O blog JIdiario agora é portal JInews.com.br, com muito mais interatividade e conteúdo atualizado a todo momento. Acesse e confira.

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

EDITORIAL - Gentil busca unir forças

A aproximação entre o PMDB e o PP em Içara começou a ser percebida nas eleições de 2010, quando os adversários políticos Gentil da Luz (PMDB) e Arnaldo Lodetti Júnior (PP) deram as mãos para garantir a vitória da presidente Dilma Rous-seff (PT) no município.
Desde então surgiram os rumores de uma possível coligação nas eleições mu-nicipais de 2012.
O projeto do prefeito pee-medebista é ser reeleito com apoio de todos os partidos do município, o que pode ser uma utopia, mas não im-possível. O que vai ser mais difícil é encaixar muitas pessoas no Paço Municipal, porque ninguém coliga sem garantir algumas Se-cretarias e cargos.

CHARGE

COLUNISTA - Viviane Maragno


Celulite (1)

É crônica e não tem cu-ra, só é amenizada. É uma das patologias mais co-muns no sexo feminino e reconhecida com facilida-de. É uma afecção benig-na que pode ocorrer tanto em mulheres magras co-mo gordas. Afeta 95% das mulheres, comprometen-do coxas e nádegas, sendo considerada antiestética com pluralidade etiopato-gênica (referente à causa/evolução das doenças), po-de ocorrer de-vido:
*alterações hormonais (estrógeno)
* alterações de microcir-culação
* alterações metabólicas
*imunológicas e predisposição genética.
Fatores Agravantes: A-limentação inadequada, sedentarismo, transtor-nos ortopédicos, lordose exagerada, disfunção he-pática, disfunção gastro-intestinal, bebidas alco-ólicas, pílulas anticonce-pcionais, cigarro, obesi-dade, excesso de sal e es-tresse.
Estudos realizados no local com celulite constataram o se-guinte:
* Pele de Laranja: cor-responde aos poros foli-culares pilosos cercados por zonas edematizadas (inchadas). Essa zona de-primida é a pele normal (covinhas), zona elevada que está alterada.
* Pele acolchoada (capi-tonné): a superfície está “coberta” por “covi-nhas” cerca-das por zo-nas elevadas, apresentando um aspecto de lóbulos ou cordões de consistência suave.
Roupa A-pertada: Não provoca celulite. Quando existe celulite, a roupa a-pertada comprime os va-sos, prejudicando a circu-lação na região e pioran-do a celulite.
Não confundir celu-lite com gordura localiza-da? As duas alteram o visual do corpo na barri-ga, culotes, abdôme, ná-degas...
Até a próxima edição.

POLÍTICA - Gentil da Luz abre o jogo sobre a aproximação com PP

O prefeito içarense arquiteta seu projeto político para as eleições municipais em 2012, apostando em uma coligação com o Partido Progressista (PP), histórico adversário do PMDB.

(Arquivo/Jornal Içarense)

A aproximação entre o PMDB e o PP em Içara começou a ser percebida ainda nas eleições de 2010, quando os adversários políticos Gentil Dory da Luz (PMDB) e Arnaldo Lodetti Júnior (PP) deram as mãos para garantir a vitória da presidente Dilma Rousseff (PT) no município.
Os rumores de uma coligação entre as siglas nas eleições municipais em 2012 começaram, então, a serem ouvidos por todos os cantos da cidade.
Em dezembro de 2010, Da Luz deu as primeiras declarações sobre o assunto. Agora, o prefeito içaren-se já divulga abertamente o interesse pela união entre os partidos historicamente adversários.
“Estou trabalhando por uma coligação com o PP. Quero a união da cidade, que as forças políticas se juntem. Estamos passando por um momento único, com várias demandas. Içara chega aos 50 anos com a realização de muitas coisas boas e muitas outras ainda virão”, enfatiza o chefe do Executivo.
Sobre a desaprovação dos partidários mais antigos, contrários à união das siglas, o prefeito não mostra preocupação.
“Os cidadãos precisam entender que o município necessita de todas as forças políticas. As pessoas têm que pensar no melhor para a cidade”, ressalta.
Para o líder municipal, uniões políticas entre vários partidos estão sendo vistas tanto na esfera municipal, quanto estadual e federal.
“O PP não estava na coligação do governador Raimundo Colombo. Entretanto, o apoia agora. O Governo Federal também está recebendo apoio de várias siglas”, comenta Da Luz.
Para o presidente do PP de Içara, Arnaldo Lodetti Júnior, é muito cedo para falar sobre o assunto. O processo será conduzido pela nova Executiva, que vai ser eleita em março. “O que ela achar melhor o Ar-naldo está junto”, declara o líder dos progressistas.
Quanto ao processo que a coligação ‘Por Uma Içara Mais forte’ (PP/PT/PTB/PSDB) moveu contra o prefeito e o vice José Zanolli (DEM), para impugnação de mandato eletivo, Lodetti informa que foi proibido pelo advogado do PP, Ga-briel Schonfelder de Souza, de falar sobre o assunto.

COLUNISTA - Maso Nyetto


“A candidatura está na rua, buscamos o apoio de mais partidos políticos, es-tamos fechados com o Democratas do vice-prefeito José Zanolli e algumas pessoas do PP e do PMDB estão do nosso lado”. Sandro Serafim, candidato a presidente da Cooperaliança, três dias de antes de renunciar ao cargo junto a chapa de oposição, que tinha Márcio Toretti como vice.

Darlan Carpes
está deixando muita gente de cabelo em pé na Câmara Legis-lativa de Içara, entre vereado-res, funcionários e cargos de confiança como é o caso dos assistentes.
No início do ano ele exonerou quatro assistentes (dois do PP e dois do PMDB) e não está descartado de ocorrer mais demissões nos próximos dias. Segundo ele, as medidas deverão ser tomadas em função do alto numero de funcionários comissionados sobre o montante de efetivos, irregularidade apontada pelo Tribunal de Contas do Estado durante auditoria no ano passado.
Carpes está todos os dias na Câmara, ao contrário de outros ex-presidentes que deixavam o controle nas mãos de subalternos. O presidente deve ficar mais atento para que o carro oficial do Legistivo placas MCY 3572 não seja usado para serviços particulares.

Sandro Serafim
se achou ofendido pelos comentários feitos pelo advogado Mário César Serafim, o Teda, no dia 26 de janeiro, e registrou um boletim de ocorrência con-tra o componente do Gru-po de Oposição à Coope-raliança “Agora é a Hora”. E também vai entrar com ação judicial por danos e morais contra Teda.
Esse não seria o cami-nho que Serafim deveria tomar, só perde com isso, na minha opinião.

Possível coligação
entre PMDB e PP tem gerado não só desconforto de alguns partidários, co-mo também boatos envolvendo o nome do prefeito Gentil da Dory da Luz (PMDB) e do presidente do PP de Içara, Arnaldo Lodetti Júnior (PP).
Sobre o repasse do Co-sip da Prefeitura de Içara para a Cermoful, do Morro da Fumaça, Lodetti afirma que não participou de nenhuma negociação e Gentil também diz o mesmo.

O que não pode acontecer
é do presidente do Samae de Içara, Paulo Preis Neto, e o gerente da Casan de Criciúma, Alexandre Rabelo, ficarem se atacando na imprensa, de que a culpa da falta de água nos bairros Demboski e Presidente Var-gas é culpa desse ou daquele. O que tem é que resolverem o problema e pronto, a comunidade paga pelos serviços e precisa ser atendida.

O ex-presidente
Lula da Silva, que tinha um salário de R$ 11 mil até dezembro de 2010 vai ganhar R$ 13 mil para ocupar o cargo de presidente de honra do PT. Ele tinha é que pagar para ficar no cargo, afinal, ficou 8 anos no poder e “possivel-mente” deve ter feito o seu ladinho, como todos ex-presidentes, ex-governadores e ex-prefeitos sem-pre fizeram. Se não fez, o tem-po é quem dirá.

Vereador
André Jucoski, o Polaki-nho, acompanha o sindica-to rural de Içara, juntamente com o presidente Jair Des-tefani, o vice-prefeito José Zanolli, o secretario da A-gricultura, Silvio Viana, e o prefeito Gentil Dory da Luz, em Santa Cruz do Sul, para acompanhar a reunião que discutirá aumento do preço do fumo e também para que as companhias fumageiras melhorem a classe do fumo na hora da compra.

GERAL - Tubulação quebrada deixa comunidade sob riscos

Valo aberto e tubulação quebrada dificultam acesso dos moradores na rua Marcelino Gomes, no Marili, em algumas semanas localidade deve receber serviço de dessassoreamento

(Alex Cichella/Jornal Içarense)

O perigo é um companheiro constante dos moradores da Rua Marcelino Gomes, no bairro Marili. Desde maio de 2010, os moradores da localidade convivem com a tubulação quebrada, o que impede o acesso e causa transtornos.
Os moradores dizem ter receio de acabar caindo no valo, além do odor que exala do local.
Outra reivindicação da comunidade seria a implantação de uma ponte no local para possibilitar o a-cesso de transeuntes e veículos. Com base nesta solicitação, o encarregado de Obras da Administração Municipal de Içara,, Már-cio Realdo Toretti, diz que a tubulação foi quebrada pelos próprios moradores.
No entanto, ele a-firma que ela será recomposta nas próximas semanas. Para isso é preciso primeiro fazer a limpeza do canal que cruza toda a localidade.
No momento, as equipes da pasta trabalham no de-sassoreamento do canal do Lotea-mento Casagrande, no bairro Liri. As chuvas que afetaram a região, ocasionaram a elevação do canal da localidade e o consequen-te bloqueio da rua alagada.
A obra deve ser concluída em cerca de duas semanas, em seguida as equipes devem se deslocar para o bairro Marili. Os prejuízos da chuva ainda estão sendo contabilizados, mas já se pode afirmar que mais de 200 quilômetros de estradas foram danificados, além de 12 pontes.

POLÍCIA - Ladrão rouba celular e depois deixa na caixa de correio

Um homem anunciou assalto em um estabelecimento carregando uma caixa de doces, depois fugiu levando um celular, mas esqueceu as guloseimas no local, e aparelho foi achado na caixa de correio.

(Alex Cichella/Jornal Içarense)

Um assalto um tanto confuso surpreendeu a funcionária de um estabelecimento na Rua Vitória, no Centro de Içara. Ontem por volta das 10h, um homem entrou na loja com uma caixa de doces e a-nunciou o assalto. Ele indicava que iria sacar um revólver se a balconista J.A., 31 anos, não entregasse o celular que estava usando.
O homem fugiu levando o aparelho telefônico, mas deixou a caixa com as guloseimas. Mais tarde outro funcionário encontrou o celular na caixa de correio do estabelecimento. A Polícia Militar realizou rondas pelas imediações, mas não localizou o suspeito.
No dia anterior, a ação de um homem causou momentos de pânico a dois entregadores. R.C., 29 anos, e E.S.C., 33, levavam uma carga de cigarros a um estabelecimento no Poço Três, em Içara.
No local, um homem armado obrigou os homens a entrarem na Kombi em que faziam o transporte.
Conforme o sargento Fon-toura, eles foram amarrados dentro do veículo e só foram liberados no Poço Oito, também em Içara, onde o produto foi transportado para outro carro.
No mesmo dia, um veículo Escort, placas IDO-1104, de Arroio do Silva, foi recuperado no bairro Ma-rili. O veículo que havia si-do furtado estava nos fundos do Centro Comunitário do bairro sem vários compartimentos.

VARIEDADES - APAE de Içara mantém presidente e busca sócios

A presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Içara, Emília Val-vassori, foi reeleita para o cargo em novembro; ela fala sobre os planos da instituição.

(Bruna Borges/Jornal Içarense)

O primeiro mandato de Emília Valvassori na presi-dência da Associação de Pais e Amigos dos Excep-cionais (APAE) de Içara, começou em 2008 e finali-zou em 2010.
Como o estatuto da insti-tuição permite reeleição e Emília não teve chapa opo-sitora, no dia 17 de novem-bro de 2010 a presidente foi reeleita para o segundo mandato, que contempla o triênio 2011, 2012 e 2013.
“A diretoria vai continu-ar praticamente a mesma, foram poucas alterações. Temos um grupo forte, dis-posto a trabalhar mais pela APAE”, conta Emília.
De acordo com a presi-dente, no mandato anterior a instituição foi ampliada. “Fizemos a cobertura do pátio e reforma de uma par-te. A clínica e as salas para oficinas, como laboratório de informática, costura, en-tre outras, ficaram na parte nova. A escola ficou do la-do antigo”, explica.
Para o mandato que ini-cia neste ano, com posse no dia 3 de fevereiro, a direto-ria tem planos de continu-ar a ampliação e a reforma da sede. “Temos vários projetos. Entre eles, a cons-trução de uma piscina tér-mica. Além disso, quere-mos aumentar o número de sócios e convênios”, relata a presidente.
Segundo Emília, as par-cerias com os governos mu-nicipal, estadual e federal, através de convênios, são essenciais para o funciona-mento da instituição. Mas, também, os sócios voluntá-rios têm ajudado na manu-tenção da escola.
“Hoje contamos com cer-ca de 200 sócios, que cola-boram com contribuições espontâneas. Queremos e precisamos ampliar este número. Pois, a APAE gas-ta em média R$ 30 mil por mês, entre manutenção da escola e folha de pagamen-to dos funcionários. É um valor muito alto. Sem os convênios com o governo, por exemplo, a APAE não sobreviveria”, destaca.
Para ser sócio, é necessá-rio apenas vontade de cola-borar e realizar uma contri-buição mensal ou anual.
“Faço um apelo à socie-dade. Muitas pessoas e em-presas já têm ajudado. Po-rém, precisamos de mais sócios para fazer a manu-tenção da sede. Hoje ela está assim, bonita. Mas, pa-ra manter a qualidade, pre-cisamos de recursos finan-ceiros”, observa Emília.
A instituição içarense possui 55 funcionários e 203 alunos.
“Penso que temos que o-ferecer o melhor para os a-lunos. Eles já sofrem pelo fato de serem prejudicados fisicamente, devido às defi-ciências. Fico muito feliz quando eles chegam aqui e elogiam a qualidade da escola. A APAE de Içara é referência na região”, res-salta a presidente.
A primeira reunião da nova diretoria, a fim de es-tabelecer metas para o tri-ênio, acontecerá no dia 8 de fevereiro, quando a es-cola retorna do recesso.
Emília Valvassori é pro-fessora na rede municipal e trabalha na presidência da APAE como voluntária, assim como os demais membros da diretoria.
“Estou neste trabalho porque sinto que tenho que ajudar. A função de presi-dente, por exemplo, nin-guém quer, pois exige mu-ito e não é remunerado. Então, continuo no cargo, e com alegria”, finaliza a presidente.

ESPORTE - União da Praia e São José fazem clássico içarense

Seis partidas válidas pela terceira rodada do Praião 2011, dão prosseguimento na competição que sofreu um atraso por problemas extracampo, e equipes de Içara buscam recuperação na tabela.

(Maso Nyetto/Jornal Içarense)

São José e União da Pra-ia, que precisam da vitória, fazem a abertura do Praião 2011, na tarde deste sábado, na arena do Balneário Rincão, em Içara.
O União vem de um empate e um derrota, enquanto o adversário tem a mesma pontuação
Enquanto não é liberada a licitação para a arbitragem dos Campeonatos de Verão 2011, a Fundação Municipal de Esportes (FME) Içara continua firme com as atividades já programadas, como é o caso do Praião A e B e do Coroa Bom de Bola.
No outro jogo da tarde o Palmeiras tenta a recuperação em cima do Martinhos.
Já, no domingo, o Praia, CPAI e Vila Nova vão em busca de mais um vitória com o objetivo de assumir a liderança na tabela. O CPAI enfrenta a forte Car-bonífera Criciúma, enquanto o Praia se confronta com o Espaço Alternativo, e o Vila Nova encara o Ajax, de Siderópolis.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

CAPA: Edição2.034 - Içara, 28 de janeiro de 2011

Patrolados os principais acessoa do Rincão
(Alex Ccihella/Jornal Içarense)


PP DO Rincão oferece vaga de vice ao PMDB
(Alex Cichella/Jornal Içarense)


Caminhão -pipa abastece Demboski
(Alex Cichella/Jornal Içarense)

EDITORIAL - PP de Içara distante do PP do Rincão

No segundo semestre de 2010 houve um desmem-bramento no Partido Progressista de Içara, visando as eleições no Balneário Rincão em 2012. Parte dos filiados formou o Diretório do PP com 45 membros e aguarda o registro do Di-retório Estadual, que vai garantir os poderes legais.
Devidamente desvincu-lados do PP de Içara, os progressistas do Rincão já se mobilizam, totalmente desvinculados da Execu-tiva de Içara, que não tem poderes para interferir em qualquer negociação que ocorra com a participação dos progressistas rinco-nense, que descartam uma união com o PMDB.

CHARGE

De bem com a VIDA com Jairo MARTINS


Frases de aconselhamento

As pessoas são como os vinhos: a idade azeda os maus e apura os bons.
Não basta conquistar a sabedoria, é preciso usá-la e sempre.
O insensato ouve e esconde. O sábio vive o que reteve de bom
A vida feliz consiste na tranqüilidade da mente.
O que não dá prazer não dá proveito. Em resumo, viva intensamente o que lhe agradar e saboreie o que te faz feliz.
Não é bom se angustiar por aquilo que não se pode remediar, nem se preocupar com o que ainda não a-conteceu
A consciência tem mais peso que a opinião do mundo inteiro, portanto siga seu valor interno e ca-minhe em direção do teu pensamento, ninguém viverá a sua vida por você
As lágrimas secam depressa,dar a volta por cima, prolongará o sorriso. Assim como gosto do jovem que tem dentro de si algo do velho, gosto do velho que tem dentro de si algo do jovem: quem se-gue essa norma poderá ser velho no corpo, mas na alma não o será jamais.
Entendo que as pessoas deveriam conduzir tu-do a este princípio: aqueles que eles conhecem, devem ser tão felizes quanto possível. O que fazer para isso ser uma realidade?
Não nascemos apenas para nós mesmos, mas para servir, para acrescentar aos outros, para ser resposta aos outros..
No meio das armas, calam-se as leis. Prefiro viver o amor e guardar as armas. Pois a maior lei de todas é amar.
Perdemos o apetite de viver quando nossas paixões dilaceradas, às vezes, nós mesmos somos os principais culpados.
Todo sofrimento breve é obrigatoriamente suportável, mesmo que intenso, ou seja, tudo passa e tudo serve de crescimento.

POLÍTICA - PP do Rincão encabeça chapa em 2012 e oferece o vice ao PMDB

O ex-vice prefeito de Içara e atual vice-presidente do PP do Rincão, Naelti Vianna, garante que o partido vai disputar as eleições municipais no balneário em 2012 como cabeça de chapa.

(Arquivo/Jornal Içarense)

No segundo semestre de 2010 houve um desmem-bramento no Partido Progressista (PP) de Içara, visando as eleições no Balneário Rincão em 2012.
Parte dos filiados formou o Diretório do PP do Rincão, com 45 membros.
O PP do balneário, após enviar os nomes ao Diretó-rio Estadual, aguarda o registro da sigla, que vai garantir os poderes legais.
Devidamente desvincu-lados do PP de Içara, os progressistas da Praia do Rin-cão já se mobilizam para as eleições em 2012, na qual o novo município estreia no pleito eletivo.
“O Diretório do PP do Rin-cão decidiu que vai ser cabe-ça de chapa nas eleições do ano que vem e abre o espaço de vice-prefeito para coligação com outro partido”, informa o vice-presidente da sigla no Balneário Rincão, Naelti Vianna.
Depois de ter dito, em de-zembro do ano passado, que não havia possibilidade de o PP e o PMDB estarem juntos no pleito do Rin-cão, Vianna agora não descarta mais a coligação. “A vaga de vice está aberta para qualquer partido. Até mesmo ao PMDB, se vier com um bom projeto, podemos conversar”, explica o vice-presidente da sigla.
De acordo com Vianna, o PP tem quatro nomes de possíveis candidatos a prefeito do Rincão: ele próprio, que também é ex-vice prefeito de Içara; o primeiro suplente do PP na Câmara Municipal de Içara, Fábio Della Bruna Vieira; o ex-candidato a vereador e liderança do bairro Pedreiras, José Luiz da Luz; e o ex-vereador Francisco Hortêncio Mota, o Teco.
De acordo com o vice-presidente, no momento o Partido Progressista está trabalhando no time de vereadores para o novo município.
O número de interessados, entretanto, está acima do necessário, o que deve a-carretar negativas para alguns pretendentes.
“Até agora 33 pessoas já manifestaram a vontade de serem candidatos a vereador. Estamos conversando com eles, um a um. Infelizmente, alguns não poderão concorrer. Vamos tentar chegar a um entendimento. Caso não seja possível, o Diretório vai votar. O critério, no momento, é ter pelo menos um representante de cada comunidade”, ressalta Naelti Vianna.
O PP do Rincão concordou que vai ser independente do partido de Içara.
Vianna acredita que se o prefeito Gentil Dory da Luz concorrer à reeleição em Içara, o PP do Rincão vai ser fa-vorecido, pois o prefeito deverá unir todas as forças pa-ra se reeleger e não sobrarão nem recursos e nem tempo para dedicação ao candidato do balneário.
O presidente da comissão pró-emancipação é Jairo Celoy Custódio, e Vi-anna é o vice.

COLUNISTA - Maso Nyetto,


“PDT de Içara espera que o PMDB honre o compromisso de nos apoiar na eleição da Coope-raliança”. Presidente da Fundai e suplente de vereador, Geraldo Baldissera (PDT), sobre o compromisso firmado em 2008, quando o partido apoiou a candidatura de Gentil da Luz (PMDB) à prefeito. Mas o PMDB não cumpriu o “acordo” ao optar ser vice de Pedro Deonízio Ga-briel ( PP). E agora? Quem o PDT vai apoiar?

Fábio Della Bruna Vieira
que é sobrinho do presidente da Cooperaliança, Pe-dro Deonízio Gabriel e esteve em contato com o Grupo de Posição “Agora é a Hora”, afirmou que as “lideranças” do Balneário Rincão querem ele como candidato a presidente e Márcio Realdo Toretti de vice. Mas acho que ele está desavisado, pois o Toretti não está mais na disputa, foi afastado pelo grupo para evitar retaliações. “Se ficar só eu, mesmo assim não vou desistir da disputa, pois como já dizia meu avô, não existe sangria desatada”, comentou. O grupo de oposição deve definir os nomes da chapa 2 até essa sexta-feira, confirmou Mário César Serafim, o Teda.

São grandes
os rumores de que PP e PMDB vão estar coligados em 2012, mas tem os que não acreditam, tanto de uma sigla quanto da outra, principalmente os históricos. Mesmo assim, é grande a possibilidade disso vir acontecer.

Darlan Carpes
não cogita exonerar ma-is assistentes parlamentares para se adequar a Lei de Responsabilidade Fiscal e acatar a decisão do Tribunal de Contas do Estado. Dos 10 contratados, quatro já foram demitidos, no início do ano.


A Polícia Federal
já tem uma certeza: houve irregularidade nos preen-chimentos das Autorização de Internação Hospitalar - AIH - do Hospital São Donato e com isso um super-faturamento nas contas do Sistema Único de Saúde (SUS). Sem muito o que dizer, a direção do hospital não fez a defesa em dezembro. Em abril, o caso vai completar um ano sem apontar culpados. E a dívida do Grêmio, de aproximadamente R$ 100 mil, como é que ficou? Onde está a diretoria que não dá explicações e os comerciantes que não reclamam o valor?

Danúbio Gervázio Vieira
aposentado e produtor de fumo em Içara, que planta em média 1,3 arrouba por ano (cerca de 20 toneladas), lembra que a cidade de Içara era a primeira produdora de fumo do país e perdeu o posto para Santa Cruz do Sul (RS).
Ele lembra que a única empresa fumageira que tinha no município, a Fumusul, foi vendida para a Universal, que se transferiu para Maracajá, que pouco produz como ocorre com as cidades de Araranguá, de Sombrio e de Blumenau, mas tem por lá uma empresa fumageira. “Esta na hora do Poder Público se empenhar em trazer uma empresa de porte grande para Içara, afinal somos o segundo maior produtor do país, e estamos desamparados”, comenta.

GERAL - Caminhões pipa abastecem residências no Demboski

Abastecimento deve ser normalizado nos próximos dois dias, enquanto isso comunidade recebeu água em copinhos e residências foram abastecidas com caminhões pipa na tarde de ontem.

(Daniela Soares/Jornal Içarense)

Para amenizar o calor da temporada de verão, a água é uma alternativa certeira, se-ja no banho, em piscina ou para ingestão. No entanto, a falta da substância em algumas localidades do município tem tornado a estação ainda mais quente.
Na tarde de ontem, os moradores do Demboski receberam cerca de 20 mil copi-nhos de água e algumas residências foram abastecidas com caminhão pipa. A comunidade recebe também a notícia de que o abastecimento deve ser retomado nos próximos dois dias.
Enquanto a comunidade era atendida pela medida emergencial, engenheiros do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Samae) e da Casan se reuniam em busca de uma solução permanente. Conforme o presidente da au-tarquia, Paulo Preis Neto, os profissionais trabalham em cooperação pela retomada do serviço.
A problemática que tem se estendido há meses seria decorrente do tamanho insuficiente do reservatório, segundo o gerente da Casan, Ale-xandro Rabelo.
Mas, Preis aponta que o abastecimento, realizado desde 2005, vem apresentando falhas há algum tempo. “Já vi água encolher roupa, mas reservatório não. A água nem chega pelo cano”, comenta.
Para Rabelo, a solução à falta de água demandaria um reservatório maior. “A Casan deixou um reservatório quase pronto no Mareli e até hoje não foi utilizado pelo Samae. Está claro que não houve investimento no município nesta área”, ressalta o gerente da Casan.
O presidente do Samae rebate, dizendo que o serviço tem trabalhado para aprimorar o atendimento no município e anuncia que na próxima segunda-feira, dia 31, será iniciada a fase de testes no reservatório mencionado. No entanto, Preis salienta que o reservatório do Loteamento Mareli servirá para bombear mais á-gua para os bairros Jardim Silvana, Mareli, Tereza Cristina e parte do Jardim Elizabete.

POLÍCIA - Homem internado em POA procura família em Içara

Homem de cerca de 35 anos está internado em abrigo e diz ser natural de Içara, ele afirma também que se chamar Pedro Donato, e o abrigo procura familiares do homem desorientado.

(Divulgação)

Um abrigo da Capital gaúcha procura família de suposto içarense que está internado por lá. Apesar da pouca consciência, o homem diz se chamar Pedro Donato, e afirma ser natural de Içara. Ele ficou por algum tempo internado em um hospital de Porto Alegre, mas foi recentemente encaminhado ao abrigo Bom Jesus pela Secretaria de Assistência Social. Ele permaneceu sob os cuidados do abrigo para evitar que retornasse às ruas da capital gaúcha.
O homem tem cerca de 35 anos e não sabe dizer como chegou em Porto Alegre. A única lembrança que tem é de receber remédios da mãe para dormir. Ele comentou ainda que já passou três noites em frente ao Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma.
Maioress informações podem ser repassadas no abrigo pelo telefone (51) 3338-0704, falar com Rosa.
Nesta semana o desaparecimento de u-ma adolescente causou mobili-zação na região. Uma jovem de 14 havia sumido da residência em que morava em Morro da Fumaça. Ainda em circunstâncias desconhecidas, ela teria sido vista no município de Itajaí, e já retornou para casa.

VARIEDADES - ONG WSPA de proteção animal recruta voluntários

A World Society for the Protection of Animals (WSPA) é uma ONG internacional que, no Brasil, vem promovendo o bem-estar animal há mais de 29 anos; em Içara está há três meses.

(Bruna Borges/Jornal Içarense)

Os trabalhos da ONG WSPA - Sociedade Mundial de Proteção Animal (World Society for the Pro-tection of Animals) em Içara começaram através da iniciativa de cinco amigos a-dolescentes que não concordaram ao ver animais sendo mal tratados em um circo da região.
O diretor júnior da ONG de Içara, Max Amaral, explica que, a partir daquele momento, os jovens começaram a pesquisar sobre instituições que combatiam práticas contra o bem-estar animal.
“Nesta procura descobrimos o trabalho da WS-PA Brasil. Entramos em contato com eles e nos filia-mos”, conta Amaral.
Desde novembro de 2010 o estudante de 15 anos, fundador da ONG, percorre a cidade com o intuito de averiguar denúncias. Ele conta com a ajuda da Fundação do Meio Ambiente de Içara (Fundai).
“Recebo a denúncia, normalmente por telefone, e vou ao local apurar. Depois recolho o animal e dou toda a assistência, com a ajuda da Fundai. Em seguida o animal é encaminhado para adoção”, relata o diretor júnior.
De acordo com Amaral, a ONG precisa de voluntários. “Precisamos de pessoas dispostas a ajudar, que tenham no mínimo 14 a-nos, tempo disponível e disposição para caminhar no sol”, informa o jovem.
Todo o trabalho da ONG é feito com recursos dos próprios voluntários. Por isso, qualquer ajuda financeira é bem-vinda. “Precisamos de doações para manter o trabalho, como ração, entre outras coisas”, ressalta Amaral.
A WSPA de Içara recebe cerca de cinco chamadas por semana com denúncias de maus tratos. “As demais chamadas são para a-visar sobre cachorros de rua. Mas, neste caso não podemos fazer nada, pois não existe um canil municipal”, observa o jovem.
A campanha Circo Legal Não Tem Animal está sendo promovida pela ONG iça-rense. A mobilização visa incentivar o Plenário da Câmara dos Deputados a aprovar o PL 7291/2006, Projeto de Lei pela proibição federal do uso de animais em circos.
A WSPA no município não possui sede física, mas tem planos para se instalar em um local em março.
As novidades sobre a campanha e ações da ONG em Içara estão no blog www.wspasc.blogspot.com.
Para denúncias o telefone é (48) 9660-8233.
No Brasil, a WSPA começou a atuar em 1989, quando apoiou organizações de Santa Catarina na luta contra a Farra do Boi e divulgou a prática internacionalmente.
A história da instituição brasileira e as formas como os voluntários podem ajudar estão no endereço www.wspabrasil.org.

ESPORTE - Rodada definiu os últimos classificados do Suíço Noturno

Na noite de quinta-feira foram realizadas as três últimas partidas da segunda fase do Suíço Noturno da Zona Sul, com eles foi conhecido os três último classificados para a próxima etapa.

(Divulgação)

As três partidas realiza-das ontem definiu os últi-mos classificados à terceira fase do Campeonato de Fu-tebol Suíço Noturno, Taça Pierini Forros de PVC.
Os classificados são Em-preiteira Massirol, GFM Sports e Auto Posto Anel Vi-ário que voltam a arena de areia na próxima semana para a disputa das quartas-de-final da competição. Do-is jogos serão na terça-feria e outros dois na quin-ta.
No primeiro confronto, a Empreiteira Massiroli aproveitou a vantagem do empate, por ter a melhor campanha na primeira fase, e se classificou ao em-patar em 2 a 2 com o Darolt. A terá como adversário nas quartas o Vampiro, que le-va a vantagem de jogar pelo empate.
Na sequência da roda-da, o GFM Sports ficou com a outra vaga ao derro-tar o Real Amigos por 3 a 2 e na próxima fase, vai en-frentar a Imbralit, tendo a vantagem do empate.
E finalizando os jogos da noite, o Auto Posto Anel Vi-ário fez o dever de casa e venceu por 3 a 2 o RR Auto Center que ficaria com a vaga se empatasse.
Na próxima etapa, terça-feira, o Anel Viário enfren-ta o Open Market, que tem a vantagem do empate.
Já o Posto Barp, jogando pelo empate, encara o De-cas em busca de uma vaga na semifinal.
A organização da com-petição é de responsabili-dade de Kuquy Salvador.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

CAPA: Edição2.028 - Içara, 20 de janeiro de 2011

Vereadores poderão ficar sem assistentes
(Alex Cichella/Jornal Içarense)


Definida hoje a liga que fará arbitragem do Praião
(Maso Nyetto/Jornal Içarense)


PF não acata defesa do HSD no caso do SUS
(Arquivo/Jornal Içarense)

EDITORIAL - TCE registra irregularidades

O Tribunal de Conta do Estado (TCE) de Santa Ca-tarina, através de uma auditoria realizada entre os dias 22 a 24 de novembro, na Câmara Municipal de Içara, constatou supostas irregularidades no setor de pessoal. Os principais questionamentos levanta-dos foram com relação às atribuições dos funcionários de cargos comissiona-dos, os assistentes parlamentares; a quantidade de-les, que supostamente estaria excedendo o número necessário; e a frequência dos mesmos no local de trabalho.
A assessoria jurídica da Câmara tem 30 dias para apresentar a defesa junto ao TCE.

CHARGE

COLUNISTA - Susiane MENDES


A nova lei que simplica o divórcio

Com a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição número 28 de 2009, agora inti-tulada de Emenda Constitucional 66, o processo de separação dos casais brasileiros se tornou mais simplifi-cado e principalmente mais ágil.
Várias foram as mo-dificações para permitir que casais que não mais desejam ficar juntos possam separar-se.
Depois da Lei que permitiu o divórcio, há mais de 30 anos, tive-mos outra mudança importante no ano de 2007 com a a criação da Lei que possibilitou aos casais que con-sensualmente desejam se separar e que não possuem filhos meno-res em comum, a rea-lização do procedi-mento junto ao cartó-rio. Agora, com a nova Lei, não existe mais a necessidade de prévia separação judicial e a-guardar pelo prazo de um ano desta separa-ção para então ingres-sar com um novo pro-cesso para obter o di-vórcio definitivo, ou a-inda comprovar a sepa-ração de fato por mais de dois anos.
Com a Emenda 66 o processo de divór-cio pode ocorrer inde-pendente de prévia se-paração, seja ela judicial ou de fato, o que acaba com a lentidão e com a necessidade de ocorre-rem dois processos, o da separação para só então o de divórcio.
Assim, a partir do dia 14 de julho os casais que buscam a separa-ção já podem ingressar diretamente com o di-vórcio e, se existe con-senso entre o casal e não possuem fi-lhos meno-res em co-mum, po-dem fazê-lo diretamente no cartório, com o pro-cesso ocor-rendo de forma rápi-da e direta.
Essa mo-dificação le-gislativa traz economia de recursos técnicos e financeiros ao Judiciá-rio no país e, principal-mente, aos casais, já que, agora, somente, é necessário o ingresso de um processo e não mais o de separação judicial para somente após o de divórcio.
Esse texto foi editado em julho de 2009.

POLÍTICA - TCE/SC aponta supostas irregularidades na Câmara

Auditoria feita pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) de Santa Catarina averiguou possíveis irregularidades na contratação de pessoal a cargos comissionados na Câmara Municipal de Içara.

(Arquivo/Jornal Içarense)

Através de uma auditoria feita entre os dias 22 a 24 de novembro, na Câmara Municipal de Içara, o Tribunal de Conta do Estado (TCE) de Santa Catari-na constatou supostas irregularidades no setor de pessoal.
Os principais questiona-mentos levantados pelo TCE foram com relação às atribuições dos funcionários de cargos comissiona-dos, os assistentes parlamentares; a quantidade de-les, que supostamente estaria excedendo o número necessário; e a frequência dos mesmos no local de trabalho.
De acordo com o diretor de controle de atos de pessoal do TCE, Reinaldo Gomes Ferreira, a auditoria não foi feita por causa de denúncia. É um procedimento de caráter ordinário, ou seja, de rotina, feito nas Câmaras Municipais do Estado. Içara foi escolhida porque há bastante tempo não recebia os auditores.
“Em Içara verificamos a-penas questões ligadas aos atos de pessoal. Após a au-ditoria de regularidade, fizemos uma audiência e encaminhamos o relatório à Câmara, que tem 30 dias para apresentar a defesa. Com a defesa entregue, o TCE tem mais um mês para analisar”, explica Ferreira.
O parecer do TCE foi entregue ao setor jurídico do Legislativo içarense no início de janeiro, provavelmente entre os dias 10 e 13, segundo o advogado da Câmara, Paulo Sérgio Bor-ges. Desta forma, a Casa tem até meados de fevereiro pa-ra se defender.
O TCE questionou se os assistentes parlamentares, que devem ter cargos de chefia, direção e assessora-mento, estariam com atribuições de efetivos.
“Com relação às atribuições dos comissionados, vamos argumentar que eles não estão fazendo trabalho de efetivos. Os assistentes parlamentares fazem o assessoramento dos vereadores. Não é uma atividade burocrática. Eles são responsáveis por organizar e participar de reuniões em nome dos vereadores. São questões relacionadas ao desempenho do mandado. Por isso, não é o caso de realizar concurso para o preenchimento destes cargos, pois são pessoas de confiança de ca-da vereador, indicados por eles”, ressalta o jurídico.
Sobre a quantidade de assistentes, o advogado explica que tem relação com a estrutura política da Câmara. “A estrutura política comporta a quantidade de cargos comissionados que existe hoje. É maior que a estrutura administrativa. Por isso, o número de assistentes tem que ser equivalente ao número de vereadores, que são dez. Vamos argumentar fazendo este comparativo”, destaca.
A outra questão levantada pelo TCE é a frequência dos assistentes parlamentares no local de trabalho.
“O TCE questiona que não existe um controle da frequência dos assistentes na Câmara. Estamos providenciando isto. Mas, a forma ainda está sendo discutida”, diz Borges.
O período averiguado pelo TCE compreendeu o e-xercício de 2009/2010, no qual a Câmara era comandada pelo ex-presidente A-cirton Costa (PMDB). Por isso, segundo o diretor de controle de atos de pessoal do TCE, Costa é o responsável pela defesa.
O ex-presidente informou que ainda não analisou o parecer do Tribunal de Contas. “Na terça-feira li, por cima, mas não analisei ainda. Por isso, não posso dar uma posição. Durante esta semana vou me reunir com o jurídico para ver isso”, diz Costa.
Após feitas as argumentações pela Câmara, caso o relator do processo ainda entenda que existe algum ato ilegal, o Legislativo deverá se adequar às exigências, com pena de receber multa de R$ 500 a R$ 800.
No dia 12 de janeiro o a-tual presidente da Câmara, Darlan Bitencourt Car-pes (PP), exonerou quatro assistentes parlamentares.
“Quando fiz as exonerações, o objetivo era repassar o dinheiro para ajudar o Hospital São Donato. Mas, eu também sabia que o TCE tinha questionado o número de assistentes. No momento não tinha recebido o parecer do TCE ainda. Se tiver que exonerar mais alguém, vou fazer”, comunica o presidente da Câmara Legislativa.

COLUNISTA - Maso Nyetto,


“Não compete a mim falar disso, não sou diretor do partido, prefiro não opinar”. Heitor Valvassori (PP), ex-prefeito de Içara, sobre a possível coligação entre PP e PMDB, que tem sido assunto nos últimos dias em Içara e região.

Karine Gonçalves Pesavento Motta
critica a A Administração Municipal e a Polícia Militar que construiram um banheiro e colocaram a-berturas no quiosque sem a permissão do proprietário, que é o pai dela, Ivo Pesavento, que está em São Paulo, realizando exames médicos. “Simplesmente invadiram e estão usando o quiosque há quatro anos, e agora, sem consentimento do dono começaram a mexer no imóvel, construindo banheiro e colocando aberturas. Falei com o subprefeito Jairo Custódio, que mesmo contra vontade, aceito o uso do imóvel até 31 de março, mas se no dia 1º de abril não foi devolvido vou entrar com um processo de invasão de propriedade”, disse.
Custódio afirmou que a Polícia Militar pediu para reformar o local e acatou o pedido, pois achava que a guarnição tinha a autorização do dono.

O empresário
Sandro Serafim afirmou que vai entrar com ações judiciais por danos morais contra o advogado e contabilista Mário César Serafim, o Teda, pelos comentário divulgados ontem nesta coluna.
Por sua vez, Teda, respondeu a ameaça dizendo: “que ele entre, se a-chou que foi injustiçado, pois vou provar que não cometi nenhuma injustiça em meus comentários”, finalizou Teda

A maioria
das lideranças do PP do Distrito Balneário Rin-cão não querem coligar com o PMDB e devem ser oposição nas eleições de 2012. É claro que até lá muita água vai rolar mas em principio, essa éa decisão dos progressistas.
Um dos pré-candidatos do PP é o empresário Na-elti Vianna, que foi vice do ex-prefeito Heitor Valvas-sori (PP) e foi um dos res-ponsáveis pelo processo de emancipação

A enfermeira
respónsável pelo Posto do bairro Liri não quiz se identificar e nem permitr bater foto dentro da unidade, alegando que são ordens expressas da Secretaria de Saúde.
Se isso é verdade o que querem esconder? Que não tem médico? Que não tem remédio? O último que fez isso foi Eros Jahn, mas depois voltou atrás. Já, Valmor Rosso nunca impediu ninguém de dar declarações e nem tão pouco de bater foto das unidades de Saúde.
Já passou o tempo da ditadura. Está na hora do Lau-delino Calegari e Mira Dagostim verem isso de perto, pois a imprensa está aí para divulgar os fatos, sejam ruins ou bons.

José Dionísio Cardoso
passa a comandar, mais uma vez, a Câmara de Dirigentes Logistas, tendo como vice o comerciante Nereu Casagrande. A primeira grande promoção para o ano é a Liquida Içara, na primeira semana de fevereiro.

GERAL - HSD: Polícia Federal não aceita defesa apresentada

Conforme delegado da PF, Rafael Broeitti pronunciamento foi feito após o prazo e argumentos “não foram aceitos”, inquérito sobre fraude no SUS deverá ser concluído nas próximas semanas

(Arquivo/Jornal Içarense)

Duas semanas. Este é o tempo máximo estipulado para concluir o inquérito sobre a fraude no Sistema Único de Saúde (SUS) realizado no Hospital São Donato, segundo o delegado da Polícia Federal, Ra-fael Broietti. Neste período, o serviço de auditoria do SUS deve entregar o relatório completo sobre a investigação.
“Está comprovado que houve irregularidades no hospital. Só estamos a-guardando o relatório para encerrarmos o inquérito”, salienta. Também compõe a investigação, a auditoria já anexa da Secretaria Regional de Saúde.
Como procedimento do processo, o hospital teve a oportunidade de defesa no inquérito em dezembro do a-no passado.
Conforme o delegado da PF, o pronunciamento foi apresentado após o vencimento do prazo. Ele disse ainda que os argumentos expostos “não foram aceitos”.
O presidente do hospital, A-cirton Costa, diz que aguarda o posicionamen-to da PF para punir os responsáveis. “O hospital não pode ser punido. A culpa cabe a quem fez o que não devia”, considera.
A investigação se estende desde abril do ano passado, após denúncia feita ao Ministério Público sobre desvios provenientes de verba do SUS.

POLÍCIA - Veículo furtado é recuperado pela PM através de telefonema

Polícia Militar recupera um veículo abandonado em uma rua na direção de Criciúma, carro que havia sido furtado estava com partes danificadas e em Criciúma três veículos foram recuperados

(Alex Cichella/Jornal Içarense)

Um ligação ajudou a Polícia Militar a localizar um veículo furtado na manhã de ontem. Por volta das 11h30min, um telefonema ao 190 indicou que havia um carro abandonado em uma via que segue ao bairro Cristo Redentor, em Cri-ciúma. No local, a guarnição constatou que se tratava do Tipo, placas LWV-3062, de Criciúma.
Ao consultar o sistema de dados, os policiais confirmaram que o veículo possuía registro de furto.
Conforme o sargento Fontoura, avarias no painel indicavam que havia sido feita ligação direta. O páralama do veículo também estava danificado.
O carro foi guinchado e levado à delegacia. O dono foi localizado e informado sobre a recuperação.
Na noite desta terça-feira, dia 25, os policiais localizaram em Criciúma dois veículos e uma motocicleta, ambos furtados. Se tratavam de um Gol prata de Garopaba e um Uno vermelho de Criciúma, que estavam abandonados e levados à delegacia.
Uma guarnição em rondas pelo bairro Progresso consultou a placa de uma motocicleta em trânsito e confirmou que também havia sido furtada.
Em acompanhamento do veículo, a guarnição abordou e prendeu em jovem de 18 anos pelo furto da motocicleta.

VARIEDADES - Pet Shop Peludos & Charmosos auxilia nos cuidados aos animais

O Pet Shop Peludos & Charmosos recebeu o Destaque Içarense 2010 pelo reconhecimento da comunidade içarense aos serviços prestados; e o empreendimento completa quatro anos em 2011.

(Alex Cichella/Jornal Içarense)

Com a correria do dia-a-dia, sobra cada vez menos tempo para as pessoas cui-darem dos bichinhos de es-timação. Por isso, a deman-da por serviços de pet shop tem crescido consideravel-mente em todo o país.
Segundo a Associação dos Revendedores de Pro-dutos, Prestadores de Ser-viço e Defesa Destinados ao Uso Animal (Assofauna), 63% das famílias brasilei-ras de classe A e B possuem animais de estimação e os consideram como mem-bros da família. Este núme-ro passa para 64% quan-do se trata da classe C.
Pensando na necessida-de dos donos de animais de estimação em Içara, a pro-prietária do Pet Shop Pe-ludos & Charmosos, Vivi-ane Bonetti Ugioni, abriu o empreendimento há quatro anos, no Centro da cidade. “Sempre gostei de cães e ga-tos. Ao perceber a demanda por serviços pet, resolvi abrir o negócio, que só tem crescido desde o ano de 2007”, conta Viviane.
De acordo com a ela, a confiança que os clientes passaram a ter no estabele-cimento foi o motivo do crescimento. “Tenho clien-tes que estão desde o come-ço comigo e indicam para outras pessoas. Eles perce-bem a forma como trata-mos os animais, com cari-nho e dedicação. Os donos de cães e gatos não querem apenas aquele atendi-mento frio, eles desejam que estejamos presentes. O-ferecemos serviço de leva e traz e hospedagem, leva-mos produtos na casa do cliente, indicamos veteri-nário quando percebemos algo errado com o bichinho. Enfim, não é apenas o ser-viço solicitado. Existe toda uma preocupação com a saúde do animal”, ressalta Viviane.
Entre os cuidados com a saúde animal, a proprietá-ria destaca a esterilização das toalhas, com o mesmo processo que é feito em len-çóis hospitalares. “Com is-so, livramos os bichos de fungos e bactérias, que po-dem causar doenças”, ad-verte Viviane.
O Pet Shop Peludos & Charmosos, localizado na Rua Vitória, próximo ao Cartório Eleitoral, dispõe de sete funcionários, que garantem o tratamento a-dequado aos animais.
Viviane fez curso de este-ticista e oferece treinamen-to aos funcionários que iniciam no trabalho. “Entre nossos serviços temos hi-dratação, banho e tosa, ba-nho medicamentoso, tintu-ra, entre outros”, conta.
A loja conta com artigos nacionais e importados entre rações e acessórios.
Para ela, o trabalho é deli-cado, como em uma creche. “Se o pet shop não desper-tar confiança, dificilmente o cliente voltará. Pois, os bi-chinhos são amados como membros da família. É um trabalho que exige muita pa-ciência. É preciso gostar”.
A dedicação da equipe foi reconhecida no ano passa-do, quando o pet shop rece-beu Destaque Içarense 2010.

ESPORTE - Licitação para arbitragem do Praião será definida hoje

Nesta segunda licitação cinco ligas de futebol da região participaram do processo de arbitragem que foi aberto na terça-feira e será decidido hoje, às 17h, no Paço Municipal de Içara.

(Maso Nyetto/Jornal Içarense)

Será definida às 17h desta quinta-feira a liga vencedora da segunda licitação que trata da arbitragem dos Campeonatos Praião A e B e Coroa Bom de Bola, organizados pela Fundação Municipal de Esportes de Içara (FME) , que são disputados na orla do Balneário Rincão.
Liga Atlética da Região Mineira (LARM), Liga Atlética Içarense (LAI), Liga Es-portiva do Sul Catarinense (LESC), LUD (Liga Urus-sanguense Desportiva) e Liga Amadora da Região Sul (LARSUL) são as cinco entidades que estão participando do processo. Na terça-feira, na abertura da documentação ocorreu im-passe devido a repetição de árbitros, item colocado no edital como desclassifica-tório. Profissionais do apito estão na relação da LARM e da LAI e também da LESC, com isso a decisão ficou para essa quinta-feira, às 17h, no Paço Municipal de Içara. Os presidente das ligas envolvidas duvidam da veracidade das assinaturas dos árbitros.
A melhor proposta apresentada foi da LAI, no valor de R$ 38,8 mil. A segunda colocada, Lesc, orçou em R$ 43,7 mil. As demais propostas foram as seguintes: LUD (R$ 44,2 mil), LARSUL (R$ 46,5 mil) e LARM (R$ 48,3 mil).
A entidade vencedora começa a atuar nos campeonatos que já tiveram início e já estão na terceira (Praião A e B) na quarta rodada (Coroa Bom Bola).
A vencedora da primeira licitação foi a LAI mas as demais ligas recorreram alegando que a entidade de Içara não tinha árbitros, o que foi contrariado pelo presidente Paulo César Crescêncio.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

CAPA: Edição2.032 - Içara, 26 de janeiro de 2011

Carpes sugere nova discussão sobre os limites do Rincão
(Maso Nyetto/Jornal Içarense)


Falta médico no Liri
(Alex Cichella/Jornal Içarense)


MPF pede a retirada do quiosque móvel e cercamento de dunas
(Simone Costa/Divulgação)

EDITORIAL - Falta de médicos prejudica a Saúde

Uma antiga reclamação volta a acontecer em algumas comunidades do município: a falta de médicos nas unidades de saúde, como ocorreu ontem no posto do Liri. E esse assunto tem sido constante desde que Gentil Dory da Luz assumiu a A-dministração Municipal de Içara. Alguns pediram de-missão e outros tem sido omissos nos atendimentos e com isso superlotando o pronto-socorro do Hospital São Donato. A comunida-de reclama também que está faltando medicamen-tos em algumas unidades.
O secretário de Saúde Laudelino Calegari afirma que não vem medindo es-forços para resolver a situ-ação e que o Governo Muni-cipal está encontrando di-ficuldades para contratar novos profissionais que queiram trabalhar em Içara.

CHARGE

COLUNISTA - Elza de Mello



Aquém dos trilhos Vidas em Crônicas (2)

Abro o jornal e leio a manchete: Homem assas-sinado com sete facadas. Ao saber que o fato ocorreu no Balneário Rincão, a mi-nha curiosidade fica ainda mais aguçada. Sobretudo para mim que cresci brin-cando sobre aquelas du-nas, andando rente a La-goa do Jacaré, pegando á-gua do arroio para o uso da casa. Um lugar, para nós, crianças, inofensivo e cheio de belezas. Embora nas conversas dos adultos eles falassem do ocorrido no Capão do Alfaiate, nós não sentíamos qualquer ameaça de perigo, tão tranqüilo era o Rincão de minha infância.
Conhecíamos cada mo-rador: Seu Luiz Fernan-des, Seu Regino, Seu João Viana, Seu Zé Lino, Tio Antônio Machado, Seu Joãozinho eletricista, Seu Joãozinho motorista, Seu Vicente, Seu Bernardinho, Seu Niqui-nho Rocha, a família da Dona Noca, entre outros moradores do Rincão que eram re-sidentes com as suas famílias.
Era co-mum irmos na praia a-panhar al-guns peixes para a Tia Ma-ria fazer o almoço. Quan-do ocorria a demora da en-trega do peixe do almoço, as mulheres sabiam que es-tava dando um bom peixe no mar. Então mandavam os filhos apanhar o peixe, e os homens continuavam pescando. Depois do al-moço, nós, as meninas, la-vávamos as louças, e lim-pávamos a cozinha. As mães limpavam os peixes enquanto conversavam sobre a vida, a rotina da fa-mília, o alto preço do custo de vida. Os homens tira-vam uma soneca e depois sempre encontravam uma partida de bocha, ou uma conversa sobre a política.
As crianças, naquela é-poca, brincavam nas dun-as alvas e exploravam os recantos mais inusitados. Muitas vezes éramos atraí-dos para a praia com o en-calhe de uma baleia, com a presença de um espetáculo oferecido pelos golfinhos que repontavam cardu-mes de sardinhas, ou de tainhas; com a pesca de si-ris com as cocas; ou as mã-es tirando mariscos en-quanto a criançada brinca-va livre nas ondas ou fazia castelos nas areias. Não cruzavam veículos pela praia, portanto não havia o receio de alguns dos muitos filhos serem atro-pelados.
Quando foram construí-dos os primeiros hotéis, Seu Jacó passou a parti-lhar a vida do Rincão e a proporcionar, junto com Luiz Fernandes, Vital Ma-riano, uma certa seguran-ça aos turistas. O Rincão dos veranistas poderia ser também de turistas, pois, os hotéis garantiam um pernoite seguro aos visi-tantes de outros municí-pios vizinhos.
As margens do arroio, onde moravam os resi-dentes fi-xos, foram dando lu-gar aos no-vos veranis-tas e o Bal-neário Rin-cão foi cres-cendo, tra-zendo co-merciantes fixos. Se ha-via uma po-pulação rin-conense, era natural que houve tam-bém estruturas para o de-senvolvimento social.
A escola iniciada pela Dona Noca, primeira ins-tituição cultural, foi se-guida pela regência de Ma-ria Oliveira Machado, no-ra de Antônio Machado, o capelão que atendia as ne-cessidades espirituais da localidade, dando conti-nuidade ao trabalho do padre Bernardo Junkes.
Já, a Dona Rosa Macha-do atendia as parturientes e dava as boas vindas a ca-da rinconense que nascia.
A comunidade pesquei-ra vivia a fraternidade aos moldes da cultura caiçara nos tempos da minha in-fância.Hoje, as pessoas a-dultas que conheci, já não assomam às janelas para nos darmos bom-dia! Mas as manchetes, que nos revelam a barbárie dos tempos atuais, nos trazem em nuances, uma época em que vivíamos a certeza do amor fraterno.

POLÍTICA - Encontro na Câmara Municipal discute emancipação do Rincão

As mudanças que ocorrerão em Içara, com a emancipação do Distrito Balneário Rincão, em 2012, serão discutidas por lideranças e comunidade içarense em fevereiro, na Câmara Municipal.

(Arquivo/JornalIçarense)

Está marcada para o dia 3 de fevereiro, às 19h, a primeira reunião liderada pe-lo Legislativo içarense pa-ra tratar de assuntos ligados à emancipação do Balneário Rincão.
Logo no início do mandato de presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Içara, o vereador Darlan Bitencourt Carpes (PP) fez questão de alertar sobre a necessidade de todas as lideranças da sociedade organizada estarem envolvidas no processo.
Carpes quer criar uma comissão apartidária para realizar a transição que, segundo ele, é de fundamental importância para Içara e o Balneário Rincão.
“A princípio, a Câmara está tomando a iniciativa, convocando a sociedade organizada para pensar e estudar assuntos como a distribuição de água, o planejamento costeiro e terri-torial, a transferência de maquinário, a receita de ca-da município, entre outros que surgirem”, explica o presidente.
O prefeito içarense e secretários da Administração Municipal também serão convocados para o encontro, que acontecerá na sede da Câmara.
Além de membros da prefeitura, o presidente do Legislativo convida ex-pre-feitos, presidentes de partidos políticos, presidentes de associações de bairros, entre outras lideranças.
“Acredito que agora é a hora certa para começarmos a nos preocupar com as consequências que a e-mancipação do Rincão vai trazer. Por isso, é necessário reunir políticos, empresários e comunidade, para decidirmos juntos o melhor a fazer”, ressalta Carpes.
Quanto ao planejamento costeiro, Carpes relata que prefeitos de cidades litorâneas já se mostram preocupados, pois devem perder áreas territoriais e de preservação.
Porém, lideranças de outras cidades não serão convidadas em um primeiro momento. A reunião do dia 3 de fevereiro tem como objetivo apenas iniciar as discussões e coletar expectativas dos içarenses.
“Vamos definir com o prefeito as pessoas que farão parte da comissão”, comunica o presidente.
Carpes fala, ainda, sobre os rumores de que estaria pretendendo levar o bairro Barra Velha para o lado de Içara. “Nunca passou isso pela minha cabeça. Em nenhum lugar declarei isso. Mas, se por ventura surgir o assunto na reunião, vamos ter que discutir”, frisa o presidente.

COLUNISTA - Maso Nyetto,



“A candidatura está na rua, busco o apoio de mais partidos políticos, estamos fechados com o Democratas do vice-prefeito José Zanolli e algumas pessoas do PP e do PMDB estão do nosso lado”. Declaração do empresário Sandro Serafim, no dia19 de janeiro, e três dias depois ele retirou a candidatura de presidente da Cooperaliança, deixando o grupo de oposição a ver navios.

O advogado e contabilista
Mário César Serafim, o Teda, que faz parte do grupo de oposi-ção a atual dire-toria da Coopera-liança não pou-pou críticas ao empresário San-dro Giassi Sera-fim, que desistiu da candidatura de presidente da Chapa 2.
“Afirmo que o Sandro Serafim agiu como um moleque e não honra a calça que usa, pois as ideias que ele afirmava ser dele, na realidade, são do grupo que ele traiu. Pois não passa de um saco vazio, cheio de ambição, e, covarde como ele é, jamais será candidato nem sequer a síndico de prédio de quinta categoria em qualquer subúrbio de Içara” fina-liza Mário César Serafim, que mesmo tendo o mesmo sobrenome de Sandro não são parentes.
Serafim disse que não vai responder a crítica pois tem grande respeito ao grupo de oposição.

Gentil da Luz
falou sobre a desistên-cia de Sandro Serafim co-mo candidato de oposi-ção à presidência da Co-operaliança. “Serafim sai fortalecido na medida em que atendeu o interesse do partido, o que lhe cre-dencia a buscar espaços maiores na sigla futura-mente. Eu vou dever eter-namente ao Sandro Giassi Serafim pela posição de ter ouvido o partido e ter aberto mão da candidatu-ra. Ele foi convidado co-mo membro do Conselho Diretor, mas não aceitou por ter participado da chapa de oposição an-tes”, comentou Gentil à Radio Difusora.

É um absurdo
as taxas exorbitantes que cobram os bancos privados Bradesco e Itaú. Não é a toa que os dois bancos são os mais ricos do país. Espero que a Presidente Dilma Rousseff dê uma poda neles e redu-za as tarifas dos juros, ca-so contrário vão falir a classe média que é o que mais dá lucros aos banqueiros destes bancos, antigos financiadores de campanhas de políticos.
Os ex-presidentes Lula da Silva (PT) e FHC (PSDB) foram alguns deles pois durante 16 anos de mandato não mexeram um dedo para rever as taxas bancárias.

O tucano Laudir Brogni
comentou o editorial Onde existe fumaça há fogo, do dia 22/23 de janeiro, que cogita a coligação entre PP e PMDB nas eleições municipais de 2012.
“Essa possibilidade nao existe em Içara, vamos a-cabar com essa ditadura, vamos fazer de tudo para vo-tar contra essa enganação, onde apenas quatro ou cinco pessoas ficam no poder sugando o povo.....o povo não é bobo tem muita coisa podre para colocar na rua desses dois partidos”.

Morreu aos 84 anos
vítima de insuficiência respiratória, Adércia Fur-tulino da Silva. Ela é mãe de Sidirlene, ex-presi-dente da Apae e de outros seis filhos.

Pela aproximação
que os familiares ti-nham com a política, prin-cipalmente no PMDB e no PP, muitas pessoas devem comparecer no velório, ho-je, na Capela Mortuária.

GERAL - Município com falta de médicos e remédios

Pelo menos três unidades de saúde de Içara estão sem o atendimento médico; o secretário de Saúde afirmou que falta será suprida em breve; e postos enfrentam também falta de medicamentos

(Alex Cichella/Jornal Içarense)

Uma antiga reclamação volta a acontecer em algumas comunidades do município: a falta de médicos nas unidades de saúde.
Na manhã de ontem, Ro-ni Rodrigues levou a mãe de 80 anos para uma consulta no posto do bairro Liri, mas foi surpreendido pela falta de atendimento. “A consulta foi marcada há duas semanas. Po-deri-am ter nos avisado”, comentou, indignado.
A enfermeira responsável pela unidade informou que os casos clínicos graves estão sendo encaminhados a outros postos ou ao Hospital São Donato. As comunidades dos bairros Nossa Senhora de Fátima e Presidente Vargas.
O secretário de Saúde, Laudelino Calega-ri, disse que a pasta já está providenciando a contrata-ção de novos médicos. “Estamos tendo dificuldades em encontrar novos profissionais, mas em breve a situação estará resolvida”, acrescentou.
De acordo com os trâmites burocráticos de contra-tação, um novo mé-dico deverá retor-nar os atendimentos no próximo dia 7, na unidade do bairro Liri que está sem médico desde o dia 21.
Além da ausência de at-endimento, faltam remédios na Farmácia Municipal. Alguns medicamentos de alto custo repassados pelo Estado estão em falta nos municípios da região.
Segundo Calegari, não será preciso que Içara compre os medicamentos em falta, já que o atraso deve ser regularização nas próximas semanas.

POLÍCIA - Alarme assusta ladrão em padaria no Raichaski

Em Içara um homem quebrou a vidraça de uma padaria no Raichaski mas fugiu após o alarme aionar, enquanto no Rincão, uma residência foi arrombada e vários produtos foram levados.

(Maso Nyetto/Jornal Içarense)

Um ladrão foi surpreendido na madrugada de ontem pelo dispositivo de segurança de um estabelecimento. Por volta da 1h, um morador da Rua Gualajara, no bairro Raichaski solicitou a Polícia Militar (PM). Ele avistou um masculino quebrando a vidraça de uma padaria da localidade.
Mas, o agente fugiu após o alarme ter sido acionado.
Conforme o sargento Fontoura, o homem não levou nada do local. A guarnição da PM realizou rondas pelas imediações, mas não encontrou nenhum suspeito.
De acordo com a descrição do solicitante, o homem estava sem camisa e com um capuz na cabeça. Após a ação ele teria fugido a pé.
Já no Distrito Balneário Rincão a ação foi executada em um residência próxima ao mercado Treviso. Foram levados um mo-dem wireless, uma piscina inflável e cerca de 50 latas de cerveja.
O furto foi percebido a-penas na manhã de ontem. Uma das portas da casa foi arrombada. O criminoso teria ainda defecado no quintal.
Na madrugada desta segunda-feira, um posto de combustíveis foi assaltado na SC-444, bairro Liri. Dois homens de moto e capacetes levaram cerca de R$ 600. Ninguém foi localizado.

VARIEDADES - Psicólogo lança coluna sobre comportamento no JI

O psicólogo e professor universitárioSergio Gobbi, que é natural de Porto Alegre e vive há dois anos em Içara; começa a escrever uma coluna semanal no Jornal Içarense sobre comportamento.

(Alex Cichella/Jornal Içarense)

Com o objetivo de escla-recer, responder e discutir sobre o comportamento hu-mano, o psicólogo e profes-sor universitário Sergio Gobbi lança a coluna Vida e Comportamento.
Os textos serão publica-dos semanalmente, a partir de fevereiro, na Página Do-is do Jornal Içarense (JI).
“A ideia da coluna é fa-zer uma análise crítica das atitudes das pessoas, com um vocabulário simples, para que todos entendam facilmente. Içara está cres-cendo e a comunidade não está se dando conta disso. Por isso, alguns comporta-mentos devem ser discuti-dos”, ressalta o psicólogo.
Além disso, Gobbi abre o espaço para receber su-gestões de temas e pergun-tas. “Quero interagir com os leitores. Para isso, dispo-nibilizo meu contato. As perguntas serão respondi-das em forma de texto na coluna Vida e Comporta-mento. Convido os leitores a participarem”, destaca o novo colunista do JI.
Perguntas e sugestões de temas podem ser enviadas para os seguintes e-mails: gobbi@contato.net ou no jornalicarense@gmail.com.
Sergio Gobbi mora há do-is anos em Içara, no bairro Jardim Silvana. O psicólo-go acredita que os textos para o jornal o ajudarão a exercitar a escrita e conhe-cer um pouco mais sobre o povo içarense, com o qual se identificou muito.
“Já morei em Porto Ale-gre, Florianópolis, Criciú-ma, entre outras cidades. Em Içara percebi que as di-ferenças sociais não são tão gritantes como nestes outros municípios. Aqui parece que as pessoas são mais iguais, mais acolhe-doras. Os içarense ainda conservam características de cidade do interior, ape-sar de ser um município em crescimento”, observa.
Outra característica de Içara que chamou a aten-ção do psicólogo foi a na-tureza. “No bairro onde moro há dois hectares de área verde. Já vi diversas es-pécies de animais, as mais curiosas foram os tucanos e as aracuãs. Vejo beija-flo-res todos os dias”, relata.
Segundo Gobbi, encon-trar sotaques diferentes dentro de um mesmo terri-tório também foi surpre-endente. “Dentro do muni-cípio, no bairro Morro Bo-nito, por exemplo, vi pes-soas falando com sotaque italiano. Isto é fascinante, pois mostra que o povo con-serva a cultura”, enfatiza.
Sergio Gobbi tem Mestra-do em Educação, pela Uni-versidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), de (1998-2000); Especializa-ção em Psicologia Clínica (1995-2002); Especializa-ção em Abordagem Cen-trada na Pessoa de Carl Rogers (1994-1995); Gra-duação em Psicologia (1983-1992), pela Universi-dade do Vale do Rio dos Si-nos (UNISINOS).
Gobbi tem livros e arti-gos publicados. Já foi pro-fessor universitário em di-versas instituições da regi-ão. Em Santa Catarina co-meçou a dar aulas em 1995.
Na dissertação de mes-trado tratou da compreen-são do comportamento hu-mano. E, agora, divide o co-nhecimento em Içara.

ESPORTE - Rodada define mais três equipes classficadas a 3ª fase

Na noite desta terça-feira foram realizadas mais três partidas e as equipes do Vampiro, Posto Barp e Decas venceram e se classificaram a próxima fase do Suíço Noturno da Zona Sul.

(Divulgação)

Mais três equipes se classificaram para a terceria fase do Campeonato Suíço Noturno, Taça Pierini Forros de PVC.
Vampiro, Posto Barp e Decas garantiram a vaga nos jogos realizados nesta terça-feira na arena da Zo-na Sul do Distrito Balneário Rincão, em Içara.
Jogando pela vantagem do empate o Vampiro não passou do 1 a 1 com o Cre-disa e conseguiu a vaga nas quartas-de-final por ter a melhor campanha na primeira fase da competi-ção noturna. Leonardo a-briu o placar para o Vam-piro e Estevão empatou.
No outro confronto, o Posto Barp venceu o CPAI por 4 a 2, com gols de Testa (2), Rodrigo e Ronaldo, descontando Pelha e Giba, e também conseguiu pas-sar a fase seguinte.
Encerrando a rodada, o Decas se classificou ao go-lear por 6 a 2 o Restaurante Haras HG. Marcaram Dido, Everaldo (2), Butiá, Regi e Nico, enquanto Juan e Leonardo descontaram.
Com os resultados da noite de ontem, um con-fronto das quartas-de-final já está decidido. Posto Barp (joga pelo empate) e Decas vão se enfrentar na próxi-ma etapa. Os demais cruza-mentos serão definidos na quinta-feira - por causa do jogo do Tigre contra o Brus-que, fora de casa - a quarta-feira será de folga no Cam-peonato de Futebol Suíço Noturno.
Vão completar as oita-vas-de-final os confrontos entre Empreiteira Massirol x Darolt Material de Cons-trução; GFM Sports x Real Amigos e RR Auto Center x Auto Posto Anel Viário.
Os jogos das oitavas-de final começam às 19h30-min, na Arena da Zona Sul do Rincão.

DISTRITO - Prefeitura deverá solucionar irregularidades no Rincão

A orla do Balneário Rincão foi objeto da fiscalização de representantes do Ministério Público Federal (MPF) e do Município; quiosque deverá ser removido e dunas deverão ser cercadas

(Maso Nyetto/Jornal Içarense)

Uma vistoria voltada ao plano de manejo das dunas no Balneário Rincão, em Içara, teve desfecho diferente do esperado. “O objeto do processo judicial era outro, mas não pudemos ignorar o que vimos”, disse a procu-radora da república, Rafa-ella Aberici, que acompanhou fiscalização realizada nesta segunda-feira, 24.
A procuradora se refere ao quiosque montado na orla, após a derrubada das antigas estruturas em dezembro. Rafaella explica que as instalações não cor-respondem com o modelo apresentado pelo Ministério Público Federal (MPF) e que deveria ter sido aplicado. “A prefeitura se comprometeu em atuar na remoção do quiosque”, acrescentou ela.
Outra irregularidade apontada foi a utilização das dunas como estacionamento. “A prefeitura deverá encontrar outro lugar para usar como estacionamento”, considerou.
Para solucionar a problemática a Fundação do Meio Ambiente de Içara (Fundai) e a Subprefeitura deverão cercar as dunas em 30 dias.
Segundo o presidente da Fundai, Geraldo Baldis-sera, será providenciado a aplicação do projeto para a recuperação das áreas.
A vistoria integra um processo judicial coordenado pelo juiz Marcelo Cardozo e o não cumprimento causa multa diária de R$ 1 mil. Uma nova vistoria está prevista para a metade do ano.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

CAPA: Edição2.031 - Içara, 25 de janeiro de 2011

Jovem é assassinado com cinco facadas no Rincão
(João Henrique Brandão/Jornal Rincão)


Oposição define chapa até sexta-feira
(Maso Nyetto/Jornal Içarense)


Gentil da Luz vistoria serviços na Esplanada
(Divulgação)

EDITORIAL - Serafim recua e esvazia oposição

O empresário Sandro Gi-assi Serafim, após firmar compromisso com o grupo de oposição tendo anunciado o Márcio Toretti como candidato vice numa chapa contra a atual diretoria da Cooperaliança, voltou a-trás da palavra dada
Na sexta-feira, a Executiva do PMDB se posicio-nou a favor de Jorge Rodrigues e Serafim, acuado resolveu abrir mão da sua candidatura deixando a oposição a ver navios, que já está a procura de outro nome para cabeça de chapa.
Com essa decisão, Sera-fim deu um tiro no próprio pé, pois provou não estar preparado para a política, mesmo tendo um sobrenome forte que é o Giassi, pois essa era a grande oportunidade para medir o termômetro do seu nome.

CHARGE

De olhovivo no Rincão

Dicas de segurança

1) Não deixe as luzes externas acesas durante o dia. Durante a noite, pode indicar que há alguém na casa, mas durante o dia, deixa explícito que a casa está vazia;
2) Procure conhecer os vizinhos e combine com ele medidas de auxílio mútuo;
3) Não comente com estranhos sobre viagens ou ausências de casa;
4) Comunique a ausência a um vizinho de confiança e solicite que o mesmo coloque o lixo em sua lixeira. Telefone para ele de vez em quando para saber se está tudo bem;
5) Evite deixar chaves nas portas ou próximo a elas. Os agentes podem tentar "pescar" a chave, usando uma janela, ou derrubá-la, puxando-a por baixo da porta com um pedaço de papel ou tapete;
6) Peça para algum vizinho ou parente recolher correspondências visíveis e suspenda a entrega de jornais e revistas;
7) Nas ausências prolongadas, peça a um parente para visitar periodicamente sua casa, para demonstrar a presença de pessoas (abrindo janelas, regando jardins, entrando com o carro na garagem e etc.);
8) Não deixe jóias ou dinheiro em casa, mesmo dentro de cofres, use cofres de bancos;
9) No caso de residências com jardim na frente, contrate alguém para mantê-lo limpo, evitando aspecto de abandono;
10) Utilize timers para ligar um rádio ou uma televisão, para dar a impressão de ocupação da residência;
11) Só deixe chaves com pessoas de absoluta confiança;
12) Evite colocar cadeado do lado externo do portão. Isso pode denunciar a ausência dos moradores;
13) Desligue a campainha. Assim, você deixa em dúvida quem vier a usá-la somente para verificar se há alguém em casa. Utilize alarmes, ou placas indicativas de cão bravo (fator intimidador).
14) Procure podar as arvores para dificultar o esconderijo dos agentes ou mesmo que estes venham a realizar uma escalada.
15) Mantenha as portas e as janelas fechadas e se possível com trancas adicionais.

POLÍTICA - Serafim desiste de candidatura e grupo de oposição busca substituto

Em prol de um projeto maior para Içara e zelando por seu futuro político dentro do PMDB, o empresário Sandro Serafim desistiu da candidatura à presidência da Cooperaliança, de Içara.

(Diego Dos Santos/Divulgação)

O empresário Sandro Se-rafim, que havia lançado candidatura à presidência da Cooperaliança pelo grupo de oposição, desistiu do pleito na noite da última sexta-feira, dia 21.
De acordo com o ex-candidato, o motivo foi a desaprovação por parte do Di-retório do PMDB.
“Enviei uma carta ao Di-retório do partido para que se manifestasse sobre minha decisão de encabeçar a oposição. Durante a reunião, que aconteceu sexta-feira, a maioria dos membros demonstrou apoio a chapa de situação, com Pe-dro Deonízio Gabriel (PP) de presidente e Jorge Rodri-gues (PMDB) de vice”, conta o empresário.
Quando questionado sobre o fato de já saber da po-sição do partido, Serafim contesta. “Eu estava confiante por que algumas pessoas do PMDB vieram prestar apoio. Então, estava articulando com os partidos e lideranças. Mas, depois que o Diretório foi contra, resolvi desistir”, relata o peemedebista.
No encontro da sigla, realizado no Restaurante Nono Tillo, na Segunda Linha, as 60 pessoas do Dire-tório não votaram sobre o caso de Serafim, apenas alguns falaram, motivando a desistência.
Para o presidente do PM-DB de Içara, Adilton Tra-montim, a decisão foi sensata. “O Sandro soube a hora certa de retirar a candidatura. Ele ficou com crédito perante o Dire-tório”, opina o líder.
Rodrigues oficializado

Tramontim confirmou ainda o nome do empresário Jorge Rodrigues como vice de Pedro Deonízio Ga-briel (PP). Ele estava esperando o encontro do Dire-tório para oficializar o candidato. “A maioria foi a favor de Jorge Rodrigues formar uma chapa de consen-so”, ressalta o presidente.
A sigla vai se reunir nos próximos dias para tratar de outros cargos a que tem direito na diretoria da cooperativa, nos conselhos A-dministrativo e Fiscal.

Serafim na política

A desistência do pleito está ligada também às intenções políticas do empresário. “Como filiado do PMDB, resolvi desistir respeitando a posição do partido. Além disso, penso em meu futuro político dentro da sigla”, destaca.
Serafim fala da posição do prefeito Gentil da Luz. “O prefeito lançou minha candidatura. Depois, no decorrer do processo, mudou de opinião, pensando em um projeto maior para Içara. Sendo, para isso, necessário apoiar a chapa de situação, com o candidato progressista”, explica.
De acordo com o empresário, o partido não fez nenhuma promessa, apenas o prefeito, que o cogitou co-mo possível sucessor no governo municipal. “O prefeito disse que, conforme as composições que forem feitas, eu poderei ser o candidato à sucessão na Administração Municipal. Sobre isto, posso dizer que me coloco à disposição do partido. Como empresário, já venho colaborando com o município e pretendo continuar ajudando no desenvolvimento da cidade”, ressalta Serafim.

Credibilidade de Serafim

A possibilidade da desistência da candidatura a-balar a credibilidade do empresário em futuras eleições não o preocupa no momento. “O tempo dirá se as pessoas vão acreditar em mim. Sempre venho pautando minhas ações nos valores e princípios mora-is. Fiz isso em respeito ao partido. Respeito a opinião de cada cidadão”, enfatiza.
O ex-candidato explica que conversou com pessoas ligadas ao grupo de oposição antes de tomar a decisão. “Falei com algumas pessoas e disse que se o Diretório não fosse favorável eu iria desistir. Não po-deria entrar na campanha sem o apoio do meu partido”, adverte.
Vice sem presidente

Para o candidato a vice-presidente da cooperativa, na chapa de oposição, Márcio Toretti (PP), a notícia foi inesperada e causou um “baque”. “Não conversei com o Sandro após a desistência da candidatura. Ele vinha sofrendo muitas pressões. Infelizmente teve que tomar esta decisão. Hoje sou um vice sem presidente. Vou fazer o que o grupo decidir”, fala o encarregado de Obras da prefeitura de Içara

Grupo busca substituto

Na noite desta segunda-feira, dia 24, o grupo de o-posição, formado por empresários e profissionais li-berais, reuniu-se para avaliar a situação e pediu para Toretti tirar o nome da disputa para que não houvesse retaliação por parte da Administração Municipal.
Durante a semana a o-posição vai convesar com outras pessoas e até sexta-feira definirá os nomes da Chapa 2.

COLUNISTA - Maso Nyetto,



“Içara está passando por um momento ímpar, com a aplicação dos recursos do PAC o município vai se transformar; Além disso, haverá eleições no Balneário Rincão em 2012 e quero estar com o PMDB para contribuir também”. Empresário Sandro Serafim, ao tentar justificar a sua desistência de participar da chapa de oposição a atual diretoria da Cooperaliança de Içara.

Sandro Serafim
perdeu a grande oportunidade de crescer politica-mente em Içara. Se tinha pre-tensão de ser candi-dato a pre-feito, deu um tiro no pé, pois no PMDB ele não é unanimidade.
Ele se precipitou ao anunciar a candidatura junto com o Márcio Toretti, pois sabia que seu nome não passaria na Executiva do PMDB, já que a maioria ha-via se manifestado a favor de Jorge Rodrigues. Perde ponto ao não manter a palavra com a oposição e ceder a pressão dos peemedebistas. Apenas se desgatou po-liticamente, mas nada melhor que o tempo, princi-palmente na política. Ele afirmou pra mim que não cederia a pressão e que seria candidato Toretti não escondeu o desconforto com a situação criada por Serafim mas afirmou entender a pressão que ele estava passando dentro do partido.

As articulações
que ocorreram entre PP e PMDB na Câmara Municipal e na Cooperaliança pode se repetir no Balneário Rincão em 2012, com os dois partidos na cabeça de chapa. O PMDB indica o nome do prefeito e o PP do vice. Alguém dúvida?

Em baixa
o PDT e o DEM, que afirmaram apoiar a chapa de oposição a atual diretoria da Cooperaliança, segundo Sandro Serafim, e ainda não definiram pra que lado vão pender.
Pelo menos, para a imprensa nada disseram.

Gentil da Luz
se mostra um grande articulador e tem tudo para ser reeleito sem ter oposição, pois o partido mais forte e que poderia encarara o PMDB de frente é o PP, mas a possível coligação entre as siglas não deixa dúvidas disso. Ele conseguiu colocar e tirar o Sandro Se-rafim na disputa interna do partido sem se queimar.
O Monge da Luz só tem que tomar cuidado para não ficar achando que é o cara.

Os gastos (1)
com cartões corporati-vos do governo federal bateram recorde e alcançaram a marca de R$ 80 milhões em 2010, de acordo com um levantamento divulgado pela ONG Contas Abertas.
O valor representa R$ 15 milhões a mais que o valor contabilizado no ano anterior, o que equivale a um aumento de 24%. Agora que o Lula saiu, começa a parecer as “coisas”.


O mau uso (2)
dos cartões corporati-vos abalou o Governo Lu-la em 2008, após o governo apresentar gastos suspeitos de ministros.
O caso resultou na demissão da então ministra da Igualdade Racial, Ma-tilde Ribeiro, que usou o cartão em compras em um free shop, enquanto o ministro do Esporte, Or-lan-do Silva,chegou a pagar uma tapioca. E diária em motel, será que teve?

Frase
“A política é uma praga tal que eu aconselho todos a não se meterem nela”. (Thomas Jefferson - Ex-presidente amaricano - 1743-1826).