lippi, acrescentando que o evento tem como proposta fomentar a criação e produção teatral no Sul do Estado; “além de despertar o público para a apreciação da arte e propiciar o acesso da população ao teatro; e criar uma tradição no campo das artes, especificamente, das artes cênicas”.
PROGRAMAÇÃO
27/10-Quarta-feira
9h30min: Grupo Luz da Arte: Baú de Fantasias em: O Impacto Ambiental - Sombrio.
10h: Grupo Quintino em Arte: Casamento de Maria Feia - Içara.
10h30min: Grupo de Teatro Atitude: Aprendendo Brincadeiras - Sombrio.
11h10min: Grupo Luz da Arte: Vicente,o dente que sente - Sombrio.
13h30min: Street Dance FAÇART - Içara.
13h45min: Grupo Luz da Arte: Baú de Fantasias em: O Impacto Ambiental - Sombrio.
14h20min: Grupo de Teatro Atitude: Aprendendo Brincadeiras - Sombrio.
15h20min: Grupo Luz da Arte: Vicente,o dente que sente - Sombrio.
16h30min: Grupo Bocarela das Palavras: O Enfermeiro - Araranguá.
17h: Entrega de certificado e troféu.
19h20min: Voz e violão FAÇART - Içara.
19h40min: Grupo Teatral 801: Não dá Nada - Criciúma.
20h: Cia de Teatro Urussanga em Cena: Geração Trianon - Urussanga.
21h: Entrega de certificado e troféu.
28/10-Quinta feira
14h: Grupo Quintino em Arte: Casamento de Maria Feia - Içara.
14h30min: Grupo Teatral Arte no Palco: O Desaparecimento de Feiurinha - Forquilhinha.
15h30min: Entrega de certificados e troféu

POLÍTICA - Vereadores pedem solução nas estradas danificadas

A revitalização e limpeza das ruas que foram danificadas para colocação da rede de esgoto no município foi a pauta de reunião na Câmara de Vereadores de Içara nesta segunda-feira.

(Mso Nyetto/Jornal Içarense)

A Setep Engenharia e Ar-quitetura, empresa responsável pela instalação da re-de de coleta de esgoto sani-tário no município, vai paralisar a obra nas ruas pavimentadas e focar na recuperação das vias não pa-vimentadas que ficaram danificadas após a execução do serviço, com limpeza e compactação das lajo-tas soltas.
A decisão foi comunica-da pelo engenheiro Gabri-el Augusto Macarine, em reunião na noite de ontem, no Legislativo içarense. O encontro, convocado pelos vereadores, contou também com a presença da diretora administrativa financeira do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto de Içara (Samae), Suzana Martinhago Cardoso; do engenheiro da Se-tep, Marcelo Del Moro; e dos moradores dos bairros Jardim Elizabete e Jaqueli-ne, entre outras pessoas.
Os moradores se mostraram bastante irritados com a situação das ruas, reclamando das lajotas mal colocadas e da falta de limpeza no local.
De acordo com Del Moro, a empresa ganhou a licitação para executar um projeto com os serviços já definidos, e que o erro já vem de muito tempo, desde a e-laboração do projeto, que prevê a reutilização de ma-terial. Além disso, segundo ele, a Caixa Econômica Federal está dificultando o repasse do dinheiro para continuar a obra.
A representante do Sa-mae também sugeriu a paralisação da obra até que as ruas fossem totalmente recuperadas.
Ao final da reunião, além do reparo nas ruas não pa-vimentadas, com inicio a partir de hoje, ficou definida a data para uma nova reunião, agora entre a Caixa Econômica Federal, o Sa-mae e o Legislativo, para discutir os recursos e as condições em que será reiniciada a obra.

COLUNISTA - Maso Nyetto,


“Temos que tomar algumas providências e questionar onde estão indo os recursos. Só estamos pagando e não estamos recebendo nada de volta. Por isso que tem um grande número de associados descontentes com a atual administração da Cooperaliança”. Declaração do empresário José Francisco Pizzetti, na reunião de ontem do grupo de oposição à atual administração da Cooperaliança.

O Prefeito de Içara
Gentil Dory da Luz (PMDB) e o presidente do PP de Içara, Arnal-do Lodetti Júni-or, se reuniram ontem, no Paço Municipal, para juntar forças em favor da vitória de Dilmar Rous-seff (PT) e de Mi-chel Temer (PM-DB), no segundo turno no dia 31 de outubro.
A foto foi postada no Twitter do prefeito que fez o seguinte comentário: “Tudo pelo melhor de Içara”.
Lodetti e Da Luz são ferrenhos adversários políticos de mais de 20 anos, sendo o progressista responsável pelo processo de cassação que o peemedebista res-ponde na Justiça Eleitoral (faltam dois, um no TSE e outro no Fórum de Içara), fora as acusações que marcaram o pleito.
Não sei como os filiados dos dois partidos vão ver essa bandeira branca, mas talvez seja um abertura de uma futura coligação futura entre PMDB e PP. O esforço dos dois deve ser louvável. Afinal, a política é cheia de altos e baixos. Ora se está por cima, ora se está por baixo. Mas que vai se engraçado ver Lodetti e Gentil no mesmo palanque, isso vai.


Ele também twittou
“Vou tomar frente dos trabalhos de infra-estrutura juntamente com o Subprefeito Jairo Custódio, como fiz com o Social farei também com a O-bras sem atrasar salários e pagando os fornecedores, recuperando o crédito da Prefeitura com todo comércio e o meio empresarial. Mais uma manhã que comando frente à Secretaria de Obras. Cheguei cedo na garagem da Prefeitura e agora vai ser assim”. Vou torcer que is-so aconteça, Gentil.

Tem deputado
eleito que pode ser cassado por não ter pago algumas continhas de campanha.
E agora com o Projeto Ficha Limpa qualquer dívida, eu escrevi qualquer dívida, pode gerar a cassação do diploma, caso seja comprovado o débito junto ao Cartório Eleitoral e não como era antes quando os políticos deixavam um rastro de dívidas e só pagavam de quatro em quatro anos.
A lei veio para moralizar a classe política.

O vereador André Mazzuchello Jucoski
o Polakinho pretende reunir o diretor da Santec Resíduos, Willian Vagner Lima, o Presidente da Fundai, Ge-raldo Baldissera, o secretário de Indústria e Comércio, José Zanolli, o secretário de Obras, Jairo Celoy Custódio, e o secretário de Planejamento, Emerson de Jesus, para tratarem sobre o destino do terreno que era usado no antigo lixão do Poço Oito.
Segundo tucano, o lote que servia como depósito de lixo, pode ser recuperado de uma forma que possa ser utilizado para instalação de empresas. “Em visita a Santec conversei com o Willian, que tem uma proposta para apresentar aos vereadores e também a Fundai referente a aquela área, que recuperado pode abrigar várias empresas, e sabemos que vários empresários estão querendo se instalar no município, próximo a BR-101, isso vai gerar empregos para a cidade”; falou Polakinho.
A reunião será dia 8 de novembro, na Câmara.

GERAL - Comunidade do Poço Oito protesta por pavimentação

Cerca de 50 moradores do localidade fecharam acesso à Rua Geral, com veículos, cadeiras e churrasqueira improvisada e manutenção das ruas começou a ser feita no início da tarde.


(Alex Cichella/Jornal Içarense)

Em protesto, os moradores do Poço Oito bloquearam o acesso à Rua Geral, durante a manhã de ontem. A comunidade acomodada até assou churrasco no meio da rua. Apesar do bom humor, os quase 50 moradores reivindicam uma atenção urgente do Poder Público de Içara.
Entre os descontentes es-tá Alencar Floriano, morador da localidade e proprietário de uma oficina mecânica. Divido entre os negócios e o bem-estar da co-munidade, ele aponta que prefere as melhorias nas ruas, a lucrar com os prejuízos advindos da falta de pavimentação. “Nesse ca-so se ganha e se perde muito. A maioria dos carros quebram por aqui, mas também tem muita gente que deixa de vir a oficina porque não tem como encarar essas ru-as, que estão péssimas. Moro aqui há muito tempo e as estradas nunca estiveram como estão hoje”, afirma.
Conforme o presidente da Associação de Moradores, Alan Mot-ta, o Prefeito Gentil da Luz visitou o local no início da tarde. Em seguida os trabalhos na pavimentação foram iniciados. “Se não tivéssemos trancado a rua, não teríamos recebido atenção”, considera.
A mobilização foi encerrada por volta das 15h.
O encarregado de Obras, Márcio Realdo Toretti, informou que buracos são completados com um material de maior resistência, para a posterior aplicação do areião. “Com a colaboração do tempo, vamos trabalhar para atender o mais breve possível a reivindicação da comunidade”, ressalta Toretti.

POLÍCIA - Colisão com moto e carro causa lentidão na SC-444

Pelo menos quatro acidentes de trânsito foram registrados no município durante o fim de semana; e na manhã desta segunda acidente envolvendo carro e motocileta deixou um ferido.


(Daniela Soares/Jornal Içarense)

Um acidente causou fila intensa na Rodovia SC-444, ontem pela manhã, no bairro Nossa Senhora de Fátima. A motocicleta placa LYH-5041, colidiu contra o Ford Fiesta placas MGY-7981. O motociclista V.S.F., 64 anos, com dores nas pernas e foi atendido pelo Corpo de Bombeiros. Já H.D.S., 54, motorista do Fiesta, nada sofreu, houve apenas danos materiais. Ambos veículos eram de Içara.
Na manhã de domingo, 24, por volta das 9h40min, outro acidente foi registrado na Avenida Costa e Silva, no Centro. O Ford Ka placas AHJ-2587, de Içara, colidiu contra o Rena-ult Clio placas MHY-4067, de Criciúma. Houve apenas danos materiais.
Já na madrugada do mesmo dia, E.S., 25 a-nos, chocou o veículo Palio contra um cavalo, na Rodovia SC-444, no trecho de acesso ao Distrito Balneário Rin-cão. O condutor e a ca-roneira não sofreram ferimentos, apenas um grande susto. O animal morreu.
No dia anterior, por volta das 11h45, um Ford Focus de Tubarão capotou no bairro Esplanada. O condutor, J.A.D., 46 anos, que dirigia no sentido Sul/Norte, não sofreu ferimentos e negou assistência hospital. Outra capotagem deixou dois jovens feridos, durante a tarde, na localidade de Santa Cruz, em Içara.

VARIEDADES - Alunos da Escola Ângelo Zanellato criam jornal

O Jornal Zanellato contará a história de Içara e da Escola Angelo Zanellato, através de textos criados por alunos da 8ª série da instituição; a atividade faz parte do projeto pedagógico.


(Maso Nyetto/Jornal Içarense)



A E.M.E.F Ângelo Zane-llato, do bairro Primeiro de Maio, em Içara, está desen-volvendo, com os alunos da 8ª série, um jornal sobre a história da escola e, tam-bém, do município.
A atividade faz parte do projeto pedagógico, que tem como tema Içara Nossa Terra, Nossa Gente, Rumo aos 50 Anos.
“Com a produção dos textos para o jornal, os a-lunos aprenderão um pou-co mais sobre Içara, como as famílias mais antigas da cidade, os costumes, entre outras características his-tóricas”, explica a coorde-nadora pedagógica Maria Lúcia Mendes Topanotti.
O periódico, que se cha-mará Jornal Zanellato, está sendo feito nas aulas da disciplina de Língua Por-tuguesa e é o último tra-baLho do trimestre.
“Este projeto veio a ca-lhar com o tema da Olim-píada de Língua Portugue-sa Escrevendo o Futuro, que é ‘O lugar onde vivo’. Os alunos participaram da Olimpíada criando textos com os diferentes tipo de gêneros literários”, conta Maria Lúcia.
Na última sexta-feira, dia 22, o editor-chefe do Jornal Içarense, o jornalista Vilmar Santos Nietto, o Maso Nietto, esteve na escola para palestrar aos alunos sobre como se faz um jornal.
“Foi muito interessante a troca de idéias entre o jor-nalista, alunos e professo-res. Agora é colocar mãos à obra, para o nascimento do jornal virar realidade”, fala, entusiasmada, a dire-tora Dalva de Mello.
Para o estudante Alison Demétrio, 15 anos, a ativi-dade possibilita desenvol-ver habilidades. “A minha equipe vai escrever uma reportagem sobre o Joesi-nho, que ocorreu na se-mana passada”, explica.

ESPORTE - Criciúma agora quer conquistar a Série C

O Tigre venceu o Macaé-RJ, por 2 a 0, com gols de Marcos Denner e Roni, garantido a vaga na Série B de 2011 e a torcida tricolor teve participação importante na classificação.

(Divulgação Criciúma)

A festa dos torcedores do Criciúma começou minutos antes do apito final que decretou a vitória de 2 a 0 do Tigre sobre o Macaé.
Aos poucos, a torcida começou a pular o alambrado e esperar pelo final da partida atrás do goleiro Ever-ton, da equipe carioca.
Quando o jogo acabou, centenas de torcedores invadiram o campo para comemorar e abraçar os jogadores. Alguns choravam de emoção pela conquista.
Um dos atletas mais procurados na rápida festa antes da descida ao vestiário foi o goleiro Agenor. Ele fez uma defesa extremamente difícil no segundo tempo quando o jogo ainda estava 1 a 0. Praticamente o estádio inteiro gritou em coro “fica Agenor, fica Agenor”.
Emprestado pelo Internacional, o goleiro deve re-tornar a Porto Alegre ao final do empréstimo, mas o clube tentará a permanência dele no Magestoso.
Meia hora depois do fim do jogo a festa saiu do estádio e ganhou as ruas de Criciúma. Soltando foguetes e fazendo buzinaço a torcida deu início a uma co-memoração que se depender da torcida tricolor só deve acabar junto com o campeonato e quem sabe um grito de campeão e uma nova estrela no peito.
Após encerrar a participação na Série C, em novembro, o Tigre irá em busca de um técnico para comandar a equipe na próxima temporada. Em entrevista coletiva após a vitória sobre o Macaé, o técnico Argel Fucks afirmou que vai deixar o clube depois de disputar a final da competição. Ele diz ter feito grandes amizades na cidade e sente-se feliz por traba-lhar no clube, mas fez um desabafo. Não falou abertamente sobre as críticas que recebeu nos seis meses em que está no Sul do Estado, mas “detonou” aqueles que o cobraram demais.
Gaúcho de Santa Rosa, Argel aproveitou o momento positivo para elogiar a escola gaúcha de treinadores, que fez parte das maiores conquistas do Cri-ciúma em nível nacional.
Homenagem
O torcedor símbolo do Criciúma Esporte Clube, o aposentado Ivo Costa, 64 a-nos, faleceu na madrugada deste domingo, dia 24. Ele morreu em casa, após alguns dias hospitalizado.
Ivo Costa foi vítima de uma bomba jogada pela torcida do Avai, em um jogo contra o time da capital, no dia 24 de fevereiro de 2008, e desde então vinha se recuperando da perda da mão. O maior sonho do torcedor era ver o time do Criciúma outra vez na Série B do brasileiro. A equipe tricolor prepara uma homenagem à Costa na próxima partida a ser disputada em casa.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

CAPA: Edição1.975 - Içara, 23 de outubro de 2010

Complexo Cultural deve ter continuidade em 2011
(Daniela Soares/Jornal Içarense)


Gentil da Luz e LHS entram em comflito através da imprensa
(Arquivo/Jornal Içarense)


Limpeza acelerada no Cemitério Municipal
(Maso Nyetto/Jornal Içarense)

EDITORIAL - Briga de Gentil com LHS terá respingo

Desde que assumiu a postura favorável à campanha de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) à Presidência da República, já no primeiro turno, o Prefeito de Içara, Gentil Dory da Luz, entrou numa briga com Eduardo Moreira e Luiz Henrique da Silveira (LHS), que desde o ínicio manifestaram apoio ao tucano José Serra. E essa briga pode ter respingo no futuro. LHS, que esteve no lado de Gentil em todo o processo de cassação do içarense, reclama do abandono de Temer quando precisou de apoio em Brasília, na ação impetrada pelo PP.

CHARGE

COLUNISTA - Viviane Maragno,


Psoríase

O que é?
A psoríase é uma doença inflamatória da pele, benigna, crônica, relacionada à transmissão genética e que necessita de fatores desencadeantes para o seu aparecimento ou piora (principalmente no inverno). Afeta 1% a 2% da população mundial. Acomete igualmente homens e mulheres, embora o início seja mais precoce nas mulheres. Existem dois picos de idade de prevalência: antes dos 30 e após os 50 anos. E, em 15% dos casos, surge antes dos dez anos de idade.
Como se desenvolve?
É uma doença não contagiosa, multigênica (muitos genes envolvidos), e em parte dependente de fatores externos. Pode aparecer sob diferentes formas clínicas e diferentes graus da doença. É descrito 30% de incidência familiar. O desencadeamento pode ocorrer em qualquer idade, motivado por influência do meio, alguns medicamentos ou estresse. Em pessoas com história familiar, o início pode ser mais precoce.
O que se sente?
As lesões são muito típicas, com períodos de exacerbações e remissões, localizados principalmente em superfícies de extensão como joelhos e cotovelos, couro cabeludo, palmas das mãos, sola dos pés (áreas de maior traumatismo).
Como é feito diagnóstico?
O diagnóstico, em geral, é fácil, e baseia-se na história clínica e achado de lesões típicas com dados característicos na raspagem das lesões ao exame pelo médico. Em casos mais graves ou formas não usuais podese lançar mão de biópsia de pele (exame de pele com diagnóstico característico ou indicativo). Alguns exames laboratoriais podem colaborar na investigação de desencadeantes da doença (como diabete e infecção estreptocócica).
Como se trata?
É importante fornecer orientações gerais quando à doença, individualizando o tratamento conforme as características de cada paciente. Lembrar do aspecto não contagioso da doença, dos fatores desencadeantes, tais como estresse, frio, exposição excessiva ao sol, algumas doenças (diabetes não controlada, surtos infecciosos), e uso de alguns medicamentos. Casos leves a moderados (75% a 80% dos casos) podem ser controlados com medicação de uso local na pele, devendo sempre ser indicados e controlados pelo médico.
Os casos mais severos e extensos requerem uma abor-dagem mais controlada e agressiva, com medicações de uso oral em esquema rotativo, visando o mínimo de efeitos colaterais de cada medicação e uma tolerabilidade maior do paciente com o esquema proposto. A exposição moderada ao sol e a hidratação contínua da pele são importantes para a maioria dos pacientes.
Como se previne?
É muito importante esclarecer o paciente sobre a doença: sua evolução, desen-cadeantes, tratamentos disponíveis e envolvimento emocional. Não se tem ainda como prevenir a psoríase. Cada vez se estuda mais a doença, já com muitos avanços no tratamento, mas ainda é um desafio manter o paciente sem lesões com segurança por muito tempo.
Até a proxima semana com mais um assunto de interesse público.

POLÍTICA - Prefeito Gentil da Luz rebate declarações de Luiz Henrique

O prefeito de Içara, Gentil da Luz, que apoiou a candidatura de Luiz Henrique da Silveira, rebateu a acusação do senador, sobre não seguir as orientações do líder estudual do partido.


Em Santa Catarina, a rachadura do PMDB ficou ainda mais exposta nesta reta final da campanha para o segundo turno das eleições presidenciais. Parte das lideranças apoiam Dilma Rousseff (PT) e outra, José Serra (PSDB).
O ex-governador e atual senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB), saiu fortalecido do primeiro turno, após consolidar o projeto político que começou em suas mãos: a Tríplice Aliança (coligação entre PM-DB, DEM e PSDB).
Desde o início das campanhas, LHS tem se empenhado na candidatura de Serra, o que não agrada ao prefeito de Içara, Gentil da Luz (PMDB), que apoia a candidata do PT.
No primeiro turno, Da Luz criticou o “fanatismo” de LHS por José Serra. Agora, em declaração à colunista política Karina Manarin, disse que LHS vai ter pouca influência no Governo Federal, porque Dilma Rousseff (PT) sairá vitoriosa, afirmando ainda que quem vai ajudar Içara é Michel Temer (PMDB), vice da petista.
Em discurso em Araranguá nesta quinta-feira, durante a visita do vice de Ser-ra, Indio da Costa (DEM-RJ), LHS comentou a declaração do prefeito içarense, o que também foi divulgado pela colunista.
“Eu li no jornal sobre as declarações do prefeito de Içara. Nós vamos para a rua mostrar ao prefeito quem é quem. O Michel Temer não moveu uma palha quando eu estava com processo e, afinal, quem é esse prefeito que não segue a orientação do líder maior do partido no Sul, que é o Eduardo Moreira?”, disse o senador peemedebista.
Em resposta, o prefeito declarou ao Jornal Içarense: “E quem é esse senador que vota contra o presidente nacional do partido?”; e fala sobre si: “Este prefeito tem 146 projetos cadastrados em Brasília e uma visão de tudo aquilo que Lula fez de bom para o país”.
Da Luz ainda falou sobre sua participação na vitória de LHS. “Eu ajudei a elegêlo. Tenho carinho por ele”. Mas, não deixou de tomar posição. “Vamos ganhar em Içara e no Brasil. Sou disciplinado, por isso sigo o presidente nacional da sigla, que também é meu amigo”, destacou.

COLUNISTA - Maso Nyetto,


“Esta chegando à temporada de verão e aumenta o fluxo de veículos. Caso o Estado não tiver condições de fazer a obra, então que seja colocado areão nas laterais da rodovia para que as pessoas tenham segurança com o acostamento”. Vereador Jurê Carlos Bortolon (PMDB), se referindo ao acostamento da Rodovia SC-444 até o Rincão.

Os vereadores de Içara
aprovaram na sessão desta quinta-feira, o requerimento do vereador Itamar da Silva (PP), solicitando uma reunião para tratar de assuntos relacionados ao atraso das obras de conclusão da rede de esgoto, nas ruas dos bairros Jardim Elizabete e Jaqueline, onde até a presente data não foram recolocadas as lajotas e muito menos realizado a limpeza necessária.
O encontro pretende contar com a presença do responsável pela Setep, empresa responsável pela execução das obras, Diretor-Presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) Paulo Preis Neto, e moradores dos referidos bairros.
Para Silva, a empresa deve explicações aos vereadores e comunidade, haja vista a situação das ruas contempladas com as obras. “Há uns 40 dias o pessoal da empreiteira esteve nesta Casa e afirmou que no máximo em 15 dias, estavam fazendo a limpeza nas ruas, mas até agora não fizeram nada disso, os moradores estão sofrendo com a poeira”; comentou Silva.
A reunião será segunda-feira, dia 25, após a sessão ordinária no Plenarinho Adão dos Santos Moreira, na Câmara Municipal.

Arnaldo Lodetti Jr
presidente do PP de Içara, afirmou que foi de Dil-ma Rousseff (PT) no primeiro turno e que vai fazer o mesmo no dia 31 de outubro.


José Zanolli
foi um dos responsáveis pela votação do deputado estadual eleito, José Nei Ascari (DEM), em Içara, e também dos 846 votos de Paulo Bornhausen (DEM).

Rápidas
* Secretário da Uaci, Rubens Torres quer cobrar R$ 18 mil da Uaci, alegando que foi o que gastou com o carro da entidade, durante o tempo que ficou em seu poder. Uma ressalva: carro não custa mais do que R$ 10 mil.
* TRE de Santa Catarina aplicou multa individual de R$ 2 mil para o presidente estadual do PDT, Ma-noel Dias, e candidato a vice-governador de Angela Amin, por propaganda irregular em Chapecó.
* Conselho de Desenvolvimento Regional aprovou projetos para Criciúma, Nova Veneza e Urussanga, enquanto os de Içara e Orleans não foram analisados por ausência da maioria dos membros dos dois municípios.
* Fazem parte do CDR, o prefeito, o presidente da Câmara e dois representantes da sociedade civil. O que estavam fazendo os representantes da cidade que não participaram do encontro.
* Segundo o deputado Manoel Mota (PMDB, o Gentil da Luz tem o compromisso de indicar o seu assessor Wagner Pizzetti na Secretaria de Obras. Pelo que parece que não vai ser desta vez.
* As últimas pesquisas comprovam Dilma Rousseff (PT) com uma certa vantagem sobre José Serra (PSDB) de 6% a 12% com a margem de erro. Parece que o “papel na cabeça” do tucano não está rendendo o esperado.

Frase
“Um homem não está acabado quando ele é derrotado, mas quando desiste..” (Richard Nixon - ex-pre-sidente norte-americano que renunciou ao cargo).

GERAL - Espera pelo término do Complexo Cultural continua no município

Em seguimento à obra parada há mais de dois anos, a Administração Municipal deverá solicitar apoio do Governo do Estado e projeto prevê estrutura para teatro, biblioteca e outros compartimentos.

(Alex Cichella/Jornal Içarense)

O projeto do Complexo Cultural Jorge Elias de Lucca, idealizado há 15 anos, propõem a construção de teatro, biblioteca, auditório, ateliês, entre outros compartimentos. Mas, as opções culturais dos içarenses continuam limitadas. A obra foi interrompida logo no início da estruturação, há dois anos.
“É uma obra grande e importante. Não só em tamanho, mas em qualidade. É uma pena estar parada, mas não podemos deixar morrer”, diz o arquiteto e autor da projeção Ricardo Lino da Silva.
Para ele, o município é carente no âmbito cultural, o que seria amenizado com a execução dos serviços. “Não temos espaço para fazer uma formatura ou uma convenção em Içara. Acabamos perdendo boas oportunidades por falta de estrutura”, ressalta.
Conforme o chefe do Executivo, Gentil Dory da Luz, a obra do complexo terá continuidade, ao contrário do que havia falado no ano passado. Ele diz que se reunirá com os engenheiros da Secretaria de Obras para definir os serviços. Para tal, a Administração Municipal deve apresentar projeto junto à Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) para solicitar apoio. “A decisão política está tomada. Faltam a técnica e a judicial”, salienta.
Da Luz comenta ainda, que o resultado deverá ser positivo em razão da vitória eleitoral de Raimundo Colombo e Eduardo Moreira à frente do Governo do Estado. Já a construção da Unidade de Pronto Atendimento 24h, que foi cogitada para o local, deverá ser realizada na garagem da prefeitura, no bairro Primeiro de Maio.

POLÍCIA - Região Sul registra acidentes com motocicletas e vítimas

Motociclista perde controle em curva, cai e sofre escoriações na Rodovia Lino Zanolli, no Bairro Aurora; durante a madrugada outro condutor veio a óbito em acidente na BR-101.

(Alex Cichella/Jornal Içarense)

Os acidentes envolvendo motocicletas têm sido recorrentes na região. Em Içara, no início da tarde de ontem, foi registrada uma nova ocorrência com vítima, na Rodovia Lino Zanolli, no bairro Aurora.
Por volta das 12h30min, A.E.M., 49 anos, perdeu o controle da motocicleta e veio a cair na pista, ao fazer a curva próximo à Igreja Assembleia de Deus.
Conforme o sargento da Polícia Militar de Içara, Michel Costa, familiares encaminharam o condutor, que sofreu escoriações, ao Hospital São Donato.
Durante a madrugada, o condutor de uma motocicleta com placas de Içara veio a óbito em acidente. A ocorrência aconteceu na BR-101, na região de Sanga da Toca, em Araranguá. Por volta da 4h30min, o veículo Siena, placas MGQ-1408, de Criciúma, colidiu contra a motocicleta placa MGB-1084.
O motorista do carro, M.D.B., 34 anos, nada sofreu. Enquanto que o condutor da moto, Gersino Horácio, 54 anos, veio a óbito no local. Ele não estava usando capacete e sofreu traumatismo craniano,
Como a vítima não portava documentos na hora do acidente, foi identificada somente pela manhã por familiares no Instituto Médico Legal (IML).
O homem era morador da localidade de Soares, em Araranguá.
A Polícia Rodoviária Federal alerta para que os motoristas e motociclistas viagem com muito cuidado na Rodovia BR-101.

VARIEDADES - Escritoras içarenses lançam livro na Casa da Cultura

Depois do lançamento em Criciúma, na Livraria Fátima, as escritoras Elza de Mello Fernandes e Maria de Fátima Silveira Pavei trazem à apreciação dos içarenses o livro ‘Eco de Duas Vozes’.


(Divulgação)


(Maso Nyetto/Jornal Içarense)

Versos e prosas, de autoria das escritoras içarenses Elza de Mello Fernandes e Maria de Fátima Silveira Pavei estão disponíveis no livro ‘Eco de Duas Vozes’, lançado na noite de ontem na Casa da Cultura Padre Bernardo Junkes, na Praça São Donato, Centro de Içara.
As autoras também lançaram a obra na Livraria Fátima, em Criciúma, na manhã do dia 16.
Além do conteúdo literário, o livro contém um guia da nova ortografia da Língua Portuguesa.
As escritoras levaram seis meses para elaborar o livro. “Usamos textos que já estavam prontos e incluímos a nova ortografia”, revela Elza. O livro ensina por meio dos textos o que muda com o a nova regra da Língua Portuguesa. “A partir de 2013 todos teremos que estar atentos a estas mudanças”, avisa Maria de Fátima.
“Nosso anseio é suprir a necessidade de aprendizado da Língua Portuguesa no nosso município. Ajudar os alunos a saírem bem preparados da escola”, explica Elza.
O livro é dividido em três partes. Na primeira são apresentados 35 poemas de autoria de Elza; na segunda 26 crônicas de autoria de Fátima e; na terceira, o guia da nova ortografia.
As duas escritoras fazem parte da Academia Içarense de Letras e Artes (AILA), que recentemente realizou a cerimônia de posse dos acadêmicos, no dia 9 de outubro.

ESPORTE - Karatê de Içara garantiu seis medalhas na Olesc

Os jovens lutadores de Içara garantiram na quinta-feira, dia 21, seis medalhas nas categoria de Karatê e foram recebidos ontem pelo Prefeito Gentil Dory da Luz, que parabenizou os atletas.

(Divulgação)

Atletas que conquistaram seis medalhas na Olimpíada Estudantil de Santa Catarina (OLESC), realizado em Tubarão, visitaram o prefeito de Içara, Gentil Dory da Luz, nesta sexta-feira (22), quando foram parabenizados pelo feito (uma de ouro; três de prata e duas de bronze).
O resultado, de acordo com o presidente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Flávio Felisberto, é a recompensa de um trabalho realizado com dedicação e empenho.
“Com apoio da Administração Municipal estamos realizando um trabalho de base com o Projeto Karate de Inclusão e as conquistas já estão aparecendo. Esses grandes resultados são inéditos e contam com a parceria da Federação Catarinense Karatê Interestilus”, comemorou. “Agradecemos ao prefeito pela força e empenho para a efetivação do esporte em Içara”, emendou o professor Gustavo Santiago, que representou também o treinador Everaldo Inácio Pereira.
Para o prefeito içarense o investimento no esporte é o caminho para o futuro, pois através dele ampliase os meios de socialização, amizades e envolvimento familiar. “Nossa missão é fazer bem e inovar, mas é importante que a sociedade também assimile a importância do esporte como meio de inclusão e prestigie nossos atletas”, salientou parabenizando a Fundação Municipal de Esportes pelo excelente trabalho que vem realizando nas mais diversas modalidades esportivas.
O Joesinho movimentou a semana dos mais de 1,5 mil jovens atletas de Içara da rede pública e particular, com idade entre 7 a 10 anos. Foram disputadas as modalidades de futebol suíço, vôlei, handebol, tênis de mesa, xadrez e atletismo, que serviram para unir os estudantes das escolas do município em competições saudáveis e competitivas.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

CAPA: Edição1.974 - Içara, 22 de outubro de 2010

Karatecas de Içara ganham seis medalhas na Olesc
(Maso Nyetto/Jornal Içarense)


Gentil afirma que vai começar a melhorar as ruas
(Bruna Borges/Jornal Içarense)


Vice de Serra esteve em Criciúma em busca de apoio
(Bruna Borges/Jornal Içarense)

EDITORIAL - Gentil começa a melhorar as ruas

Próximo de completar dois anos de mandato o Prefeito de Içara, Gentil Do-ry das luz, se reuniu com os vereadores nesta quinta-feira e afirmou que nesta primeira fase da sua admi-nistração focou mais a e-ducação e o social mas que agora as estradas vão pas-sar por um tratamento vip, ou seja, as estradas de chão serão patroladas e revesti-das com areão e as lajota-das receberam a manuten-ção que merecem.
Os vereadores, princi-palmente os de oposição, torcem que o prefeito cum-pra a palavra, caso contrá-rio, terão motivo para criti-car o Chefe do Executivo nas sessões ordinárias.
Terá que fazer milagres.

CHARGE