O blog JIdiario agora é portal JInews.com.br, com muito mais interatividade e conteúdo atualizado a todo momento. Acesse e confira.

terça-feira, 31 de agosto de 2010

CAPA: Edição1.940 - Içara, 31 de agosto de 2010

Acidente na SC-444 envolve 10 veículos

(Jhonatan Motta/Jornal Içarense)


Vila Nova e São José abrem vantagem no Campeonato Içarense

(Maso Nyetto/Jornal Içarense)



Massa falida da Vectraaguarda decisão judicial

(Maso Nyetto/Jornal Içarense)

CHARGE

EDITORIAL - Içara desponta jos Joguinhos

O incentivo que a Administração Municipal tem dado ao karatê começou a dar resultados com a conquista da medalha de bronze nos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, encerrado no sábado, em Criciúma.
Essa é a segunda medalha em 23 anos.
A torcida agora fica para os Jogos Abertos de Santa Catarina que ocorrem em Brusque, a partir da semana que vem. E Içara estará representado nas modalidades de karatê, de vôlei de praia e de tênis de mesa e quem sabe, desta vez, os atletas içarenses tragam mais do que uma medalha. Vamos torcer para isso acontecer.

DE OLHOVIVO NO MUNICÍPIO - Ministério Público emite nota de esclarecimento

O Ministério Público de Içara, através do promotor Márcio Rio Branco Nabuco de Gouvêa, divulgou uma nota de esclarecimento, sexta-feira, dia 27, ante o teor da decisão proferida pelo Desembargador Carlos Alberto Civinski em pedido de reconsideração nos autos do Agravo de Instrumento n. 2010.000064-7, de Içara, segundo a qual, quanto à relação de parentesco entre servidores da FATMA e funcionários e diretores da empresa Rio Deserto, “espera-se (que tais fatos) estejam sendo apurados pelo Ministério Público do Estado de Santa Catarina, seja em sede de inquérito civil, seja em ação de improbidade administrativa”, esclarece:
Segundo o entendimento deste Promotor de Justiça, das notórias relações de parentesco ali mencionadas não decorre necessariamente a caracterização de atos de improbidade administrativa pela simples concessão das licenças – diferentemente seria caso houvesse prova de que tais relações tivessem influenciado na prática de determinado ato administrativo. Se assim não fosse, poder-se-ia concluir, por exemplo, que todo ato de fiscalização praticado contra o mesmo empreendimento “Mina 101” emanado da FUNDAI, cujo atual superin-tendente – e o antecessor – tem notória vinculação com o “Movimento Içarense pela Vida”, possui conotação política e viola o princípio da impessoalidade.
É essa a razão pela qual este Promotor de Justiça - em que pese estar em exercício nesta Comarca de Içara apenas desde o segundo semestre de 2008 - não deter-minou o encaminhamento à 2ª Promotoria de Justiça, que possui atribuições na área da moralidade adminis-trativa, de qualquer documento noticiando suposta prática de ato de improbidade administrativa, seja por parte da FATMA, empresa Rio Deserto, FUNDAI ou qualquer de seus funcionários.
Quanto ao suposto vício nas licenças ambientais por violação ao princípio da impessoalidade decor-rente das relações de parentesco mencionadas – que não se confunde necessariamente com ato de improbidade administrativa - já está em curso Ação Popular que o invoca como causa de pedir, sendo descipiendo maior aprofundamento na questão

POLÍTICA - Zé Nei Ascari visita Içara

José Nei Ascari (DEM) foi prefeito de Grão Pará, chefiou o Gabinete do Presidente da Assembleia Le-gislativa, Júlio Garcia, e conta com o apoio de lideranças nos 44 municípios do Sul do Estado.

(Jhonatan Motta/Jornal Içarense)

O candidato à deputado estadual José Nei Ascari (DEM) esteve em Içara nesta segunda-feira, para reunir-se com colegas de partido e fazer uma prévia da campanha.
Ascari aproveitou para visitar o Jornal Içarense (JI), acompanhado do vice-prefeito de Içara, José Zanolli (DEM).
“Estou muito contente com a acolhida e as manifestações de confiança. Tenho base de apoio nos 44 municípios do Sul do Estado. De Garopaba ao sul de Torres, apoiam a minha candidatura”, destaca o candidato.
Ascari explica porque resolveu disputar a uma vaga na Câmara Legislativa. “O Sul precisa lutar por uma representação forte. A região tem muitas necessidades que precisam ser atendidas. Se trabalharmos em conjunto, as lideranças se unirem, poderemos promover grandes investimentos no Sul”, salienta.
O democrata fala sobre os deveres de um deputado estadual. “Além de legislar e fiscalizar, o deputado deve ser o elo de comunicação entre a comunidade e os órgãos governamentais. Além disso, deve preocupar-se com o atendimento às entidades, que prestam serviços valorosos à sociedade”.
Um dos compromissos firmados pelo candidato é o fortalecimento das cidades. Para ele, é nos municípios que as coisas efetivamente acontecem.
Sobre a recente pesquisa, que aponta o crescimento nas intenções de voto ao candidato ao governo do Estado, Raimundo Colombo (DEM), Ascari diz estar bastante satisfeito. “Já esperávamos este crescimento porque o Raimundo é preparado, já tendo exercido vários cargos políticos e por ser o político mais vo-tado da história de Santa Catarina”.
Para Ascari, o resultado da pesquisa é reflexo de que o eleitorado está conhecendo melhor o perfil de Colombo e, por isso, tem condições de se posicionar melhor. “O importante é que o Raimundo vem crescendo de forma gradativa, mas com solidez”, reforça.
Na opinião de Zanolli, a mobilização dos partidos da tríplice aliança fez com que esse crescimento acontecesse. “A eleição de Rai-mundo Colombo (DEM) e Eduardo Moreira (PMDB) trará ainda mais obras para o município”, declara.

COLUNISTA - Maso Nyetto




“Tinha no Samae o Ali Babá e os sete safados que zeraram o cofre em mais de R$ 600 mil. Hoje o Samae, que entregaram quebrado, está enxuto ”. Vereador Jurê Bortolon (PMDB), na sessão de segunda-feira, se referindo a gestão anterior do Sistema Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), na Administração do ex-prefeito Heitor Valvassori (PP).

Os vereadores de Içara

aproveitaram que os moradores do bairro Nossa Senhora de Fátima estavam na sessão de ontem e aproveitaram para fazer uma média.
Todos eles foram solidários com a comunidade, que de forma silenciosa reivindicaram as construções das seis pontes que estão destruídas e prejudicam o acesso no bairro. A faixa: “Exigimos respeito. Queremos as pontes da nossa comunidade”, é o desabafo de uma comunidade, que se diz abandonada pelo Poder Público, que promete as melhorias mas nunca cumpre.
“Isso também nos envergonha e deve envergonhar as pessoas que votaram no prefeito (Gentil da Luz, que tem dinheiro para promover eventos, como o Garota Verão, e não tem para construír pontes. O presidente da associação de moradores Choplin (Ed-son Cardoso) só pensa no individual, e sabendo que os moradores viriam na Câmara marcou uma reunião nesta segunda-feira. Isso é coisa de criança pequena”, criticou vereador Darlan Carpes (PP).
O caso das pontes já está virando uma novela e está na hora da Administração Municipal finalizar os capítulos com a construção e reforma das passagens.


Na visita

que Manoel Dias, presidente estadual do PDT e candidato à vicegovernador na coligação com o PP, fez na Içara, sexta-feira, o presidente do PDT municipal, Murialdo Gastaldon, percorreu as ruas do Centro ladeado por Arnaldo Lodetti Júnior e Heitor Valvassori, e depois sumiu. Deve ter sido hilário.
Lodetti afirma que o PDT está engajado na campanha tanto que na reunião geral da Ângela, no fim de semana Gastaldon e o vereador Diego Vitorassi participaram.


O coordenador

da Defesa Civil em Içara, Márcio Realdo Toretti, que é a pessoa que mais trabalha na Secretaria de Obras, afirmou que vai ser candidato a vereador em 2011. Se não for pelo PP será por outro partido. Ele espera que o vereador Osmar Manoel dos Santos ((PP) cumpra acordo com ele e o apoie nas próximas eleições em Içara.
É um nome forte dentro do PP e não tem reprovação. “Quero trabalhar de forma difente dos atuais vereadores”, comenta.

A Cãmara de Vereadores de Içara

criou a comissão para fiscalizar a Ciretran. Espero que não seja uma comissão a mais, onde os vereadores fazem que fiscalizam e levam tudo de barriga. Isso já acontece com outras comissões.

GERAL - Transferência da extinta Vectra aguarda decisão de juiz

Massa falida poderá ter transferência realizada após decisão e homologação do quadro geral de credores, assim os pagamentos das dívidas trabalhistas poderão serem efetivados.



Após venda aprovada por unanimidade no fim de junho, processo para transferência da massa falida da Vectra Revestimentos Cerâmicos (Coopervec-tra) aguarda agora o aval judicial.
De acordo com advogado da extinta empresa, Agenor DalfenBack Júnior, o processo de transferência de propriedade aguarda a decisão e publicação referente ao quadro geral de credores, o qual determina os direitos de cada credor, incluindo o antigo corpo efetivo da empresa.
Dalfenback comentou que existe a possibilidade de impugnação, ou seja, manifestação de oposição a decisão. Caso este posicionamento não aconteça, a transferência poderá ser efetivada entre 30 e 60 dias. O advogado ressaltou que três ex-funcionários da empresa, em revezamento, estão realizando a segurança do patrimônio.
O advogado dos ex-funcionários, Arlindo Rocha, comentou que os trabalhadores aguardam a transferência da massa falida, para que os pagamentos das dívidas trabalhistas possam ser iniciados.
A propriedade foi comprada por um empresário do setor rodoviário da região, pelo valor de R$ 3, 8 milhões. Conforme, Rocha a quantia será suficiente para quitar as pendências com os trabalhadores. No momento da transferência, deverá ser realizado o pagamento de R$ 1 milhão. O restante deverá ser quitado em dez parcelas de R$ 280 mil.

POLÍCIA - Acidentes envolvem 10 carros no viaduto do Presidente Vargas

No 200º dia sem mortes, a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) de Içara registra no sábado acidente fatal na rodovia SC-444 com uma vítima e na noite de ontem ocorreram duas colisões traseiras.


(Jhonatan Motta/Jornal Içarense)

O fim de semana que representaria uma data importante para a Polícia Militar Rodoviária Estadual (PMRv) de Içara, foi ironicamente marcado pela decorrência de acidentes na Rodovia SC-444. No sábado, 28, ocasião em que completariam 200 dias sem mortes na região, ocorreu um acidente fatal.
O Corsa de placas LYR-7456 de Criciúma, colidiu contra a mureta de concreto do viaduto sobre a Rodovia Jorge Zanatta (Anel Viário), no Km 1,9, no bairro Presidente Vargas, na madrugada de sábado.
No acidente o caroneiro Henrique Araújo Cesário, 17 anos, veio a falecer, pois ficou preso nas ferragens. Os outros quatro ocupantes do veículo tiveram ferimentos entre graves e leves. Um motociclista envolvido no acidente foi levado junto com os outros ao Hospital São José, em Criciúma.
No mesmo dia, por volta da 13h20, o Peugeot placas MFI-0133, de Criciúma, tombou na avenida Palmeiras, no bairro Barra Velha. O condutor, L.B., teria perdido o controle, vindo a tombar na lateral da via.
Já por volta das 17h15, a feminina A.C.N., 51, foi a-tropelada, em Pedreiras. Com ferimentos ela foi levada ao Hospital São José de Criciúma. O carro não foi identificado.
Na tarde de domingo, V. H.B., 28, perdeu o controle do Fiesta placas MGL-85-54 e acabou saindo da pista na rodovia BR-101, em Esplanada. As outras ocupantes F.F.S., 8, e L.S.B., 3, apresentaram ferimentos e foram encaminhadas ao Hospital São Donato.
Entre sábado e domingo foram seis mortes no trânsito em todo estado de Santa Catarina, após ter sido contabilizado 18 óbitos no fim de semana anterior.
Segunda-feira
A bruxa está a solta na Rodovia Paulino Búrigo (SC-444), em Içara
No início da noite de ontem uma colisão envolveu cinco veículos no viaduto sobre a Rodovia Jorge Zanatta (Anel Viário), no Presidente Vargas. Não houve feridos, apenas danos materiais.
Os motoristas e veiculos envolvidos foram: o Santa-na placas COG-6002, Criciúma, H.B., 47, o Polo placas MFX 1670, Criciúma, F.S., 31, o Clio Logan placas MFE 7978, de Criciúma, L.O., 51, a Hilux Ford placas MTE 7712, de Vitória (ES), C.G., 55, e o micro-ônibus placas AMI-2102, de Jaguaruna, V.S.0, 33.
Na sequência, devido o trânsito parado na SC-444, próximo a Bislau Alimentos, houve duas colisões envolvendo os veiculos Palio placas MGO 6377, de Criciúma, dirigido por M.D., 38, o Gol placas CRK 9385, de Içara, conduzido por L.M.G., 39, e o Citroen MEJ 2847, de Içara, motorista E.B.C., 40. No outro acidente colidiram o Corsa placas MGH 2748, de Criciúma, conduzido por D.B.G., 25, e o Gol placas LZL 2362, de Içara, dirigido por J.M., 19.
E na parte de baixo do viaduto a Scania placas MAG-2660, de Içara, colidiu na lateral do ônibus placas MHZ-6516, de Araranguá.

(Jhonatan Motta/Jornal Içarense)

VARIEDADES - Definida programação da Semana da Pátria

A Semana da Pátria começa nesta quarta-feira, dia 1º de setembro, com atos cívicos na Praça da Juventude, com hasteamento de bandeiras, desfiles nos bairros e no Dia da Independência.

(Arquivo/Jornal Içarense)

Iniciam nesta quarta-feira, dia 1º de setembro, as comemorações alusivas ao Dia da Independência, em Içara. Até 6 de setembro, alunos de escolas e de Centros de Educação Infantil (CEIs) estarão na Praça da Juventude Fernando Luciano Pacheco, a partir das 9h, no centro da cidade, com apresentações de ato cívico e de hasteamento das bandeiras.
Neste ano, também haverá desfiles em alguns bairros, como em Espla-nada, Presidente Vargas, Boa Vista, Vila Nova e Balneário Rincão, nos dias 3 e 4 de setembro.
Com o tema “Içara Rumo aos 50 anos”, o desfile cívico no dia 7 de setembro, vai ter a participação de orquestras sinfônicas, do 28º GAC, do Corpo de Bombeiros, de entidades, de escolas e dos CEIs da cidade.
O evento, com início às 9h, vai passar pela Rua Altamiro Guimarães, Centro da cidade, com o palanque das autoridades montado na Praça da Igreja Matriz São Donato.
A concentração acontece na Rua Sete de Setembro e a dispersão, na Rua Ipiranga. Em caso de chuva, o desfile vai ser transferido para o dia 11 de setembro, no mesmo local.
Em 2009, o evento foi suspenso por causa do perigo causado pelo vírus da Gripe Influenza A (H1N1). Porém, a Administração Municipal de Içara, através da Secretaria de Educação e Cultura, realizou ativida-des envolvendo as escolas da cidade na época.
Confira a programação:

ESPORTE - Vila Nova e São José abrem vantagem no Içarense 2010

Foi aberto neste domingo os jogos de ida do Campeonato Içarense, e o destaque ficou para as equipes do Vila Nova e do São José que conseguiram garantir vantagem sobre os adversários.

(Maso Nyetto/Jornal Içarense)

Os torcedores içarenses acompanharam neste domingo os jogos de ida da semifinal do Campeonato Içarense, nas categorias titulares e aspirantes e a vantagem ficou com o Vila Nova e São José.
Para o União da Praia seguir na competição municipal terá que vencer o São José no próximo confronto de volta com um gol de diferença, pois está na desvantagem após a derrota por 2 a 1, domingo, fora de casa.No campo do São José, o União da Praia abriram o placar aos 9 minutos, com Emanuel de Jesus. Mas, não demorou para a acontecer a igualdade no placar. Aos 11 minutos, Diego Pacheco conseguiu empatar.
No segundo tempo, aos 16 minutos, em cobrança de falta, Santino Custódio, marcou o gol da vitória, ao vencer o goleiro Luan César.
Já o Vila Nova terá uma situação completamente diferente, quando irá se encontrar novamente com o Cristo Rei, na partida de volta, podendo perder por até um gol de diferença. Isto porque venceu o jogo de domingo por 1 a 0.
Jogando no Complexo Esportivo João Ramos Roussenq, o Cristo Rei não sou be aproveitar o fator de jogar em casa e teve que se conformar em ver o adversário comemorar o magro resultado com o gol de Filipe, aos 39 minutos do primeiro tempo.
Os resultados nas categorias aspirantes também foram magros. Assim como ocorreu no titular, o Vila Nova conseguiu marcar apenas um gol e garantir uma pequena vantagem na partida de volta sobre o Presidente Vargas.
Já o São José não fez o dever de casa e foi derrotado por 1 a 0 pelo União do Sul e terá que inverter o resultado no próximo domingo, no Módulo Esportivo.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

CAPA: Edição1.939 - Içara, 28 de agosto de 2010

Equipe de Saúde realiza campanha contra tabagismo

(Foto: Daniela Soares/ Jornal Içarense)






Apae de Içara conquista 20 medalhas

(Foto: Damiela Soares/ Jornal Içarense)





Cechinel chateado com pichações

(Foto: Bruna Borges/ Jornal Içarense)

EDITORIAL - Prática igual a eleição de 2008

A forma de pichar e rasgar as placas do candidato José Milton Schellfer é a mesma aplicada nas eleições passadas, em 2008, em Içara, quando diversas placas do PP e do PMDB foram destruídas.
O que parece, mas não se tem certeza, é que esse crime, o de agora, foi cometido por pessoas do mesmo partido do candidato, descontente com a adesão do ex-prefeito Júlio Cechinel na campanha de Schellfer.
É claro que nada justifica a agressão, e os autores, se forem pegos, devem ser punidos com rigor pela justiça.

CHARGE


.

Participe: Deixe abaixo o seu comentário, sua opinião.

COLUNISTA - Viviane Maragno

Otoplastia (1)

A otoplastia é a cirurgia para correção de deformidades na orelha externa. Podem ser anomalias do crescimento, deformidades adquiridas por trauma ou outras doenças. A deformidade mais conhecida é a orelha em abdução ou "orelha-de-abano".
Como se desenvolve?
Fatores genéticos, ou características familiares e raciais, têm papel preponderante no estabelecimento de alterações na forma da orelha. Outro dado importante é o crescimento das cartilagens, embora na maioria dos casos de orelha em abdução a deformidade já possa ser notada ao nascimento.
Como se faz o diagnóstico?
Os pais podem perceber a alteração na forma da orelha muito cedo e procurar solução. O diagnóstico é feito pelo médico e nos casos de orelha em abdução somente o exame clínico é suficiente para chegarmos a uma conclusão. As deformidades se localizam fundamentalmente em dois pontos: na concha (a parte funda da orelha) que está muito elevada e na anti-hélix (a parte mais saltada no meio da orelha) que não está bem "desenhada". Normalmente, a queixa inicial é dos pais e vai sendo da criança a medida que se aproxima a idade escolar. Esta deformidade tem um potencial de dano psicossocial importante pelas "brincadeiras" a que seus portadores podem ser submetidos.
Como se trata?
Como em toda a cirurgia estética a indicação de tratamento deve partir da vontade do próprio paciente, isto é, o tratamento das deformidades estéticas só deve ser feito por autoindicação. O papel do cirurgião plástico é estabelecer se os anseios do paciente são reais, que tipo de tratamento é mais indicado para cada caso e mostrar que este é um tratamento médico, com todas as características (limitações, riscos).
Continuamos com o assunto na próxima edição. Até...

POLITICA - ´Placas do candidato Milton Scheffer são pichadas em Içara

O ex-prefeito de Içara, Júlio Cechinel (PP), foi acusado de traidor através de pichações feitas em 20 placas do candidato a deputado estadual José Milton Scheffer (PP), a quem ele apoia.

(Foto: Maso Nyetto/ Jornal Içarense)
Placas do candidato a deputado estadual José Milton Scheffer (PP), expostas em Içara, foram encontradas pichadas, na última semana, com a palavra “traidor”.
O motivo seria o fato do ex-prefeito de Içara, Júlio Cechinel (PP), aparecer nas placas apoiando o candidato e ex-prefeito de Sombrio.
Cechinel deixou de apoiar o candidato a deputado estadual, Valmir Comin (PP), que concorre à reeleição para o quarto mandato, e passou a apoiar Scheffer.
Para Cechinel, a pichação foi uma falta de respeito com ele e com o candidato. “As pessoas que fizeram ou mandaram alguém fazer isso não têm o menor respeito por nós e nem pelo povo içarense. Não sei quem foi, mas imagino que seja alguém do próprio partido. Por que um adversário me chamaria de traidor?”, interroga. “Não fiz nada de errado para merecer essa acusação. Se alguém tem alguma coisa contra mim, que venha falar comigo e não ficar usando a placa de um candidato”, adverte.
O ex-prefeito de Içara explicou a razão do apoio a Scheffer. “Através do apoio do Zé Milton, consegui mais de dois mil votos na região do Vale do Araranguá, em 2006, quando fui candidado a deputado estadual. Sou grato a ele e acho que Içara deve muito ao Zé Milton”, conclui Cechinel.
De acordo com o coordenador da campanha de Scheffer, Tuca Fabris, o candidato recebeu solidariedade de candidatos da região como Manoel Mota (PMDB) e Altair Guidi (PPS). “Nós repudiamos qualquer ato de vandalismo e lamentamos que a política ainda seja feita de determinados atos, até impensados”, lamenta o coordenador.
Fabris disse ainda que não foi feito Boletim de Ocorrência porque não localizaram o infrator e não há suspeitos. “Só o que sabemos é que há conotação política”, diz o progressista.
No total, foram pichadas 20 placas, sendo que dez delas foram totalmente rasgadas.
Segundo o coordenador de campanha, o prejuízo do foi de aproximadamente R$ 1.8 mil, ao custo de R$ 110 por placa restaurada.
Para o presidente do Partido Progressista de Içara, Arnaldo Lodetti Júnior, a pichação feita nas placas do candidato a deputado estadual e ex-prefeito de Sombrio, José Milton Scheffer (PP), é um ato de vandalismo. “Sou contra, acho um absurdo. Independente de candidato ou de partido , todos têm o direito de expressar a posição política”, fala, sobre o episódio envolvendo o ex-prefeito de Içara, Júlio Cechinel, que manifestou apoio a Zé Milton em agradecimento à ajuda quando foi candidato, também, a deputado estadual.

COLUNISTA - Maso Nyetto

“Vou discutir com amigos e pessoas do meu partido se fico em uma Secretaria ou no cargo de vice-prefeito, mas em princípio vou me dedicar a campanha de Raimundo Colombo". Vice-prefeito José Zanolli (DEM), um dia após entregar o cargo de chefe do Executivo, onde ficou por 60 dias, à Gentil da Luz, em 2 de agosto.

Caso do Ciretran
foi o motivo que levou se reuniram ontem na Câmara Municipal de Içara, vereadores, polícia civil, prefeitura municipal, proprietários de auto escolas, despachantes e responsáveis pelo Ciretran do município para discutir sobre a lentidão nos processos para conseguir a carteira de habilitação e vistorias e documentação de veículos.
O delegado Rafael Marin Iasco explicou que as dificuldades do Ciretran em Içara, estão mais relacionadas com a falta de efetivo, tendo em vista que são muitos atendimentos feitos. “São realizadas 60 vistorias por dia, com apenas um funcionário, precisamos de pelo menos mais três estagiários para melhorar os trabalhos”; explicou Iasco.
Conforme a gestora de Administração, Pedra Silvano, o Poder Executivo se compromete em disponibilizar um estagiário. “Estamos aqui para ajudar resolver este problema e até dia 10 de setembro vamos disponibilizar um funcionário”; completou.
Oos vereadores devem formar uma comissão para, na próxima semana, agendar uma reunião com Vanderlei Rosso, Diretor Geral do Detran, em Florianópolis, para conseguir mais dois estagiários para trabalharem em Içara. “Vamos aproveitar a viagem para pleitear junto a Secretaria de Segurança Pública do Estado mais policiais para a cidade, tendo em vista a aproximação da formatura na academia policial”; explicou vereador Antônio de Mello.

Vereador Volnei Lino (PPS)
em conversa com o prefeito de Içara, Gentil da Luz, nesta sexta-feira, fez algumas reivindicações entre elas a abertura da Barra do Torneiro e o desassoreamento da Lagoa Urussanga Velha, que segundo ele, era um dos maiores criadores de peixes da região. “A lagoa possui 200 hectares de lâmina d’água e com este trabalho poderemos retomar a criação de peixes na localidade” ressaltou.
Gentil da Luz garantiu que irá ver junto aos órgãos para efetivar a ação.

Frase
“ O maior castigo para quem não se interessa por política é que será governado pelos que se interessam.” (Anônimo).

GERAL - Reajuste de energia elétrica está valendo há uma semana

Conta de energia elétrica deste mês já trará a taxa determinada e homologada no último dia 13 pela Agência Nacional de Energia Elétrica; Cooperaliança diz que aumento não é significativo.

(Foto: Jhonatan Motta/Jornal Içarense)
O consumidor içarense desembolsará um pouco mais de dinheiro para pagar a conta de energia elétrica deste mês. Já que desde o último dia 14, começou a valer no município o reajuste de 9,75%, determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).
O valor da tarifa será compatível com os grupos de consumidores. O cliente considerado de alta tensão, como as indústrias, sofrem aumento de 12,65%, as residência, classificados como baixa tensão, pagam um reajuste de 7,94%, enquanto que os consumidores de baixa renda, os quais participam de algum programa do Governo Federal sofrem acréscimo de apenas 0,97%.
Após a Celesc anunciar o aumento, a Cooperaliança teve duas semanas para se ajustar a mudança. Uma portavoz da cooperativa explicou, que por comprar energia de uma outra empresa, a Cooperaliança teve de aplicar o acréscimo para não ter prejuízos na distribuição.
Outra causa para o aumento, foi a elevação da Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), que atua como encargo das empresas de distribuição e de transmissão elétrica.
Todos os anos, o serviço sofre reajuste, sendo que no ano passado o custo ficou mais barato. Conforme a Cooperaliança, o reajuste atual não apresentará danos financeiros ao consumidor içarense.
Já a Subestação S.E. Rincão da Cooperaliança deve ter a parte da construção civil concluída nos próximos 30 dias. A etapa seguinte será a montagem da estrutura que abrigará os transformadores.
As obras iniciaram neste ano com os serviços de terraplanagem e da construção da estrutura que irá abrigar a subestação.
A previsão é que entre o final de 2010 e início de 2011 a subestação já esteja em funcionamento.

GERAL - Ação conscientiza sobre os efeitos do fumo

(Foto: Damiela Soares/ Jornal Içarense)

Os içarenses que passaram ontem pela Praça Matriz São Donato receberam informação sobre o tabagismo. A ação alusiva ao Dia de Combate ao Fumo, lembrado em 29 de agosto, contou com exposição de cartazes confeccionados por alunos da rede pública de ensino, além da distribuição de material educativo.
Conforme a gestora de Saúde, Mira Dagostin, a iniciativa teve como objetivo conscientizar a população, por intermédio de informações de prevenção e promoção da saúde.
Entre os programas oferecidos pela Secretaria de Saúde está o programa Nacional de Controle do Tabagismo que consiste em proporcionar às pessoas com interesse em deixar de fumar uma série de trabalhos.
“Estão em atividade no município três grupos de tabagismo, nos bairros Aurora, Presidente Vargas e Cristo Rei. Grupos esses que ajudam o fumante a deixar do cigarro por meio de informações, conversas, experiências e medicações quando necessário”, relatou a gestora de Saúde de Içara.

POLÍCIA - PMRv de Içara comemora duzentos dias sem mortes

Apesar da região não estar registrando acidentes com óbitos, o mês de agosto foi o mais violento do ano nas estradas de Santa Catarina; e soldado Trombim alerta para os cuidados na direção.

(Foto: Alex Cichela/ Jornal Içarense)
Hoje a Polícia Militar Rodoviária Estadual (PMRv) de Içara, comemora 200 dias sem registros de morte na Rodovia Paulino Búrigo (SC-444). Mas, no estado os números são diferentes.
Apesar de ainda não ter terminado, o mês de agosto já apontado como um dos mais violentos do ano nas estradas de Santa Catarina. Somente o último fim de semana, 18 vidas foram interrompidas em decorrência de acidentes, sendo este o maior índice de morte desde o início de 2010.
Por isso o soldado Everson Trombim alerta para os cuidados que podem prevenir acidentes de trânsito. Segundo ele, medidas simples como manter a distância regulamentar do outro veículo, utilizar o cinto de segurança, verificar a situação do carro e não beber ao dirigir podem evitar a ocorrência de acidentes.
Segundo o soldado, o excesso de velocidade e ultrapassagem indevida são as principais causas de acidentes na jurisdição. Estes mesmos motivos, teriam ocasionado a maioria dos acidentes registrados no estado.
Everson destaca ainda, que acidentes envolvendo motocicletas são frequentes no município, em função de tentativas de ultrapassagem forçada. O soldado enfatiza que “os motoqueiros precisam redobrar a atenção na direção”. Até o momento, nenhum acidente causado por embriaguez no volante foi registrado pela PMRv.

VARIEDADES - Mirassol recebe ajuda de acadêmicos da Unesc

Projeto de extensão do curso de Economia da Unesc visa criar uma cooperativa para produção de estopas no bairro Mirassol, no Rincão, com o objetivo de ajudar as famílias carentes.

(Foto: Divulgação/Unesc)
Professor e alunos do curso de Economia, da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), de Criciúma, estarão na tarde deste sábado, na comunidade do Mirassol, zona sul do Distrito Balneário Rincão, em Içara, para uma atividade de extensão, na qual os acadêmicos vão apresentar e debater os conceitos de Economia Solidária: cooperação, desenvolvimento sustentável, igualitarismo, democracia participativa e autogestão.
O objetivo do grupo, liderado pelo coordenador do curso, Murialdo Canto Gastaldon, é montar uma cooperativa para produzir estopas, proporcionando assim renda e emprego na na comunidade, que é carente de emprego.
De acordo com Gastaldon, a cooperativa será o primeiro empreendimento do Mirassol. “É uma atividade geradora de renda, que será empregada no consumo local podendo gerar outras micro atividades”, explica. “O empreendimento nascerá com a marca da economia solidária, o que estimulará a irradiação desses princípios para outras atividades no local e também para outras comunidades”, destaca.
O bolsista do projeto de extensão, Rodrigo Lessa Pereira, da 6ª fase do curso de Economia, explica que já existe no Mirassol uma fábrica de estopas, que são confeccionadas por algumas mulheres, porém, a logística da fábrica está bastante fragilizada e as mulheres não têm a quem recorrer. “Elas receberam uma doação de máquinas de costura há um tempo e a comunidade descobriu que era possível fabricar estopas. No final de 2009, o professor Murialdo esteve na comunidade, com alunos do curso, e percebeu a dificuldade que as mulheres tinham em tocar o empreendimento. Então, montamos um projeto, e vamos apresentá-lo na comunidade”, explica o estudante da Unesc.

ESPORTES - Apaes da região realizam corrida rústica em Içara

(Foto: Daniela Soares/ Jornal Içarense)

Atletas das Apaes de toda a região carbonífera ocuparam a Rua Marcos Rovaris e os entornos da Praça Castelo Branco, na Prefeitura Municipal de Içara, na manhã de ontem, para a realização da 11a Corrida Rústica da Integração, a segunda realizada no município.
Os jovens foram divididos em 10 grupos com somatória total de quase 30 categorias.
Dos 38 atletas da Apae de Içara 20 conquistaram medalhas, a maioria delas de prata. Foram oito presenças no segundo lugar do pódio, além de sete ouros e cinco bronzes.
Do total de 158 atletas de toda a Região Carbonífera, Içara conquistou a primeira colocação com Vanderlei da Silva, André Cipriano, Conceição Nazareno, Jaison Silva, Everaldo Mendes e Márcia Olivo.
A promoção esportiva deste ano foi preparada pelas professoras Eva Silva de Souza e Maria Albertina Vuolo. E, teve o trajeto adaptados conforme as necessidades especiais dos participantes, assim como as distâncias percorridas, de 25 a 500m.

ESPORTES - Domingo será dada a largada as semifinais do Campeonato Içarense

Estão programados para domingo os jogos das semifinais dos tiulares entre Vila Nova x Cristo Rei e São José x União da Praia, e pelos aspirantes jogam Vila Nova x PV e São José x União do Sul.

(Foto: Arquivo Jornal Içarense)
Neste domingo serão realizados os jogos de ida das semifinais do Campeonato de Içarense, entre aspirantes e titulares.
Com a realização dos jogos que estavam faltando das quartas de final, o Vila Nova fechou a segunda fase do Campeonato Iça-rense com a liderança absoluta. Conseguiu manter, inclusive, a presença nas duas categorias, juntamente com o São José.
Classificados às semifinais, os dois times enfrentarão, respectivamente, o Cristo Rei e o União da Praia. Com vantagem pela melhor campanha, o Vila Nova e o União da Praia iniciam a próxima fase do Municipal fora de casa.
Já no Aspirante, o Vila Nova enfrentará o Presidente Vargas. E o São José terá como adversário o União do Sul.
Pela equipe titular os atletas do São José e Cristo Rei que tiveram a melhor campanha, nos últimos jogos, irão aproveitar o fator casa para já de inicio conseguir uma e vantagem sobre os adversários.
Claúdio Blissari, técnico do Vila Nova afirma que a e-quipe está bem motivada, na espera de um resultado positivo. “Teremos o time completo para este jogo já que não temos atletas participan de competições paralelas, então iremos com toda força pra cima do Cristo Rei”, finalizou o técnico.
Pelo lado adversário, um dos responsáveis pelo time, Ademir Passarela, admite sentir uma certa pressão em momentos decisivos mas a equipe está bem entrosada e deve jogar de igual para igual contra o Vila Nova.
A competição esteve ameaçada de ser cancelada devido a falta de recursos mas pelo que parece a Liga Atlética Içarense (LAI) conseguiu os recursos suficientes para continuar a competição municipal.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

CAPA: Edição1.938 - Içara, 27 de agosto de 2010

Marceneiro transforma madeiras de obras
em móveis rústicos





Menor furta carro em Içara para cometer assalto em Criciúma


CHARGE

COLUNISTA - Susiane Mendes




Inscrição indevida em cadastro do SPC

Mais comum do que se possa imaginar, infelizmente, diariamente pessoas são surpreendidas, ao tentarem efetuar compras a prazo, por algum tipo de restrição ao crédito. Ocorre que muitas vezes esta inscrição é indevida, tendo a origem em débitos inexistentes.
Não é raro ocorrer inscrição por produtos ou serviços que sequer foram contratados pelo consumidor. São cobranças por terminais telefônicos nunca instalados, celulares jamais adquiridos, cartões de crédito, taxas e manu-tenção de contas que o consumidor sequer tinha conhecimento da existência.
Muitas vezes esse débito indevido ocorre porque a empresa não tomou todos os cuidados ao prestar o serviço, permitindo a utilização fraudulenta de dados pessoais do autor, ou até mesmo por erro na base de dados da empresa.
Várias são as possíveis causas que levaram a ocorrência de uma inscrição indevida em órgãos de proteção ao crédito, mas é certo que o consumidor não pode sofrer pela falta de cuidado ou erro da empresa que promoveu inscrição do nome, como devedor, em órgão de restrição/proteção ao crédito por débito inexistente.
O consumidor, ao se deparar com a notícia de que teve o nome inscrito indevidamente em órgãos de proteção ao crédito por dívida que não é sua, deve de imediato procurar o serviço de proteção ao crédito e pedir uma declaração onde constará o débito e a empresa que promoveu tal inscrição para tomar as medidas necessárias para exclusão do registro indevido.
Ocorre, que muitas empresas, mesmo percebendo que houve um registro indevido, se recusam em promover a retificação do cadastro sem que o consumidor promova o pagamento do débito que sequer é seu. Nesses casos o consumidor tem um aparato legal a seu favor que deve ser utilizado. Poderá socorrer-se ao PROCON ou mesmo buscar através do Poder Judiciário a exclusão do nome e até mesmo uma indenização, uma vez que o crédito faz parte dos bens imateriais do ser humano e o abalo por débitos inexistentes é um ato ilícito passível de indenização.
O mesmo vale para aquelas pessoas que tiveram o nome inscrito por uma dívida e mesmo após o pagamento con-tinuam com o nome nos órgãos de proteção ao crédito, pois se o fornecedor de produtos ou prestador de serviços tem direito de apresentar a restrição é a obrigação darlhe baixa depois de cessado o motivo que a instaurou.
Inclusive, segundo o art. 73 do Código de Defesa do Consumidor, se sujeita a penalidade de ordem criminal "deixar de corrigir imediatamente informação sobre consumidor constante de cadastro, banco de dados, fichas ou registros que sabe ou deveria saber ser inexata".

POLITICA - MP e Polícia Civil investigam ex-Administração Municipal

Ministério Público afirma que são três denúncias e a procuradoria do município, quatro, o número de acusações de supostas irregularidades na administração de Heitor Valvassori (PP).

(Maso Nyetto/Jornal Içarense)

A Promotoria de Justiça da Comarca de Içara e a Procuradoria do Município divergem quanto ao número de acusações de supostas irregularidades investigadas na administração do ex-prefeito Heitor Valvassori (PP).
Segundo o promotor de justiça da Comarca de Içara, Henrique da Rosa Ziesemer, o procurador do município, Walterney Réus, encaminhou ao Ministério Público de Santa Ca-tarina três acusações de crimes cometidos pela administração do ex-prefeito. Destas três acusações, uma está sendo investigada pela promotoria de justiça e duas foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil para instauração de inquérito policial.
“No dia 8 de julho deste ano, recebemos as acusações feitas pela atual administração do município, e demos o devido encaminhamento. A que está sob nossa responsabilidade, no momento, depende de informações e documentos que estamos buscando e não há previsão de conclusão. Já as outras duas, recebidas pela delegacia no dia 18 de agosto, dependem dos trâmites deles”, explicou Ziesemer.
De acordo com o delegado da Polícia Civil de Içara, Rafael Marin Iasco, as acusações de supostos crimes serão investigadas em breve. “Vamos intimar algumas pessoas para depor. Devemos começar por representantes da atual administração, que são os autores das acusações”, esclarece o policial.
Segundo Réus, a auditoria realizada no Paço Municipal, para conferir os procedimentos da ex-administração, começou a ser feita em agosto de 2009 e terminou em março de 2010. “A partir disso, separamos os erros de procedimento, daquilo que constitui crime, ao nosso ver. No dia 8 de julho encaminhamos ao Ministério Público quatro denúncias: convênio irregular com o banco Itaú, (deveria ser feita licitação); alteração cadastral de imóveis do ex-prefeito (segundo acusação, ele colocou imóveis próprios em nome da prefeitura); convênio com a AFASI (que também diz ser irregular); e apropriação indébita (acusa a prefeitura de não repassar o dinheiro aos comerciantes que venderam produtos aos servidores através de convênio).
Sobre as dívidas deixadas pela ex-administração, Réus explica que “os valores reais só serão conhecidos a partir da conclusão das investigações”.
O promotor de justiça lembrou que, independente da atuação do Ministério Público, “o município de Içara, por sua procuradoria, também possui dever e legitimidade para acionar judicialmente o gestor público e reaver eventual prejuízo que alega ter sofrido”. Réus explicou que vai entrar com uma ação para recuperar valores, no caso da acusação de apropriação indébita.

COLUNISTA - Maso Nyetto




“Tenho conversado com pessoas do MDB, aqueles históricos e eles me colocam que não querem votar em um braço da Arena. Eles percebem que Ângela e Raimundo tem o mesmo DNA, mesma origem”. Senadora Ideli Salvati (PT), candidata ao governo de SC, quando esteve em Cri-ciúma no mês de julho, sobre os candidatos da Tríplice Aliança entre DEM/PMDSB/PSDB.


Parece que o fogo amigo
está perseguindo o ex-prefeito Júlio Cechinel, que manifestou apoio ao candidato à deputado estadual José Milton Schellfer (PP), ex-prefeito de Sombrio, em gratidão por ele ter lhe ajudado quando foi candidato a deputado estadual.
Pela segunda vez as placas espalhadas por Içara foram pichadas com a frase de traidor.
Tuca Fabris, coordenador da campanha de José Milton, manifestou o seu repúdio contra as pixações e acredita, que o ato, possa ter vindo de pessoas do próprio partido, o PP.
Pelo que parece a briga por votos na própria sigla não vai ocorrer somente no PMDB mas também no PP.
A situação deve esquentar até o fim da eleição e, possivelmente, virar caso de polícia, o que é de praxe nas eleições em Içara.
Amanhã darei mais detalhes sobre esse apisódio.

“Essa obra
é muito importante não só para os moradores da rodovia, mas também para todos que se utilizam da via, que servirá também como alternativa pa-ra deslocar o trânsito pesado do centro da cidade”, destacou o prefeito de Obras de Içara, Gentil da Luz, sobre a ICR-253, assim veio a frase final do release da assesoria de imprensa sobre a pavimentação da ICR-253..
Desculpem, mas não tive como deixar passar.

Na página 5
Delegado de Içara, Ra-fael Marin Iasco ressaltou, que em casos de furto de veículo é realizado uma espécie de triagem. “Tem muita gente que está irregular com o pagamento de veículos e forja furto. É preciso saber quem é a vítima, e quem usa a delegacia de má fé”, finalizou.
O que ele não pode é ge-neralizar, ao menos o a-tendente da Polícia Civil deveria registrar o BO para saber se tem ou não alguma irregularidade.

A justiça tem que ser mais branda
com os menores infratores que estão virando uma epidemia, antes o que se via pela televisão, se tornou realidade em Içara e região.
Os menores furtam e roubam, são detidos e horas depois estão na rua, prontos para cometer outros assaltos porque a justiça é falha. O exemplo mais recente foi de três menores de 14 e 15 anos, que detonaram um carro de Içara e foram soltos horas depois, enquanto o responsável pelo carro levou um dia para ter o veículo liberado.


Frase de impacto

”Errar é humano, culpar outra pessoa é política”. (Anônimo).

GERAL - Meta de vacinação contra Pólio é alcançada em Içara

Imunização alcança 95% das crianças de zero a cinco anos do município; campanha atingiu cerca de 4.200 crianças em Içara e vacina continuará sendo disponibilizada até dia 30 de agosto.

(Daniela Soares/Jornal Içarense)

A Campanha Contra a Paralisia Infantil teve a meta de 95%, índice preconizado pelo Ministério da Saúde, atingida em Içara.
Conforme informações da Vigilância Epidemiológica, 4.200 crianças entre zero e cinco anos foram imunizadas no município.
Para atingir o maior número de crianças, a vacina continuará sendo disponibilizada nas 17 unidades de Saúde até a próxima segunda-feira, 30.
“Parabenizamos toda a equipe pelo esforço e empenho em alcançar a meta, imunizando o maior número possível de crianças, e por deixar Içara no cenário de um município que cumpre o estabelecido”, salientou a Gestora de Saúde Mira Dagostin.
A enfermeira ainda ressalta que a Secretaria Municipal de Saúde promove e viabiliza ações para que haja a prevenção e promoção da saúde”e para que este trabalho seja efetivado com sucesso é necessária a participação de toda população”.
A meta no Estado era imunizar cerca de 430 mil crianças do público alvo da campanha.
Os responsáveis que ainda não levaram os menores para a vacinação devem apresentar a caderneta de vacinação, independente da criança ter recebido a primeira dose da vacina ou não.

POLÍCIA - Menor furta carro em Içara para cometer crimes em Criciúma

Ao tentar fugir da polícia, três menores colidiram o veículo furtado no bairro Cristo Rei, em Iça-ra, contra um poste no bairro Rio Maina, em Criciúma, onde planejavam assaltar uma loja.

(Maso Nyetto/Jornal Içarense)

Dois menores de idade, de 14 e 15 anos, foram detidos na madrugada de quinta-feira, no bairro Rio Maina, em Criciúma, após furtarem horas antes o GM Kadete placas BTN-3400, de Içara, no bairro Cristo Rei.
Conforme o depoimento dos envolvidos, o crime teria sido cometido por apenas um infrator, que posteriormente teria buscado mais duas pessoas, em suas respectivas casas.
Os menores foram apreendidos por volta das 4h-51, quando a Polícia Militar de Criciúma teria sido informada que masculinos em um veículo estariam tentando furtar um estabelecimento comercial na Avenida dos Imigrantes, no Rio Maina. Ao fugir da polícia, o condutor colidiu o veículo contra um poste de energia elétrica.e se evadiu do local a pé não sendo encontrado.
Segundo o delegado da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso de Criciúma, Antônio Márcio Campos Neves, os adolescentes foram liberados aos responsáveis, mediante Termo de Compromisso. Um dos menores, o de 14 anos, era reincidente, e segundo Campos, o fator não ocasiona a internação, que é efetivada mediante Ordem Judicial ou atos infracionários mais violentos.

VARIEDADES - Fábrica de Móveis reaproveita madeiras de demolição de obras

Antônio Rodrigues Francisco, dono de uma fábrica de móveis rústicos, no bairro Sanga Funda, em Içara, resgata a história da região através da restauração de peças e reciclagem de madeira.

(Bruna Borges/Jornal Içarense)

Para muitos, madeira de demolição de obras e móveis antigos não passam de entulhos que só servem para fazer lenha ou ir para o lixo. Mas, para o marceneiro Antônio Rodrigues Francisco os objetos são matéria-prima que podem se transforma em belas pe-ças de decoração e em móveis rústicos.
Francisco descobriu, há seis anos, que é possível fazer móveis a partir de madeira de demolição. Além disso, ele faz um trabalho de “garimpagem” de peças antigas para restauração em obras da cidade.
“Algumas peças são doadas, outras eu compro. Quando vejo algum objeto antigo como objetos de engenho, carroça, entre outras, faço a restauração ou transformo em algum móvel útil”, explica.
O marceneiro mostra com satisfação os objetos antigos que conseguiu encontrar com essa garimpagem. “Com uma roda de carroça fiz esta mesa”, comenta, entusiasmado.
A ideia partiu de um sobrinho que, sabendo do tra-balho do tio com esquadrias, sugeriu a utilização de madeira de demolição.
“Ao invés de queimar, reaproveitamos taboas de casas e objetos antigos. É uma forma de preservar a história e a cultura da nossa região”, conta o artesão de móveis.
Antônio Rodrigues Francisco tem 62 anos e é natural do Rio Grande do Sul. Vive na região carbonífera há 20 anos e instalou o Engenho dos Móveis há seis anos, na localidade de Sanga Funda, em Içara.
Além da fábrica, onde produz e vende as peças, possui uma loja na qual comercializa os móveis e artigos confeccionados por ele e um ajudante.
“Meu primeiro cliente foi o jornalista Archimedes Naspolini Filho, de Criciúma, que gostou do trabalho e começou a divulgar para amigos e conhecidos, pois na região não há mais ninguém que faz móveis reaproveitando madeira usada”, ressalta.
Ele diz que recebe clientes até de outros estados, como São Paulo e Rio de Janeiro. “Os veranistas acabam conhecendo o meu trabalho através de amigos aqui da região e me procuram para encomendar móveis, principalmente para mobiliar casas de praia e sítios”, conta.
A maioria dos clientes da marcenaria são jovens. Segundo Francisco, este público gosta de móveis coloniais, principalmente os arquitetos.
Ao redor da pequena fábrica, o marceneiro expõe as obrasem acabamento. “O fluxo de trabalho é variado. Tem semana que não recebo nenhuma encomenda, já em outras, muitos pedidos em um único dia. Gosto muito deste trabalho. Fico satisfeito em transformar estes objetos em obras”, finaliza.

ESPORTES - Içara se despede dos Joguinhos sem ganhar nenhuma medalha

Içara participou em três modalidades: basquete, vôlei de praia e karatê e não conseguiu nenhuma medalha, já Criciúma, ocupa até o momento, o segundo lugar no quadro de medalhas.

(divulgação)

Amanhã será o último dia dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, disputados em Criciúma.
O quadro de medalhas é liderado por Joinville, com 56 medalhas, seguido de Criciúma, com 41 premiações, superando cidades tradicionais na disputa como Blumenau, Florianópolis e Brusque, sede dos Jogos Abertos de Santa Catarina, em setembro.
Os atletas de Içara até que tentaram mas foram derrotados e voltam para casa sem medalhas. No basquete, foram três derrotas, enquanto no vôlei de praia os içarenses perderam os quatro jogos: Corupá 21/9, Florianópolis 21/14, Ascurra 21/8 e Criciúma 21/19. Já no karatê o campeão foi a cidade de Itajaí, e não sendo possível saber a classificação da equipe içarense.
O futsal feminino de Criciúma foi eliminado nos pênaltis por 4 a 3 pela equipe de Jaraguá do Sul, após empate em 1 a 1. O vôlei masculino também deu adeus ao ser derrotado por Florianópolis em 3 sets a 1. A equipe feminina venceu Guaraciaba por 3 sets a 0 e joga hoje contra Nova Trento.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

CAPA: Edição1.937 - Içara, 26 de agosto de 2010

Telecentro volta a funcionar com acesso à internet

(Foto: Maso Nyetto/ Jornal Içarense)




Apreendidos 16 caça-níqueis no Balneário Rincão

(Foto: Daniela Soares/ Jornal Içarense)

EDITORIAL - Ficha limpa anula corruptos

Proibir a candidatura de pessoas que tenham sido condenadas por intuições colegiadas é uma determinação em vigor já em outros países. E funciona, porque raramente é veiculado uma notícia de políticos corruptos do outro lado do Atlântico, ao contrário do Brasil, onde muitas vezes para fugir de uma condenação a pessoa se candidata a deputado para ter direito ao foro privilegiado.
É hora de acabar com esse benefício a favor dos cor-ruptos, que tem de ser tratado como ladrão e serem julgados na justiça comum como marginal, talvez assim reduza os crimes econômicos no país.

CHARGE


.

Participe: Deixe abaixo o seu comentário, sua opinião.

De bem com a VIDA com Jairo MARTINS


Escudos

A solidão tem um preço. A liberdade, também. A mente humana aprendeu a amar e a desprezar usando a mesma lógica porém empreendeu um esforço maior para amar e ser amado.
Quem não precisa de apoio, de proteção? Onde está o ser humano completo que não precisa de ninguém? Neste exato momento você poderá estar necessitando de um escudo. Alguém que seja seu suporte, sua base, seu conselheiro.
Não se sinta sozinho, procure o seu escudo. Igualmente, sua consciência suplica que você exerça o papel de escudo para alguém. Há pessoas necessitando de apoio, de verdades no mundo das tentativas.
Seja escudo e ande a procura do seu escudo. Precisamos compartilhar mais. Fugir da frieza de uma sociedade medíocre onde a fuga e a máscara são placebos na raiz de pessoas carentes. Entendamos que não estamos sozinhos, não crescemos sozinhos. Nossa história de vida inclui escudos.
Pessoas presentes no instante da dúvida e dos medos. Inclui o alívio de poder ser uma resposta a quem entregou seus caminhos e dúvidas ao seu posicionamento. Os solitários tenderão a se calar. Ficarão órfãos de conquistas. Não vendamos o mundo dos escudeiros pelo preço barato da vergonha de achar que sozinhos chegamos a algum lugar. Vamos assumir nossa condição de carne e osso. Inicie um propósito hoje, agora, já. Comprometa-se a ser um escudo na vida de alguém. Ao mesmo tempo, busque auxílio na sua trajetória. Tenha em mente, como filosofia de vida que os dias se acrescerão com mais brilho e sabor, sabendo que não seremos tão teóricos, mas se a prática for um acrescentar de valores humanos positivos, quem sabe respiraremos o ar puro da consciência tranqüila que nos levará a paz.

POLITICA - Esperidião Amin faz campanha em Içara

O candidato a deputado federal, Esperidião Amin (PP), visitou Içara nesta quarta-feira para fazer campanha e, também, elevar aos içarenses o nome de Angela Amin (PP) ao governo de SC.

(Foto: Maso Nyetto/ Jornal Içarense)
O candidato à deputado federal Esperidião Amin (PP) esteve em Içara na tarde desta quarta-feira para reunir-se com lideranças do partido e cumprir agenda de campanha na região.
Amin visitou o Jornal Içarense (JI) junto com o presidente do PP de Criciúma, Genésio Spillere; do presidente do PP de Içara, Arnaldo Lodetti Junior; dos ex-prefeitos de Içara, Heitor Valvassori e Júlio Cechinel; dos vereadores de Içara, Osmar Manoel dos Santos e Itamar da Silva, e do vereador de Criciúma, Giovane Zappelini, entre outros.
Sobre a decisão do partido, de indicá-lo à Câmara Federal, Amin disse ter sido bom. “Foi uma maneira de preservar a unidade do partido. Desejo o mandato de deputado federal. Abracei com muito entusiasmo a causa”, exclamou.
Amin destacou a vontade de ajudar a região carboní-fera, falando sobre a atuação como senador, na qual o primeiro projeto, em 1991, foi o Provida, que contemplou a construção da Barragem do Rio São Bento. Quando governador, deu prioridade à obra, com o objetivo de resolver o problema de abastecimento de água na Região Sul do Estado.
Quanto à candidatura da esposa, Ângela Amin, ao governo do Estado, lembrou que o candidato a vice, o pedetista Manoel Dias, é de Içara. “Eleger um içarense como vice-governador de Santa Catarina seria uma ótima comemoração para o município que completa 50 anos em 2011”, associou.
Ele disse que Ângela vai aprimorar as ações iniciadas em seu governo e, como deputado federal, vai ajudá-la nas causas como a descentraliza-ção dos serviços de saúde, redução do tempo das viagens das ambulâncias, reabilitação e atualização de programas para a agricultura, profissionalização da segurança pública, entre outras.

COLUNISTA - Maso Nyetto


“Tenho certeza que o povo do sul irá recompensar o Maneca por tudo que ele já fez. Agradeço a todos os companheiros do PP que muito estão contribuindo conosco. Estamos todos unidos para que tenhamos uma maior representação política do Sul do estado”. Rodrigo Minotto (PDT), candidato à deputado estadual, terça-feira, na inauguração do comitê em Içara, na presença de várias lideranças pedetistas e também do PP.

Ex-governador Esperidião Amin

candidato a deputado federal pelo PP esteve ontem na redação do Jornal Içarense acompanhado de Olavo Della Bruna, Júlio de Lucca, dos ex-prefeitos Júlio Cechinel e Heitor Valvassori, dos vereadores de Içara Osmar Manoel dos Santos e Itamar da Silva, e do presidente da sigla em Içara, Arnaldo Lodetti Júnior.
Amin também esteve em visita rápida na Rádio Difusora e na Cooperaliança. Já a candidata à governadora Ângela Amin circulou pela região de Braço do Norte.
Os progressistas estão confiantes na vitória de Ângela pois as pesquisas mostram que ela tem uma maior aprovação que os adversários Raimundo Colombo (DEM) e Ideli Salvatti (PT)

Processo de Gentil
segundo o presidente do PP de Içara, Arnaldo Lodetti Júnior, o processo está em Brasília, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sendo apreciado pela procuradoria.
Eles estão aguardando a decisão do TSE. Já, no processo envolvendo Adair de Souza, o China, estão recolhendo papéis.[

Ex-prefeito
Júlio Cechinel afirmou que está ajudando na campanha de Zé Milton Scheffer porque quando ele foi candidado, em 2006, ele conseguiu mil votos na região de Sombrio. “É uma questão de gratidão”, comentou Cechinel, que teve as placas com Zé Milton rasgadas e escritas traidor.

Administração Municipal de Içara
reverte decisão de ação coletiva proposta através do Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional do Estado de Sana Catarina (Senalba) em julgamento em Segundo Grau, realizado no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), na tarde desta quara-feira (25) em Florianópolis.
A decisão afasta a responsabilidade do município no que diz respeito às verbas trabalhistas dos funcionários da extinta Afasi. De acordo com o procurador do município, Valterney Reús, ainda cabe recurso, “mas a matéria é favorável à Administração”.
Em 2009, 182 servidores da Afasi foram demitidos.

Frase
“Político honesto é que nem Unicórnio, eu nunca vi, mas deve existir” (Autor desconhecido).

GERAL - Evento promove conscientização no Dia de Combate ao Fumo

Na próxima sexta-feira, 27, será realizada exposição de cartazes alusivos ao combate ao tabagismo confeccionados por estudantes da rede municipal e estadual para conscientizar os içarenses.

(Foto : Daniela Soares/ Jornal Içarense)

Sentado na Praça Matriz São Donato, no Centro de Içara, ao fim de tarde, Daniel Souza, interrompe as atividades para fumar um cigarro. O fumante que iniciou o vício aos 13 anos, ao ver o pai fumar, diz que não permitiria que as filhas adquirissem o mesmo hábito. “Estou ciente que a nicotina é a pior droga que existe”, ressaltou Souza.
O mesmo local que serve de ponto para alguns fumantes, servirá na próxima sexta-feira de sede para exposição de cartazes relacionados aos malefícios do cigarro, confeccionados pelos alunos de escolas municipais e estaduais.
Na programação também haverá distribuição de material educativo e informativo.
“Nosso objetivo com o evento é conscientizar a população no Dia Nacional do Combate ao Fumo, levar até a população informações de prevenção e promoção da saúde, enfim, promover mais uma ação de cuidado com a saúde do cidadão içarense”, ressaltou a Gestora de Saúde Mira Dagostin.
Entre os programas oferecidos pela Administração Municipal de Içara, através da Secretaria de Saúde, está o Programa Nacional de Controle do Tabagismo que consiste em proporcionar às pessoas com interesse em deixar de fumar uma série de programação e atividades desenvolvidas na sede.

GERAL - Telecentro volta a funcionar

(Foto: Maso Nyetto/ Jornal Içarense)

Após mais de seis meses atendendo precariamente, o Telecentro Comunitário Luiz Gustavo da Luz é novamente opção de pesquisa e estudo para comunidade de Pedreiras, no Distrito Balneário Rincão.
Segundo o responsável provisório pela unidade, Marcelo Fernandes, os técnicos da Empresa Positivo estiveram no local esta semana, para instalar e atualizar um novo sistema.
Conforme Fernandes, “os computadores estão funcionando normalmente, inclusive com acesso a internet”. Das dez máquinas, apenas uma está debilitada em função da queima do monitor.
Panfletos foram espalhados pela localidade, para convidar a comunidade a fazer uso do local.

POLÍCIA - Polícia Civil de Içara apreende 16 máquinas caça-níqueis no Rincão

Investigação apontou ponto de exploração de jogos de azar no Distrito Balneário Rincão; segundo PC o local seria estabelecimento de jogos, produção e manutenção das máquinas de jogo de azar..

( Foto: Daniela Soares/ Jornal içarense)

Após 45 dias de investigação, a Polícia Civil de Içara estourou no final da tarde de ontem um ponto de exploração de jogos de azar no Distrito Balneário Rincão, no calçadão central.
Conforme o delegado Rafael Marin Iasco, foram apreendidas 16 máquinas caça-níqueis, além de acessórios, como placas de memória. Segundo apurado pelo delegado, há indícios que o local era ponto de jogos, manutenção e produção das máquinas.
Iasco relatou ainda que o estabelecimento que funcionaria nos fins de semana, teve de ser arrombado, sob mandado de busca, pela polícia para que a operação fosse realizada. Não havia ninguém no local e a Polícia Civil ainda não identificou o proprietário da casa.
“Tudo que é relacionado aos jogos foi apreendido. Agora o indiciamento é instaurado e aguardamos a ordem do Judiciário para destruirmos os objetos”, explicou o delegado Fernando De Faveri.
O delegado acrescentou, que os objetos que podem ser utilizados, como monitores, são encaminhados a doação.
As investigações devem apurar os envolvidos no crime de exploração de jogos de azar e também o locatário da residência.
Na última semana, operação da Polícia Civil de Criciúma realizou duas apreensões de máquinas caça-níqueis.

VARIEDADES - Textos de alunos içarenses são selecionados para olimpíada

A comissão julgadora selecionou textos na etapa municipal da Olimpíada de Língua Portuguesa nesta segunda-feira, dia 23 e seis estudantes içarenses se classificaram para a fase estadual.

(Foto: Bruna Borges/ Jornal Içarense)
Textos de alunos içarenses foram selecionados na etapa municipal da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, nesta segunda-feira, dia 23.
Com o tema O Lugar Onde Vivo, as inscrições foram feitas nas categorias Poema, Memória, Crônica e Artigo de Opinião, conforme a modalidade de ensino de cada escola.
A Secretaria de Educação e Cultura de Içara formou a Comissão Julgadora Municipal que selecionou os trabalhos enviados pelas instituições de ensino.
Fizeram parte da comissão as representantes da GERED, Nelci de Fátima Pereira Metz; e da Secretaria de Educação, Maria Conceição Búrigo Lima; a secretária da Academia Içarense de Letras e Artes, Maria de Fátima Silveira Pavei; a presidente do Conselho Municipal de Cultura, Teresa Feltrin Borges; e a professora de letras, Fabiana do Amaral.
O concurso, desenvolvido em parceria com o Ministério da Educação e Cultura (MEC), será disputado a nível escolar, municipal, regional, estadual e nacional. “Os textos selecionados serão encaminhados para a coordenação da Olimpíada de Língua Portuguesa, que fará a conferência e enviará ao representante da Secretaria Estadual de Educação. Estes participarão da seleção dos semifinalistas.
Os autores dos textos classificados pela comissão julgadora estadual e respectivos professores deverão participar presencialmente da quarta etapa (seleção dos finalistas) que se reunirão em uma capital brasileira”, explicou a Gestora de Educação, Giovana dos Santos.
A fase estadual vai de 20 de setembro a 22 de outubro de 2010. Neste ano, participaram 18 escolas da rede municipal e mais 11 escolas estaduais de Içara.
Foram inscritos 19 poemas (alunos do 5º e 6º ano); nove memórias (alunos do 7º e 8º ano); oito crônicas (alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e 1º ano do Ensino Médio); e dois artigos de opinião (alunos do 2º e 3º ano). A categoria Poema recebeu mais textos pelo fato do município ter mais escolas de nível fundamental, ou seja, até a 5ª série (6º ano).

TEXTOS SELECIONADOS:

POEMA: Trajetória do Meu Lugar
Aluno: Danilo Patrício do Nascimento
Professora: Altina Maria Tournier Warmling
E.M.E.F. José Fernandes Silveira (Sanga Funda)

Desalento de Uma Cidade
Aluna: Eduarda Dos Santos Mauricio
Professora: Alice Martins Carvalho
E.M.E.F. Quintino Rizzieri (Jardim Elizabete)

MEMÓRIAS: As Páginas da Minha Vida
Aluna: Larissa Guessi Batista
Professora: Maria de Lourdes Souza
E.E.B. Ignácio Stakowski (Presidente Vargas)

O Milagre de Santa Bárbara
Aluna: Gabrieli Frasson Massh
Professora: Jucirlei Pereira Casagrande
E.E.F. Alaíde Tabalipa (Esplanada)

CRÔNICA: Belezas da Cidade Mel
Aluno: Jonas Teixeira Ignácio
Professora: Silézia Pizzetti Augustinho
E.M.E.F. Maria Arlete B. Lodetti (Raichaski)

ARTIGO DE OPINIÃO:
O Desrespeito Pega Carona com a Intolerância
Aluna: Vanessa Possamai Vieira
Professora: Denise Cristina Martins Nunes
E.E.B. Profª Salete Scotti dos Santos (Centro)

ESPORTES - Caiçara investe alto na equipe em 2010

O time colorado içarense está fazendo investimento alto nos atletas de 2010, que participam do Regional da LARM, e os resultados já começaram a aparecer com as duas vitórias no campeonato.

(Foto: Thiago Nyetto/ Divulgação)
O Campeonato Regional da Primeira Divisão da Liga Atlética Içarense (LARM), que teve início há duas semanas, começa a destacar as equipes que realizaram investimentos e se candidatam a conquista do título da competição.
A cidade de Içara é representada na Primeira Divisão pelo Caiçara, que no momento ocupa a segunda melhor colocação com seis pontos, seguido da Carbonífera Criciúma.
A formação do Caiçara na LARM exigiu mais recursos do que no último ano. A diferença no pagamento de jogadores neste início de campeonato chega a exatos 30%. Passou de R$ 2 mil para R$ 2,6 mil por jogo. A conta leva em consideração apenas a remuneração dos atletas, muitos deles de fora da cidade, sem contar as taxas de arbitragem necessárias em jogos no Estádio Diomício Freitas, em Içara.
Grande parte do recurso foi captada por meio da iniciativa privada. Patrocinadora do time, por exemplo, somente a Construtora Giassi investirá R$ 15 mil na equipe içarense.
A LARM divulgou a lista da seleção da rodada sem nenhum jogador do Caiçara. As indicações foram lideradas pela Carbonífera Criciúma e o Metropolitano, com quatro jogadores cada. Este último time é o adversário do colorado içarense no próximo sábado, dia 28. O desafio será neutralizar no gramado a notável atuação do goleiro Fera, do zagueiro direito Téio, do volante esquerdo Lalo e do meia direito Maicon Ermo, apontados como os melhores jogadores da equipe.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

CAPA: Edição1.936 - Içara, 25 de agosto de 2010

Estudantes do EJA do Mirassol dão exemplos de cidadania

(Foto: Jhonatan Motta/Jornal Içarense)






Laudo Calegari assume pasta de Saúde de Içara

(Foto: Divulgação)






Ciretran atrasa entrega de CNHs

(Foto: Jhonatan Motta/Jornal Içarense)

EDITORIAL - Ciretran é alvo de reclamação

Desde que foi criado em Içara o Ciretran sofre com a falta de servidores e tem dificuldades na liberação das Carteira Nacional de Habilitação (CNHs).
As reclamações tem sido constantes por parte das auto-escolas e o órgão, que foi criado para agilizar a entrega do documento, não atinge as expectativas dos içarenses, que já sentem saudades do tempo que as CNHS eram liberadas em Criciúma. E dão ultimato: ou o Ciretran funciona ou fecha as portas.

CHARGE



.

Participe: Deixe abaixo o seu comentário, sua opinião.

COLUNISTA - Elza de Mello


Nuances de Vidas em Crônicas (58)

No último domingo, dia 22 de agosto, foi dedicado ao folclore. Então, rememoramos o saber do povo com suas lendas, suas crenças e a oralidade que perpetuou (e perpetua) todas as manifestações . Tais manifestações, mesmo no anonimato, insere-se na alma do povo.
Não há içarense que não tenha conhecimento de uma história fantástica, ou folclórica como falamos atualmente. Todas as mães mais vividas, ou que tiveram contato com outras mães de mais idade, conhecem os malefícios da bruxa para um recém-nascido. As pessoas de áreas rurais, especialmente as mais suprsticiosas temem certas horas “mortas” pela possibilidade da presença de lobisomem, boitatá e mulas sem cabeça. Temos localidades em que os causos das assombrações são mais freqüentes e as personagens chegam a conviver normalmente na comunidade como se fosse uma coisa natural.
Sobre o folclore e suas manifestações há toda uma literatura brasileira, especialmente nordestina. Porém, como o folclore é transmitido oralmente, ele passa a ter a contribuição regional de onde é contado. É comum ouvirmos um causo e pensarmos que já conhecemos com outras personagens ou com outro palavreado, porém é tão similar que chegamos a conclusão que vem de uma mesma raiz; já faz parte do folclore.
Quando criança, tive muito contato com meus avós e bisavós. Ao cair da noite, enquanto descansávamos o jantar, geralmente na boca do fogão, ouvindo o crepitar das chamas, meus avós contavam os causos e nós ouvíamos cheios de apreensão.Por alguns momentos tremíamos de medo, mas logo que o sol iluminava o mundo, o medo ia embora e nos deixava a vontade para a exploração do que ouvimos. O medo nunca impediu que fôssemos a procura da comprovação. Mas o importante é que os causos eram tão instigadores que sempre ansiávamos pela hora de ouvi-los. Boitatás, lobisomens, mulas sem cabeça, bruxas e outras figuras estavam sempre presentes nas horas da oralidade familiar. E este convívio com o folclore marcou tanto a minha infância, que produzi o primeiro volume do folclore no sul regional intitulado: Raízes do Saber Popular: os ritos, os mitos e o folclore.
É o apanhado de crenças como as benzeduras, que me foi repassado com carinho para desmitificar o poder da cura como bênçãos e não como um rito maligno. Nas fórmulas das benzeduras estão os nomes das pessoas e a sua localidade, embora elas afirmassem que possivelmente perderiam o poder da cura por haverem revelado a sua oração. O capítulo III fala dos principais folguedos, um misto de religiosidade e o profano que permeia a fé popular. Há nas manifestações do boi de mamão e cantorias dos Reis, toda a expressividade das manifestações Natalinas, da fé no Menino nascido na gruta de Belém. Porém a composição das personagens e a teatralização do boi de mamão, reflete o folclore e a contribuição étnica onde Ele se apresenta. Depois de uma introdução étnica, há a contribuição regional que vai dar uma série de variações no enredo, nas figuras e na própria manifestação popular.
Quem acompanhou manifestações populares natalinas não esqueceu de apresentadores como Almiro Marcelino, em Pedreiras; a Família Espanhol, em Içara; os cantadores de Reis Ângelo e David; seu Neneco Cardoso e, posteriormente o Joelson. Para quem estuda e pesquisa é visível as transformações ocorridas nos grupos devido a evolução sociocultural. No último capítulo há uma mostra dos cantares e das danças que somente em ocasiões de saudosismo as famílias costumam manifestar. As etnias africanas, polonesas, italianas e açorianas estão representadas em Raízes do Saber Popular. Afinal foi do caldeamento das e-tnias colonizadoras do município que nasceu a cultura do povo içarense. Falar de cultura é falar de folclore e das mais diversas contribuições populares.
Nos capítulos 5 e 6, há uma mostra dos causos de nossa região envolvendo as personagens mítica de décadas passadas. As pessoas que me repassaram os causos juram que é tudo verdade pois elas viram e ouviram tudo o que me contaram. Ainda hoje, há pessoas que me convidam a um passeio em suas casas para me contarem causos que ouviram. Depois que contam os causos, elas mostram o lugar onde ocorreu, e o medo que sentiram. Há uma singeleza tal em suas declarações que não vejo motivo de contestação, mas de um registro. Então meu arquivo está repleto de causos e casos içarenses, acrescentando sempre um ponto a mais no folclore de nossa terra e de nossa gente.